Advertisements

Coluna do Fiori

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.br Email: caminhodasideias@superig.com.br

MANIFESTO TENDENCIOSO

Os presidentes da ANAF e SAFESP deram demonstração tendenciosa.

No site das respectivas entidades encontrei manifestação de solidariedade em favor de Sérgio Correa da Silva, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem (CONAF), apontado pelo árbitro Gutemberg de Paula Fonseca como sendo praticante de corrupção, na maior cara dura, condenaram o árbitro.

ASSOCIADOS

Ao que sei Sérgio Correa da Silva e Gutemberg de Paula Fonseca, são componentes do quadro associativo dos sindicatos de seus estados, portanto, indiretamente, são integrantes da ANAF.

SINDICÂNCIA

O presidente da ANAF deveria convocar comissão independente com o máximo de quatro pessoas com objetivo de elucidar a denuncia.

DETERMINAÇÃO DO TEMPO

Contando com a data de inicio a sindicância deve ser concluída em sessenta datas continuas.

ELIMINAÇÃO

Os acontecimentos devam ser esclarecidos, empurrar a imundice pra baixo do tapete, será o explicitar do famoso Toma lá dá cá.

FINALIDADE DAS ENTIDADES DE CLASSE

Sempre fui classista, nada passava batido, por este motivo entendo que toda entidade que se define representativa, deva ter por prático:

a)         Aglutinar os componentes da categoria,

b)         Conscientizar que o individualismo é prejudicial.

c)         Amparar os necessitados quando na ativa, como também, quando aposentados.

d)         Promover assistência médica,

e)         Promover assistência dentaria.

f)         Promover assistência com Farmácias.

g)         Promover assistência jurídica.

h)         Promover convênios com vários tipos de comércio.

i)          Promover convênios com escolas técnicas e faculdades.

j)          Promover convênios com academias de esportes.

k)         Contatar órgãos públicos e empreiteiros visando financiamento do imóvel próprio.

l)          Promover convênios com creches e demais estabelecimentos.

RECORDANDO

Caso 01

Quanto ao amparar o árbitro e seus dependentes, lembro do ocorrido entre os anos oitenta e inicio dos noventa.

Em uma tarde, quase noite, de uma sexta feira, tomei conhecimento que a diretoria do SAFESP, houvera sido procurada e negado o pedido de ajuda financeira solicitada pelo árbitro José Erasmo de Deus (com quem tive pequeno atrito quando de uma partida da categoria Juvenil na Vila Belmiro, realizada anos antes), para cobrir despesas hospitalar, vez que sua esposa estava internada.

No ato, caminhei até a sede do SAFESP, conversei com os dirigentes perguntando a razão da negativa, resposta; não somos bancos.

Caso 02

Antes do falecimento, do saudoso árbitro, conhecido por Biro-Biro, conversei com algumas pessoas do meio, através destas, fui informado, que Biro passava por dificuldades de trabalho e financeiras.

Ao me despedir das pessoas, deixei o numero do meu telefone dizendo; caso encontrem com o Biro peguem o endereço da residência, dentro de minha possibilidade, irei colaborar.

COLUNA

Na época, por este espaço, cobrei atitude do presidente Sérgio Correa da Silva, como resposta:

O SAFESP não é entidade filantrópica.

PASSAMENTO

Via fone recebi a noticia que Biro havia falecido, estando de plantão em meu trabalho, não pude comparecer, posteriormente, soube que houve total ausência da parte do SAFESP.

PRESENTES

Marcos Fábio Spironelli presidente da AAGSP, junto alguns árbitros se fizeram presentes.

CONCLUINDO

A hipocrisia continua imperando entre os dirigentes das entidades de classe e seus associados.

Acorda Brasil

SP-14/01/2012

Facebook Comments
Advertisements

17 comentários sobre “Coluna do Fiori

  1. ANDRADE BRASILEIRO NETO

    ZAMPERETTI FIORI, O NOVEL DAGUERREÓTIPO EM QUE O SENHOR APARECE DENOTA QUE O SENHOR PODERIA TER SIDO UM ATOR NA JUVENTUDE, TAMANHOS CHARME E BELEZA MASCULINOS.

    OBTEMPERA ANDRADE BRASILEIRO NETO, VERITAS VINCIT

  2. Luisao

    Concordo, o óculos é meio abaitolado, se passar no largo do batata vai ser fiu-fiu prá todo lado.

  3. euclydes zamperetti fiori

    Kadu,

    A puta que respeito, que tye colocou neste mundo, cobrava pelas fodas e chupetas, com o arrecadado, lhe sustentou e, o sustenta, até o presente,

    Se liga.

  4. Eratóstenes - vencedor da Medalha de Prata "Golbery do Couto e Silva - Cérebro Amigo da Revolução"

    Mais respeito, morfético! Os homens de bem deste espaço não tolerarão graçolas com o íntegro e probo Fiori.

  5. Rivelino Santos

    Esses fatos ocorrem há muito tempo. Nós vivemos em uma sociedade em que os mais favorecidos têm que ter algum vínculo mais próximo de algumas autoridades. Como você já foi arbitro, eu queria saber a sua opinião sobre esses comentaristas de arbitragem que estão trabalhando na televisão brasileira.
    Eu queria muita saber a sua opinião.
    A minha opinião é que existe um corporativismo muito grande entre os árbitros, tanto os que estão apitando como os árbitros que estão comentando.
    E cá para nós eles cometem cada erro grotesco, que até quem não entende de arbitragem sabe que eles estão falando bobagem.
    Sem falar que esses mesmos árbitros que hoje comentam futebol nas televisões já cometeram erros enormes nas suas carreiras.
    Eu nunca esqueço da final do campeonato carioca de 1985, Fluminense x Bangú. O árbitro da partida José Roberto Write, não marcou um pênalti em cima de Claudio Adão cometido pelo hoje treinador Ricardo Gomes, no lance Ricardo Gomes rasgou a camisa de Claudio Adão dentro da área.
    Mas hoje eles falam como se eles nunca cometeram erros grotescos.
    Mas a nossa arbitragem precisa melhorar, e no mundo inteiro está acontecendo erros absurdos.
    Isso tudo é uma falta de plano de carreira para novos árbitros, os árbitros tem que ter uma atividade paralela , e muitas vezes não consegue fazer um bom trabalho dentro de campo.
    Na minha opinião os árbitros deveriam ser pagos para somente apitar futebol. Para isso eles precisam de um salário compatível a competição que ele vai trabalhar, ter um plano de carreira promovendo sem ajuda de nenhum presidente , e se dedicar exclusivamente para a profissão de arbitro de futebol.
    Mas não existe nenhum interesse da CBF, FIFA e outras federações mundo a fora.
    Tem novidades no blog de Rivelino.
    AMARILDO.
    MERCADO DA BOLA.
    A VITÓRIA DA SIMPLICIDADE.
    MÁFIA DO APITO.
    http://www.rivelinosantos.wordpress.com
    E-mail rivelino.futebol@hotmail.com
    Muito obrigado e que o nosso bondoso DEUS abençoe a todos.

  6. euclydes zamperetti fiori

    Rivelino Santos

    Por favor, retire de seu blog o nome de DEUS.

    Grande abraço

    EM TEMPO

    Parabenizo o jornalista Paulinho por não impedir que Rivelino Santos propague seu blog.

  7. euclydes zamperetti fiori

    Rivelino Santos

    Militei na arbitragem, minha luta sempre foi do árbitro, pelo árbitro, para o árbitro.

    Sempre briguei pela independência do árbitro; fui e sou totalmente contra, a ligação nojenta de árbitos com politicos, dirigentes, jornalistas e outros que tais.

    Abraços

  8. Luisao

    Parabéns Sr. Fiori: Sabe lá qual deus o tal do Rivelino está falando, existem milhares de deuses. O mal das pessoas que creem num deus acham que ele é único e os deuses dos outros é mitologia.
    Eu por exemplo acredito do deus da chuva, da seca, da tempestade, do raio, do trovão, da unha encravada, etc. etc.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: