Advertisements

Nova diretoria do Corinthians: obsessiva, petista e problemática

Foram anunciados, ontem, pelo delegado Mario Gobbi, os componentes da nova diretoria do Corinthians, acredita-se, para os próximos três anos.

Uma mescla do grupo “Corinthianos Obsessivos” com os “companheiros” do PT.

Logo de cara muita gente comemorou a ausência de três nomes na relação.

André Negão, ex-diretor administrativo, Mané da Carne, ex- assessor da presidência e Duílio do Bingo, diretor de futebol.

Mas ainda é cedo demais para dizer que as promessas de Gobbi , de expulsar essa gente do clube, estejam sendo cumpridas.

No caso de Duilio do Bingo, apenas ocultou-se seu nome do departamento de futebol, que ainda ocupa, no mesmo cargo, assessorando o diretor Roberto da Nova, também mantido.

Com relação aos indesejáveis André Negão e Mané da Carne, vale lembrar que no primeiro mandato de Andres Sanches, do qual Gobbi foi diretor, ambos ficaram sem cargos, porém, nas sombras, atuavam com muito mais periculosidade.

Desafio este que o novo presidente corinthiano precisará de muita coragem para combater.

Confira, abaixo, a relação de novos dirigentes e nossa opinião sobre eles.

Secretário Geral – RONALDO THOMAZ CÚRCIO XIMENES

Figura absolutamente inexpressiva no Corinthians, foi conduzido ao cargo por imposição dos “companheiros”. Está em posição estratégica para repassar ao PT todas as informações necessárias à “parceria”.

Diretor de futebol profissional – ROBERTO “DA NOVA”

Com a manutenção de “Da Nova” no cargo, e também de seus parceiros Duílio do Bingo e Edu Gaspar, matem-se no departamento de futebol a farra de empresários que Gobbi havia prometido combater.

Diretor de futebol de base – FERNANDO ALBA BRAGHIROLI

Se o futebol amador do Corinthians não revela jogadores há quatro anos, e tem sido vitima de empresários e conselheiros, ávidos pelo lucro fácil, deve muito a gestão permissiva de Fernando Alba, que, “premiado”, foi reconduzido à diretoria.

Diretor de Finanças – RAUL CORRÊA DA SILVA

Mantido no cargo, Raul Corrêa é dos piores nomes entres os dirigentes alvinegros.

Fala-se no Parque São Jorge que seus “balanços” poderiam concorrer aos “Oscar” de maquiagem, tamanha é a falta de transparência contida em seus números.

Absolutamente comprometido com o que há de mais nocivo no Corinthians, terá agora a supervisão, de perto, do vice-presidente Luis Paulo Rosenberg, impedido de atuar no mercado financeiro, pelo Banco Central, por oito anos.

Diretor de Patrimônio – CARLOS OJEDA

Ligado ao PT de São Bernardo, e também inexpressivo no Corinthians, Ojeda claramente foi colocado pelo partido em novo setor estratégico do clube.

Será um dos responsáveis por passar aos “companheiros” tudo o que ser refere às obras do “Fielzão”.

As sempre lucrativas tratativas sobre o empreendimento também fazem parte de suas funções.

Diretor de esportes terrestres – FAUSTO BITTAR FILHO

Conhecido como Faustinho, também é oriundo da gestão anterior, que conseguiu erradicar o basquete do clube e também o voleibol.

Incompetente a toda prova, possui ainda a fama de bajulador e pouco chegado ao trabalho.

Responsável (?) por todos os esportes – menos futebol e natação, realizados no Parque São Jorge.

Diretor de gestão administrativa – JOSÉ MAX REIS ALVES

Ex-presidente da DERSA, Alves é um agrado aos serviços prestados pelo Governo de São Paulo às liberações facilitadas para o “Fielzão”.

Investigado diversas vezes por corrupção e ligações “estranhas” com empreiteiras, tem o perfil ideal para participar dessa gestão.

Fala-se no Parque São Jorge que muito material utilizado na reforma do CT da Ayrton Senna teria sido desviado de obras da DERSA por sua ingerência.

Devem ser as más línguas.

Diretor de Esportes Aquáticos – OLDANO GONÇALVES DE CARVALHO

É mais um dos bajuladores mantidos em cargos de pouca expressão, ligados aos tais “corinthianos obsessivos”.

Levando-se em consideração o trabalho sem brilho realizado na gestão anterior é certeza de poucas realizações nos próximos anos.

Diretor de negócios jurídicos – LUIS ALBERTO BUSSAB

Braço direito de Andres Sanches na última gestão, Bussab sempre gostou de atuar nas sombras.

Foi acusado pela ex-controller do clube de chefiar um departamento que depois, descobriu-se, teve problemas de desvios de verba e também cadastrais.

É um nome perigoso num departamento primordial para o clube.

Diretor Social – MARCOS E. DOS SANTOS

É tão inexpressivo, embora tenha sido indicado por acordos político com o grupo “obsessivos”, que torna-se impossível dizer que será um bom ou mal dirigente.

O tempo dirá.

Diretor de Marketing – IVAN ALVES

Ligado a uma das maiores agencias de publicidade do país, Ivan Alves parece ser uma boa escolha de Mario Gobbi.

Responsável por contas expressivas no mercado, ganhou diversos prêmios relevantes em sua profissão.

Sem dúvida, uma boa aposta.

Diretor Cultural – FLAVIO FERRARI JÚNIOR

Uma ação benemérita de Mario Gobbi, para ajudar o filho de uma família tradicional no Parque São Jorge.

Se vai se dar bem no cargo ?

É uma incógnita, porém, por estar desempregado, é quase certo que receba uma boa “ajuda de custo”, já que oficialmente diretores não podem receber salários.

ASSESSOR DA PRESIDÊNCIA – Dr. SERGIO ALVARENGA

Lider do grupo “Corinthianos Obsessivos”, Dr. Alvarenga pode ser mais útil como “escudo” de Mario Gobbi do que o era como advogado do clube.

Fez este papel muito bem quando fechou os olhos para diversas barbaridades cometidas pela gestão anterior.

Tem discurso moralista, mas, na verdade, almeja a cadeira hoje ocupada pelo delegado.

E, para isso, aceita qualquer “parada”.

Facebook Comments
Advertisements

29 comentários sobre “Nova diretoria do Corinthians: obsessiva, petista e problemática

  1. Thiago Padilha

    Prezado Paulinho, voce nao sabe o que fala, e deveria ir mais a fundo antes de escrever algo.
    O tal do roberto da Nova eh um empresario bem sucedido que está no clube ha muitos anos, sempre ajudando e se doando ao máximo.
    o tal do inexpressivo ronaldo thomaz é socio remido desde 84, e sua familia tem uma historia de mais de mais de 60 anos ocupando altos cargos dentro do clube.
    Raul correa eh um empresario bem sucedido que eh dono de uma das maiores empresas de auditoria do brasil..e jamais colocaria seu nome em risco maquiando balanços!

    abre o olho antes de falar!

    Paulinho: Quem te contou isso merece o troféu “pinoquio de ouro”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: