Advertisements

Ironia etílica

A declaração do presidente corinthiano de que a MSI lavou dinheiro no Corinthians foi recebida por este blog como uma afirmação irônica.

Até porque sabemos que ele não passa de “fantoche” dessa gente, recebendo suas “migalhas” através das famosas “taxinhas” cobradas em transações de jogadores.

Porém, esta infeliz brincadeira, que ofende o verdadeiro torcedor corinthiano, deveria ser motivo de investigação por parte dos órgãos pertinentes.

Afinal, quem tanto defendeu a parceria, e seus bandidos, tem a obrigação de explicar o porquê de mudança de opinião tão radical.

Mas que, desta vez, os promotores não lhe facilitem a vida – como da última oportunidade – oferecendo-lhe novamente o benefício da delação premiada, em que livrou sua cara e não contribuiu em nada para a investigação.

Facebook Comments
Advertisements

8 comentários sobre “Ironia etílica

  1. Jefferson Luís

    Eu ouvi a declaração do taxinha naquela radio que é sua assessoria de imprensa camuflada.

    O engraçado foi ele e o Leandro Quesada ficarem com indagações tipo: SE ELE TEM TANTA CULPA ASSIM PQ NUNCA FOI PRESO?

    ridiculo

  2. Dr. Semprônio

    Paulinho, o problema do Brasil são os brasileiros. Se o país tivesse sido colonizado por ingleses ou holandeses estaríamos numa situação bem melhor. A colonização portuguesa trouxe o que há de pior em termos de mentalidade para o Brasil.

    A partir de 1808, com a chegada da corte portuguesa ao Brasil, institucionalizou-se a troca de favores, o tráfico de influências, o “toma lá dá cá”, o “jeitinho”, o fisiologismo e o clientelismo. Todos queriam mamar nas têtas da Coroa e, depois da independência, da República.

    Com a transferência da capital para Brasília metade desta corja mudou seu domicílio, entretanto as duas cidades que melhor representam esta podre mentalidade são o Rio e Brasília.

    O sonho do funcionalismo público, da vida encostada ao barranco, da sombra, do ritmo lento das repartições públicas continua imperando.

    Em nenhum país do mundo há um culto tão forte ao apadrinhamento, ao sonho do concurso público. Note as manchetes diárias dos jornais: só se fala em concurso público. “Governo federal abre 100 mil vagas em concursos”: é o sonho da classe média se realizando e o PT engessando cada dia mais o Estado.

    No Brasil as classes menos favorecidas não fazem nada pois são ignorantes e sem instrução. Acreditam que tudo (inclusive a miséria) representa a vontade divina e tratam o Lulla como um messias salvador dos pobres. Recebem mensalmente esmolas e calam-se felizes.

    A classe média só pensa no próprio umbigo e no concurso público. Usa seu tempo livre com futilidades tipo “BBB” e pouco valor dá ao bem comum e à política. Não se revolta com o governo porque por ele é beneficiado. Não paga devidamente os impostos pois sabe que o dinheiro não será bem empregado. A classe média é minimamente instruída mas moralmente transviada. Acredita no “rouba mas faz” e no “jeitinho”, tenta tirar proveito de tudo. É corrupta e não percebe que o dinheiro dos escândalos é seu próprio dinheiro. É a diferença entre o público e o privado. A classe média sabe ler, escrever, interpretar os livros do Paulo Coelho e a revista Veja. Sonha com o concurso público e com o padrinho que arruma emprego e favores mas não tem compromisso com o bem-estar social; só pensa no próprio umbigo e faz vista grossa às atrocidades do governo.

    A classe mais abastada formada por coronéis, políticos e empresários não quer mudar nada porque senão as têtas do governo e os privilégios secariam. Não tem interesse na instrução dos pobres porque um povo instruído os tiraria do poder.

    A elite intelectual basicamente formada pela ala esquerdista da USP tem uma mentalidade ultrapassada e ainda acredita no fantasma do comunismo. Alguns são até bem intencionados mas inocentes demais. Precisam de um choque da realidade. Só nos resta esperar a troca de gerações.

    O partido do governo é maquiavélico, rasgou sua carta-proposta e aliou-se ao que de pior há no país. Avaliza mentiras e escândalos, engana o povo. Disso sabemos muito bem.

    A oposição está perdida e desunida.

    O movimento estudantil é vendido e comunista. Os jovens só querem saber de internet e amenidades.

    Os idosos, mais sábios e experientes, são jogados nos asilos do esquecimento.

    As igrejas se envolvem em escândalos sexuais, teorias comunistas, exploração de fiéis, cobrança do dízimo e compra de televisões.

    O judiciário é lento e despreparado. Tem medo do poder Executivo. O STF é uma filial do PT com membros comprometidos com a política ao invés da justiça.

    Os instruídos e bem intencionados como eu e você formam a minoria e se envergonham de um país tão caótico. E ficam pensando no que podem fazer para mudar isso tudo.

    Basicamente é isso.

    Assina…

    Dr. Semprônio, Homem da Lei

  3. José Humberto

    Evidente. A lavagem da Parmalat foi amplamente comprovada. Ou não?
    Titulo de 1993 ROUBADO.

  4. Marcos

    Gente simplória não entende ironias! Claro que a Parmalt lavava e passava na cara de todo mundo!

  5. jefferson luis

    Cena do Filme Premonição 4 parte pós jogo de eliminação corinthiana da libertadores no ano do SEMternada

    [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=_xeAwldogLA&hl=pt_BR&fs=1&]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: