Advertisements

Tentando abafar o pacto

O desespero dos participantes do “Pacto dos Aflitos”, que tiveram sua reunião escancarada por este espaço, fez com que transformassem uma festa de aniversário em encontro de oposição.

http://blogdopaulinho.com.br/2009/10/05/o-pacto-do-aflitos/

A intenção, claro, é de esconder a informação de que pretendem limpar a barra de Nesi Curi no Corinthians.

Estiveram presentes no aniversário de José Alves, 70 anos, advogado da família Dualib, membros de todos os setores do clube.

Situação (até em maior número) e oposição.

Durante o dia, um daqueles que fazem parte do baixo clero de Andres Sanches, tratou de tentar apagar o incêndio causado pelo vazamento da reunião do Recife, e ficou horas ligando para os jornalistas de plantão.

Os que estavam informados do evento, divulgado há semanas, não embarcaram na mentira.

Advertisements

Facebook Comments

20 comentários em “Tentando abafar o pacto”

  1. O futebol cor de rosa

    O futebol está mudando de cor.

    Outro dia no jogo Santo André e São Paulo, lá em Ribeirão Preto, Eduardo Ratinho entrou no segundo tempo com uma chuteira cor de rosa que doía a vista.

    O cara começou no Corinthians como uma grande promessa, andou pela Europa, não deu certo, voltou e hoje com todo o respeito é reserva do Santo André.

    E ainda joga de chuteira cor de rosa.

    Sábado, no Pacaembu, Elias, do Corinthians, também calçou uma chuteira cor de rosa e desfilou pelo gramado.

    Eu sei que os patrocinadores e os fabricantes de chuteiras comandam a situação.

    Os jogadores, por contrato, são obrigados a usar certos produtos que talvez nunca comprassem na loja.

    Quem compraria uma chuteira cor de rosa? Para jogar onde?

    Na várzea não dá. Tira ou apanha.

    No entanto sou obrigado a reconhecer.

    O cara tem que ser corajoso para usar uma chuteira cor de rosa.

    Nem a Marta usa.

    Nada contra a cor e sem preconceito, por favor.

    Sou do tempo que rosa era para menina e azul para menino.

    Outros tempos. Tempos de chuteira preta, engraxada pelo próprio jogador e com prego furando o pé.

    Muita gente usou e ganhou muitos títulos assim.

    E não faz tanto tempo, não.

    Hoje vão de chuteira cor de rosa e de várias outras cores.

    Tem chuteira amarela, vermelha, roxa, lilás, azul, branca, a que mais tem se usado e até algumas pretas.

    Depois quando dizem que o futebol está cheio de frescura os caras ficam bravos.

    Êta mundo colorido, hem?

    Cor de rosa, é? Então, tá então.

    http://blogs.jovempan.uol.com.br/quartarollo/2009/10/05/o-futebol-cor-de-rosa/#comments

  2. E daí?

    Eu uso camiseta rosa e nem por isso sou homossexual!

    Esses “jornalistas” implicam com tudo!

    Agora o cara quer que o jogador jogue com chuteiras ridículas?

    Ah, vá pra merda… cada uma!

  3. É, eu também sou do tempo que rosa era coisa de menina e futebol era coisa de menino e mulher que gostasse de futebol era chamada de maria machadão, sapatão ou qualquer coisa que o valha. Sinal dos tempos, não?
    Agora temos até mulher comentando em blog de futebol. Vê se pode?!?!

    É a primeira vez que imaginei que uma mulher retransmitiria um comentário tão retrógrado desses. Que retrocesso!!!!

    Coisas que só vemos neste sítio.

  4. Meu amigo corinthiano. Sei que se voce lê este blog diariamente deve estar um tanto quanto indeciso. Deve estar receoso de usar a camisa do Timão.
    Sei que voce já deve ter lido toda minha estória de conversão (prefácio e os 3 capítulos). Por isso preste atenção no que voce está se envolvendo… O S.C.C.P. não tem mais jeito, infelizmente… PORTANTO, VOCE AINDA TEM OPÇÃO.

    Sei que toda mudança traz insegurança.
    E se a indecisão ofusca a sua visão, eu te entendo.
    Mas te digo. Tenhas coragem de mudar. A coragem é um dos sentimentos mais bonitos que existem.
    Saia dessa condição que voce se meteu. A mídia entrou na sua mente e hoje voce não consegue sair deste “status quo”.
    Pare de se enganar.. Voce quer tudo, mas não tem nada. Está na sua frente e voce não poder tocar. É ilusão.

    Te dedico a minha canção favorita, que fala sobre ILUSÃO para que seja enfim, um palmeirense. Assista o vídeo e leia esta mensagem.

    http://www.youtube.com/watch?v=_AMS3XNK9CU

    Boa sorte !!!

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  5. É verdade, se o florinthians quer jogar de roxinho qual é o problema???

    A manutenção da camiseta roxa foi uma sugestão do ídolo Ronaldo, inclusive foi incrementada com detalhes em dourado à pedido dele. Um luxo. O próximo passo são plumas e paetês colados ao uniforme para virar um carnaval completo, pois o uniforme já conta com as trocentas propagandas características dos abadás de micaretas.

    Falando em carnaval, Ronaldo já declarou que irá emagrecer até o final do ano para, quem sabe, disputar o posto de madrinha da bateria da Gayviões, pois o sonho dele é se travestir com muito brilho e rebolar na avenida. Após a lipo realizada no meio do ano, uma cirurgia para colocar silicone nos seios já estaria agendada para o final do ano.

  6. Mas eu nao entendo o porque de isso ser noticia. Nem novidade é? Quem aqui nao sabe que o Andres era da curriola do Dualib? Que participou de toda a historia da MSI? Então qual o espanto dele se associar a Nesi Cury e outros de seu quilate?

  7. Talvez o preconceito esteja em sua cabeça, já que o texto cita dois jogadores do Corinthians, talvez por isso o texto não lhe tenha agradado. se fosse de outro clube estaria dando gargalhadas.

    Um dia sem rir dos enrustidos corinthianos é um dia perdido.

  8. Caro ‘Tricolor 6-3-3’. Tive que recorrer ao google para descobrir o que era ‘paetê’. Eu, Corinthiano, não sabia. E você, são paulino que é, sabe. Ta por dentro, hein moça? Sabe de tudo de plumas e ‘paetês’. Parabéns! É carnavalesco também? Eu não iria estranhar isso..

  9. Prezada,
    até onde sei Eduardo Ratinho não é jogador do Corinthians, o que invalida toda a sua tese.
    E em nenhum momento expus a minha preferência clubística, qualquer que seja ela. Acho que o preconceito está em você, cara blogueira.
    E não, não sou o Fernando que assina os textos anteriores.

    Até mais!

  10. Os 2 termos podem ser tomados normalmente, mesmo que a palavra ESTÓRIA esteja em processo de desuso.
    Sou um amante da liguagem culta e romântica.
    E disso faço questão.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  11. Claudinha,
    Ás vésperas do pleito “tampão”, orquestrado por gente da pior laia, o Nesi ligou pessoalmente para cada Conselheiro do clube, pedindo que todos votassemos no Andres, pois ele sim, era “dos nossos”…
    Disse, que deveriamos ter muito cuidado com a “turma do Garcia”, pois iriam fazer uma devassa nos documentos, e iria sobrar prá todo mundo.
    A partir daquele dia, tive certeza, de que poderia vir a apoiar, até o Zina para presidente, mas esta corja que está aí, JAMAIS !!!!

  12. Acho que vc está confundindo o Ronaldo com o Rycharlysson.
    Eu sei…a inveja deve doer mesmo. É duro ver o maior artilheiro das copas jogando naquele clube que vc odeia tanto, que te bate sempre…Aí você vai ver seu time jogar e os atacantes são Borges, o “entra-e-sai”, Dagoberto, “A Farsa” e Washington, “O Diabético-Cardíaco”…
    Calma. Um dia melhora.

  13. Enrustidos corinthianos?
    É claro que existem gays corintianos. A torcida do Corinthians é a maior em todos os segmentos da sociedade. De médicos a operários. De policiais a traficantes. De dondocas a postitutas. De milionários a sem-teto.
    A diferença é que o Corinthians não se incomoda com isso. Ao contrário do maior inimigo e daquele que implora para ser nosso rival, o Corinthians nunca foi elitista e nem racista. A história de que são-paulino é gay não tem tanto a ver com homossexualismo e sim, com “frescura”, preconceito de classe, elitismo, comportamento burguês, discriminação das coisas do povo, é um comportamento enraizado e babaca que reflete até nos “bambis” pobres e semi-analfabetos, que chamam nós corinthianos de favelados, ralé, pobres. Enfim, maloqueiros. Graças a Deus!

  14. Tricolor 6-3-3.
    Parece que você se empolgou com o assunto.
    Só pra esclarecer. Roxo nunca foi uma cor associada a feminilidade. É uma cor associada a luto, morte. O vermelho que seu clube usa é uma cor muito mais feminina em nossa cultura do que o roxo. É só pensar nas divas de batons e unhas vermelhas, nas lingeries vermelhas, e por aí vai.
    Só um comentário para diminuir sua imensa lacuna cultural.

  15. Esse Fernando ai tá de brincadeira, quem que vive de carnaval é a GAYVIÕES não é mesmo???

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: