Advertisements

Roubolation – o hit das eleições 2010

Enquanto o Carnaval de 2010 foi marcado pelo hit “Rebolation”, eis que surge o hino das eleições deste ano.

“Roubolation”

Você não pode ficar fora dessa.

*Indicação do leitor Fred Salles

Advertisements

Facebook Comments

35 comentários em “Roubolation – o hit das eleições 2010”

  1. Recebi informações de uma pessoa muito próxima a Carlos Leite que ele é de fato o empesário do Dentinho. Se estou lembrado você sempre disse ao contrário. A pessoa é muito, mas muito próxima ao CArlos Leite.

    Paulinho: Está lembrado errado. Disse, há meses, que ele estava sendo obrigado a assinar contrato com ele. Parece que deu certo. Se tem contato com gente por próxima a Carlos Leite, de veradade, sabe que o que publico aqui é o que realemente acontece.

  2. Faço uma pergunta Paulinho.

    Você é contra a corrupção.
    Denuncia as malandragens do COI, da CBF, etc.

    PORQUE VOCÊ NÃO DENUNCIA, NÃO ALERTA AS PESSOAS, SOBRE AS OBRAS SUPERFATURADAS QUE VÃO OCORRER PARA CONSTRUIR OS ESTÁDIOS DA COPA DO MUNDO DE 2014?????? OU VOCÊ É A FAVOR QUE SE CONSTRUA OS ESTÁDIOS???? É A FAVOR QUE SE FAÇA OBRAS SUPERFATURADAS?????

  3. Já ouvi dizer, que tem estádio na África do Sul que ainda não está pronto.
    Já ouvi dizer, que tem estádio na África do Sul que não tem estacionamento e a cidade não tem projetos de transporte para atender os torcedores.
    Já ouvi dizer, que tem cidades aqui do Brasil, que ainda não tem projetos prontos para a Copa de 2014.
    Já ouvi dizer, que tem cidades aqui do Brasil, que está com problemas burocráticos, pois o estádio é patrimônio histórico da cidade.
    Já ouvi dizer, que tem cidades aqui do Brasil, que vai construir estádios milionários, estádios esses, que vão virar elefante branco depois da Copa.
    Já ouvi dizer, que tem cidades aqui do Brasil, que tem muito que fazer, para ter hotéis suficientes para acomodar os turistas que vão vir assistir a Copa.
    Mas, o tal Secretário Geral da FIFA, insisti em infernizar o Projeto Morumbi 2014.
    O São Paulo fez um projeto.
    Não agradou.
    O São Paulo fez outro projeto.
    Também não agradou.
    São Paulo já tem rede hoteleira, já tem projetos, tem os melhores hospitais do Brasil, é a única cidade que já está tirando do papel os investimentos em infra estrutura para a Copa de 2014 (Rodoanel, Metrô, Perimetral Sul).
    Mas, o tal Secretário Geral da FIFA, insisti em infernizar o Projeto Morumbi 2014.
    Essa perseguição ao Projeto Morumbi 2014, já passou dos limites, já se tornou algo intolerável.
    Mais vamos ao principal, o porquê o Projeto Morumbi 2014, é o Projeto que está sendo bombardeado pelo tal Secretário.
    O tal Secretário Geral da FIFA, é amigo intimo de Ricardo Teixeira – isso a imprensa não fala.
    O Ricardo Teixeira, não gosta do São Paulo FC, pois o clube do Morumbi ameaçou em entrar na justiça para cobrar uma divida que a CBF tem com o São Paulo FC e o clube do Morumbi já votou contra a reeleição do Ricardo Teixeira – isso a imprensa não fala.
    Também existe o interesse, de se construir um estádio para lavar dinheiro, e assim, fazer da família desse Secretário Geral da FIFA e da família do Ricardo Teixeira, milionários por varias gerações – isso a imprensa não fala.
    Começaria a se construir um estádio. Daria um jeito para atrasar as obras desse estádio. Dessa forma, ou seja, com obras atrasadas, seria feito obras emergenciais, ou seja, obras que são feitas sem que seja preciso fazer licitação. Quando você vai fazer uma obra que não precisa fazer licitação, você escolhe a empreiteira que você quiser e paga o valor que a empreiteira quiser, mesmo se o valor for 10 vezes mais aquilo que realmente vale – isso a imprensa não fala.
    É aí que aparecem as obras superfaturadas. Aquelas obras que teve para a construção da estrutura do Pan Americano e que depois do Pan Americano era para ter a CPI do Pan Americano, mas, o Ricardo Teixeira conseguiu chantagear os Deputados, para que não tivesse a CPI do Pan Americano. Caso tivesse a CPI do Pan Americano, o mesmo esquema de corrupção que aconteceu com as obras superfaturadas para construir a estrutura do Pan Americano, dificilmente aconteceria novamente para construir as obras superfaturadas da Copa de 2014, dessa forma, aqueles que tem o interesse de se enriquecer graças as obras superfaturadas da Copa de 2014, teria seus objetivos jogados por água abaixo com a CPI do Pan Americano. Da para entender, o porquê o Ricardo Teixeira se empenhou para que não tivesse a CPI do Pan Americano – isso a imprensa não fala.
    Mais voltando a falar desse novo estádio que querem construir em São Paulo, vão dar um jeito de atrasar com as obras, para que seja feito obras emergenciais, onde você contrata a empreiteira que você quiser e a empreiteira cobra o valor que ela quiser – isso a imprensa não fala.
    Qual empreiteira será contratada? Será contratada a empreiteira que esse Secretário Geral da FIFA e que o Ricardo Teixeira, são acionista – isso a imprensa não fala.
    Qual o valor a empreiteira vai cobrar? A empreiteira vai cobrar o valor necessário para fazer com que os acionistas Ricardo Teixeira e Secretário Geral da FIFA, nadem no dinheiro, pelo resto da vida – isso a imprensa não fala.
    E porque essas coisas a imprensa não fala?
    A imprensa paulista, na sua grande maioria, torce para o Corinthians.
    O Corinthians não tem estádio.
    Com a construção desse novo estádio em São Paulo, esse estádio ficara para o Corinthians.
    É por isso que a imprensa não divulga esses detalhes (que o Ricardo Teixeira não gosta do São Paulo FC, que existe o interesse de se construir um estádio para lavar dinheiro, etc).
    A imprensa quer que seja construído um estádio para o Corinthians.
    Cada vez que aquele tal Secretário Geral da FIFA, bombardeia o Projeto Morumbi 2014, a imprensa que quer a construção desse novo estádio, estádio esse, que ficara para o Corinthians, não divulga qual é os interesses do Secretário Geral da FIFA, ao bombardear o Morumbi (que o Ricardo Teixeira não gosta do São Paulo FC, que existe o interesse de se construir um estádio para lavar dinheiro, etc).
    Volto a repetir, cada vez que aquele tal Secretário Geral da FIFA, bombardeia o Projeto Morumbi 2014, a imprensa que quer a construção desse novo estádio, estádio esse, que ficara para o Corinthians, não divulga qual é os interesses do Secretário Geral da FIFA, ao bombardear o Morumbi (que o Ricardo Teixeira não gosta do São Paulo FC, que existe o interesse de se construir um estádio para lavar dinheiro, etc).
    A Comunidade Corintiana, quer ter um estádio que caia de céu, sem fazer esforço, sem suar a camisa.
    Mesmo que esse estádio, seja construído com dinheiro público, seja uma obra superfaturada.
    E como a imprensa na sua grande maioria é Corintiana, essas coisas que eu citei, está sendo jogado por debaixo do tapete, pois não interessa a forma como esse estádio será construído (com recursos público, obras superfaturadas), o importante é que seja construído o estádio do Corinthians.
    Cabe a Comunidade Corintiana, tentar convencer o José Serra e o Kassab a construir um estádio, pois ambos apóiam o Projeto Morumbi 2014 e não vão colocar recursos publico para construir estádio, ambos vão colocar recursos público só na infra estrutura de São Paulo.
    Além de ter alguns da imprensa que querem a construção de um estádio para o Corinthians, outros da imprensa, esperam as coisas acontecer, ou seja, não informa para as pessoas o que poderá acontecer. Eles sabem o que poderá acontecer, mas, não informa as pessoas. Eles deixam as coisas acontecer, pois assim, é feito a denuncia e terá assuntos para colocar nos jornais.
    Como eu escrevi, a imprensa por ser formada por Corintianos, não divulga o porquê o Morumbi é bombardeado pelo tal Secretário Geral da FIFA. Não fala, pois esses integrantes da imprensa, quer com que seja construído um estádio em São Paulo, para que esse estádio venha a ser do Corinthians.
    Já os que falam o porquê o Morumbi é bombardeado pelo Secretário Geral da FIFA, fala pouco (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio).
    Esse que citei (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio), deveria falar mais, deveria escrever com todas as letras, o que acontece nos bastidores: Porque não querem que o Morumbi seja o estádio da Copa do Mundo de 2014, porque o Ricardo Teixeira não quis a CPI do Pan Americano, porque o Ricardo Teixeira não gosta do São Paulo FC, a amizade do Ricardo Teixeira com o Secretário Geral da FIFA (ouvi dizer, que o Secretário Geral da FIFA, já veio passar férias na casa de praia do Ricardo Teixeira), como funcionaria uma obra superfaturada em São Paulo, como o Ricardo Teixeira e o Secretário Geral da FIFA lucraria com essa obra superfaturada em São Paulo, porque as obras da Copa de 2014 em todo o Brasil ainda não começaram (obras atrasadas para fazer obras emergenciais), etc.
    Esses que citei (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio) deveriam escrever com todas as letras sobre esses assuntos, para informar a população, fazer com que as pessoas, conheçam o que acontece nos bastidores da Copa do Mundo de 2014
    Esse que citei (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio) informando as pessoas nos mínimos detalhes, vai fazer com que o Ricardo Teixeira e o Secretário Geral da FIFA não consigam enganar ninguém, pois todos vão ficar sabendo o que acontece nos bastidores da Copa do Mundo de 2014.
    É fácil realizar obras superfaturadas no Brasil, pois as pessoas não conhecem o que acontece nos bastidores.
    A partir do momento, que esses que citei (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio) informar bem as pessoas, a historia será diferente.
    Esses que citei (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio), deveria falar e falar muito, falar de forma obsessiva. Alertar a todos, o que acontece nos bastidores da Copa de 2014. Não deixar com que a população seja enganada, enquanto um grupinho vai nadar no dinheiro de obras superfaturadas.
    Graças a esses (Vitor Birner, Quartarollo, Paulinho, Fernando Sampaio), as pessoas vão ficar sabendo o porquê querem tanto construir um estádio em São Paulo e o porquê só o Morumbi é bombardeado.
    Que seja construído esse novo estádio e que seja realizado uma obra superfaturada, mas, que as pessoas estejam por dentro do que acontece por de trás desse esquema.

  4. Uma denuncia que você poderia fazer Paulinho.
    Os patrocinadores do site oficial brasileiro da copa 2014
    SÓ CONSTRUTORAS!

    E porque é SÓ CONSTRUTORAS!
    qual é o interesse dessas CONSTRUTORAS?
    Quem seria acionistas dessas CONSTRUTORAS?
    Qual dessas CONSTRUTORAS seria responsavel pela construção de um novo estádio em São Paulo?

  5. Caro Cegueira Borges (oou devo chamar-te André Teixeira Lima ?)

    Quer dizer que voce quis criar uma biografia do alguem na Wikipedia e teve que apagar?

    Alem disto esta biografia foi considerada BSRE ?

    Por que voce a apagou?

    Por que ela é considerada BSRE?

  6. Isso tudo será o desespero psdbista com o crescimento da futura presindente Dilma.

    Paulinho: O desespero é ter que ler bobagens como as que você escreve… que dureza…

  7. SENHOR ADES OU ROGERIO ROZ, DE ONDE O SENHOR TIROU ESSA ESTÓRIA DE QUE CERQUEIRA É ” ANDRÉ TEIXEIRA”?
    CERQUEIRA É CERQUEIRA E PONTO PARÁGRAFO.
    E EM RELAÇÃO À BIOGRAFIA DO WIKIPÉDIA, RETIREI-A PORQUE A ACHEI DESNECESSÁRIA. AS INFORMAÇÕES QUE LÁ CONTINHAM JÁ ERAM SABIDAS DE TODOS, LOGO IMPROFÍCUAS.
    CERQUEIRA ESPERA TER EXPUNGIDO SUAS DÚVIDAS.

    C.B CONCLUI ASSIM SEU ARRAZOADO.

  8. FUTURA PRESIDENTA DILMA? CASQUINO.
    É EVIDENTE QUE O BONIFRATE DO PRESIDENTE LULA IRIA CRESCER NAS PESQUISAS, POIS A DILMINHA VEM FAZENDO CAMPANHA HÁ UNS TRÊS ANOS.MESMO ASSIM, NÃO CONSEGUIU ULTRAPASSAR JOSÉ SERRA, O GRANDE GOVERNADOR DE SAO PAULO.
    NENHUMAMENTE A DILMA SE ELEGERÁ. NENHUMAMENTE.

    C.B CONCLUI ASSIM SEU ARRAZOADO.

  9. Ódio da mídia e primeira vitória de Lula
    Reproduzo abaixo artigo do professor Gilson Caroni, publicado na Agência Carta Maior:

    Se a deontologia do jornalismo não contempla a divulgação de matérias partidarizadas como se fossem notícias apuradas em nome do leitor/telespectador, o telejornalismo brasileiro, principalmente o da Rede Globo, anda precisando redefinir qual é a natureza do seu verdadeiro ofício.

    Que fato objetivo deflagra tanta empulhação em horário nobre? Que registro simbólico almeja a sua busca de sentidos? Qual a necessidade de construção permanente de imagens desfavoráveis ao governo e, em especial, ao presidente da República? Enganam-se os que pensam que as respostas a essas questões residem apenas nas próximas eleições. Lula, por seu significado histórico, representa uma fratura bem mais profunda do que pode parecer à primeira vista.

    Democracia é fatal para a Globo

    Ao obter mais de 30 milhões de votos em 1989, o ex-líder sindical apareceu como condensação das forças sociais que se voltavam para a demolição tardia do antigo regime. Contrariando prognósticos de conceituados analistas, a sua candidatura teve gás suficiente para enfrentar as máquinas partidárias de velhos caciques. Mesmo derrotado por Collor, que representava a reprodução do passado no presente, o desempenho de Lula prenunciou, de forma categórica, o fim de uma “democracia” que só era possível mediante pacto de compromisso entre as velhas elites políticas, civis e militares. Essa foi sua primeira vitória. E a Globo disso se deu conta.

    O embrião de um novo espaço histórico, capaz de conferir peso e voz aos de baixo na sociedade civil, na cultura e no arcabouço estatal, estava lançado. Com uma indiscutível capacidade de antecipação histórica, a família Marinho, que construiu seu colosso midiático como um Estado dentro do Estado – e muitas vezes acima dele – pressentiu o ocaso dos dias gloriosos. Como principal aparelho de legitimação da ditadura militar, as Organizações Globo sempre vislumbraram a democracia como processo fatal à sua supremacia. E essa era uma avaliação correta. Deter o movimento profundo que vinha das urnas seria impossível.

    Rancor da mídia corporativa

    A centralidade de Lula e do Partido dos Trabalhadores no cenário político era o avanço do cidadão negado, desde sempre, em sua cidadania. A construção da nova história objetivaria também o significado das eleições seguintes. Até a vitória em 2002, o acúmulo de forças trouxe à cena as esperanças políticas das classes excluídas. O rosto sofrido, que se contrapunha tanto à estética das modernizações conservadoras quanto à ética do neoliberalismo rentista, já não temia as bravatas e espertezas do adversário.

    O rancor da mídia corporativa tem que ser contemplado como pano de fundo de uma grande derrota. Suas ameaças só não são trágicas porque, ao arreganhar os dentes, a grande imprensa introduz notas burlescas no discurso que se pretendia ameaçador. O diagnóstico que denuncia o fim da festa sai, ainda que codificado, dos débeis sustentáculos da credibilidade que lhe sobrou junto a setores protofascistas da classe média.

    Sobrevida da ordem informativa excludente

    Ao criminalizar movimentos sociais, criticar a política externa tentando estabelecer paralelos entre Caracas e Tegucigalpa, e censurar premiações internacionais recebidas pelo presidente, o jornalismo produzido vai desenovelando a história da imprensa brasileira com impecável técnica televisiva. Resta-lhe o apoio de uma direita sem projeto, voraz, cínica e debochada. Esse é o único troféu que ostenta em 2010, após ter sofrido o baque inaugural há 21 anos. Na década de 1980, ainda valia editar debates e fazer uso político de seqüestro de empresários. Afinal, não seria por apoio governamental que conferências debateriam monopólio e manipulação midiática.

    Em outubro, a Globo não estará apostando apenas na candidatura de José Serra. Buscará, mediante retrocessos de toda ordem, garantir a sobrevida de uma ordem informativa excludente, incompatível com as regras mais elementares do Estado Democrático de Direito.

  10. Da Folha de S.Paulo
    Desgaste de Serra ajuda crescimento de Dilma

    MAURO PAULINO
    DIRETOR-GERAL DO DATAFOLHA
    ALESSANDRO JANONI
    DIRETOR DE PESQUISAS DO DATAFOLHA

    A pesquisa Datafolha divulgada hoje revela que o crescimento de Dilma Rousseff reflete não só a transferência da popularidade de Lula como eventuais arranhões na imagem do governador José Serra.
    Uma análise dos resultados permite supor que a oficialização da candidatura do PT e a maior exposição do apoio do presidente a Dilma não são os únicos fatores que explicam as mudanças. O desgaste da candidatura de Serra em estratos importantes do eleitorado também compõe o cenário.

    O conhecimento de Dilma como candidata apoiada por Lula cresceu de 52% para 59%. Nos segmentos de menor renda e menor escolaridade, a taxa subiu oito pontos percentuais, mas ainda não é majoritária.

    Há, aproximadamente, 14% de brasileiros que querem votar no candidato de Lula, mas não o fazem por desconhecê-lo. Em dezembro, eram 15%.

    Já Serra perdeu cinco pontos percentuais -o prejuízo foi maior onde a aprovação do governo federal é expressiva.

    Mas a perda de três pontos percentuais do tucano na região Sudeste talvez seja mais relevante, não só pelo peso político, como também estatístico. O Sudeste responde por aproximadamente 42% da população adulta do país. A vantagem de Serra para Dilma na região caiu de 22 para 14 pontos.

    A taxa de rejeição é outro dado que pode confirmar o desgaste do tucano. Em dezembro, 19% diziam que não votariam em Serra de jeito nenhum. Agora, esse percentual é de 25%.

    Neste momento, Serra e Dilma estão no mesmo patamar de intenções de voto. A partir do início da campanha, os eleitores irão compará-los, assim como farão com a imagem de Dilma e os atributos de Lula. Dessa empatia dependerá a concretização do potencial de transferência de votos de Lula.

  11. Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    Acho que alguém do Mato Grosso do Sul não tá querendo pagar os abraços do Luciano do Valle porque ele disse só Mato Grosso…

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  12. E ainda se faz de rogado! Esta “HISTÓRIA” é verdadeira e voce sabe.

    Caro André, vai lá pagina da Wikipedia que voce entenderá.

    Achava que voce era um pouquinho só inteligente.

    E não sou Rogerio Roz. Já te disse em outro comentário, meu nome é um codinome formado por minhas iniciais.

    O problema é que aqui neste blog esta muito comum se utilizarem do nick da gente, bem como alterar conteudo do comentário.

    Meu nome é Alberto Dell’Elano Senciano.

    Eu digo meu verdadeiro nome, agora seja hoje e assuma o seu.

  13. Alguém ai viu o Neto dizendo que não é Corinthians, é Cu-rinthians!!!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  14. REBOLATION É O QUE AS FRANGAS TOMARAM NA VILA MARAVILHOSA, HUAHUAHAUHAUHAUAHAUAHAUHAUAHAUUUUUHHAHHHHA, DOENTES INVEJOSOS!!!

  15. Legaaallll…vocêêêê…Senhor moralidade…diz aíí…Seu covarde…você vai votar em quem para presidenteee???? Bom você tem a covardia de me excluir, como sempre, masss…dizzzz…quem é o seu candidato?

  16. Paulinho, o meu conato com a pessoa acima foi eventual e profissional. Não convivo com a pessoa no dia a dia. Não entramos em detalhes. Um fato engraçado é que Carlos Leite não anda de avião.

  17. Acho que é porque só dá para denunciar algo que ocorreu. Como vai denunciar obras que nem saíram do papel?

  18. Enquanto isso o Aquassab fazendo propaganda na televisão para tentar limpar a barra. Pq não usou o dinheiro do comercial para recuperar a cidade das vergonhosas enchentes?? VERGONHA. O que acha disso caro amigo do DEM/PSDB?

  19. E o desespero da ropa TUCANALHA/DEMO aumenta a cada dia. A quadrilha formada por Aquassab/Zé Pedágio/Arrudão(Vice do Zé Pedágio) só aumenta.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  20. O Ahmadinejad, fidel Castro, Evo Morales e Hugo Chaves tambem são amigos do Molusco. Que nem voce.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: