Advertisements

Destruindo um ídolo

Daiane dos Santos foi flagrada em exame anti-doping por utilizar um produto diurético que, obviamente, em nada lhe possibilitaria vantagem.

Sua carreira está destruída, assim como a reputação que levou anos para conseguir.

A legislação arcaica e ineficiente do controle de dopagem tem frequentemente exposto muitos inocentes à execração pública.

No caso de uma atleta como Daiane, com o histórico de vida que possui, a falta de respeito é inadmissível.

E agora, como reparar a injustiça ?

Facebook Comments
Advertisements

16 comentários sobre “Destruindo um ídolo

  1. RT

    Opa, vamos com calma. A coisa não é bem assim. O “inocente” diurético é proibido justamente pelo fato de ser mascarador de outras susbtâncias mais pesadas. Não estou afirmando que ela fez uso destas outras substâncias, mas ela, com experiência que tem, JAMAIS deveria ter usado esta medicação. A defesa dela alega que ela colocou no relatório que tomou o tal diurético, que ao meu ver em NADA redime a atleta, afinal é proibido e ponto final.

  2. Luiz

    Vc. esqueceu que o tal “diurético” pode mascarar doses cavalares de dopantes que podem desenvolver músculos artificialmente, como fazem por exemplo, alterofilistas, arremessadores de pesos e ginastas, além de acelerar o processo de recuperação de forma irregular.

  3. Junior

    Na lista de substância proibidas publicadas pela WADA (http://www.wada-ama.org/rtecontent/document/2009_Prohibited_List_ENG_Final_20_Sept_08.pdf), a furosemida está na lista das substâncias proibidas a qualquer momento ( Pág 2 é o inicio da lista e a furosemida está na página 5). O atleta deve conhecer a regulação do doping ou ter alguém que o assessore. Como uma atleta como a Daiane tomou um medicamento sem orientação? Se foi orientada, como um profissional que trabalha com um atleta de alto nível não sabia disso? O mais triste disso é saber que ela relatou que tomou o remédio, demonstrando total falta de orientação na sua carreira.

  4. ANDRADE NETO - A VOLTA DO CIDADÃO, EX-EX-TORCEDOR E AMIGO DA TORCIDA BRASILEIRA.

    ARMOU-SE UMA CONTENDA NESTE BLOG SOBRE A IMPRENSA BRASILEIRA.

    TENHO MUITO A DIZER SOBRE ESSE ÓRGÃO GARANTIDOR DA DEMOCRACIA E DA LIBERDADE.

    COM A PALAVRA DEIXO-VOS, NO ENTANTO, COM UM VERDADEIRO SÁBIO POPULAR, PAULO DA PORTELA, UM DOS FUNDADORES DA MAIOR FESTA CÍVICA NACIONAL, O CARNAVAL DAS ESCOLAS DE SAMBA:

    “TODAS AS MINHAS CONQUISTAS, EU DIGO SEM PEJO DE ERRAR, DEVO-AS À IMPRENSA, ESSE PODER INCONFUNDÍVEL QUE HONRA E DGNIFICA A NOSSA NACIONALIDADE. PORQUE SÓ OS IMBECIS SE LEVANTAM CONTRA AQUELES QUE, ATÉ COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA, NÃO RECUAM QUANDO NA DEFESA DA JUSTA CAUSA”.

    AQUELES QUE LEVANTAM CALÚNIAS E DIFAMAÇÕES SOBRE O MODUS OPERANDIS DOS VERDADEIROS JORNALITAS COMO JUCA KFOURI E PAULO CEZAR, CALEM-SE, PORTANTO, DE AGORA EM DIANTE.

    ANDRADE NETO, ORBIS PALMATORIUM.

  5. RATONES

    Só espero que tenhamos atletas para colocar na proxima Olimpiada, pois ja foram pegos só este ano 26 atletas no exame antidoping.

  6. Cadu

    Se a legislação é arcáica como você diz Paulinho, podemos então partir em busca de mudanças para melhora-la, mas até que se faça, é obrigação dos atletas terem conhecimento dela e a obedecerem.

    Desculpa, eu não acho que ela tome anabolizantes ou algo parecido, mas ingenuidade, ou ignorância, não são desculpas. Está na lista de substâncias proibidas? então não tome, tomou e foi pego no exame? Então que seja suspenso por dois anos e em caso de reincidência banido do esporte.

    Só aqui no Brasil pra defendermos que descumpre a lei.

  7. Diego

    Paulinho, leia o que o Juca Kfouri escreveu sobre o caso.
    A Daiane não compete a mais de um ano, e só voltará a competir no ano que vem, assim ela foi “flagrada” durante o periodo de inatividade.

  8. Joao Psiricon

    “utilizar um produto diurético que, obviamente, em nada lhe possibilitaria vantagem.”

    vc sabe o q a furosemida pode fazer por um atleta?

    alem de mascarar o consumo de outras substancias, ela faz com q o atleta perca peso muito mais rapidamente.

  9. RT

    Pq a Daiane é vítima de injustiça? Só pq é negra e brasileira? Vamos parar de achar que aqui todo mundo é perseguido e coitadinho. Independente de quem seja, se fizer algo errado deve ser punido. A triatleta que foi pega com a mesma substância tb foi punida e cumpre 6 anos de suspensão, bem mais do que a que está sendo cogitada pra Daiane e ninguém em lugar nenhum veio a público chamá-la de coitada, vítima e bode-espiatório.
    E mais, se tomou o tal diurético proibido, algum benefício ela estava tentando alcançar, seja este o simples controle de peso. Existem outras formas de se controlar peso. Fechar a boca, se exercitar entre outras que não são proibidas pela WADA. Aposto que ela não estava com ma simples “bexiga presa”.

  10. kasparaitis

    detalhe, ela tem 26 anos. num devia estar aposentada não? carreira de ginasta normalmente vai só até os 22, 23…

    mas tranquilo, o Brasil ainda tem a queridinha da Globo, Jade Barbosa, pra próxima Olimpiada.

  11. claudia venus estetica

    De fato, a situação é grave e não só no Brasil, li ha muito tempo atraz nas paginas amarelas da Veja, uma declaração de um médico do COI, dizendo textualmente que 90% dos atletas se dopam e que 80% deles desenvolvem meios de fraudar os testes. Assustador

  12. claudia venus estetica

    Perfeito, enquanto não pararmos de defender essa politica de “dois pesos, duas medidas”, é uma grande hipocrisia ficar bradando por justiça e mudanças. Paulinho, em minha opniao voce mandou muito mal neste post.

  13. michael

    para mim a maioria dos jornalistas é igual a fofoqueira… vai repassando sem saber do que se trata, sem falar com ambas as partes, … por isso que eu odeio a imprensa em geral…

  14. ZECA

    SE INFORME…DAIANE ESTA NAMORANDO UM LUTADOR DE VALE TUDO, QUE EH O PARAISO DO DOPING E ONDE ESSA SUBSTANCIA E MAIS COMUM DO QUE AGUA. DUVIDO MUITO QUE ELA SEJA INOCENTE!!

  15. 6-3-3-13 rumo à 14a.

    Os EUA defendem com unhas e dentes os seus atletas. Alguém pegou Agassi em exames anti-doping? Não. E foi detectado. Aqui é o contrário. Os dirigentes jogam contra. Parece que eles detestam os atletas. Segundo o documento divulgado pelo Clube Pinheiros, a ginasta não poderia ter passado por exames antidoping justamente por não estar competindo. E que caberia à CBG informar às entidades superiores de que a atleta estava inelegível para testes. Sabe o que disse a dirigente da CBG Georgette? Disse o seguinte: “Não conheço esse tipo de procedimento” Demite por incompetência. Com um amigo desses para que inimigos. Nem trabalhar sabe. Demite.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: