Advertisements

Antes, a neta: agora, a filha

Da FOLHA DE SÃO PAULO

Por CLÓVIS ROSSI

Ofereço, de graça, ao senador Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, uma defesa infalível para a eventualidade de ele vir a ser denunciado ao Conselho de Ética por ter pago viagem da filha aos Estados Unidos com dinheiro público.

É grátis porque se trata de cópia da defesa que o presidente do Senado, José Sarney, usou para justificar a sua interferência para empregar o namorado da neta às custas do meu, do seu, do nosso bolso.

Basta que Guerra diga, como Sarney, que pai nenhum se recusaria a atender a um pedido da filha para acompanhá-lo no delicado momento de uma consulta médica nos Estados Unidos (a propósito, o Senado não tem um belo corpo médico, também pago com o meu, o seu, o nosso dinheirinho?).

Se o argumento de Sarney serviu para que todos os pedidos de investigação fossem arquivados por aquele sub do sub do sub que preside o Conselho de Ética, por que Guerra também não seria sumariamente absolvido?

Aliás, o sub do sub do sub acaba de inventar um artigo novo na praça.

Antes, havia condenação sumária; agora, há absolvição sumária.

Investigação, que seria o correto, nadica de nada.

Repetir a, digamos, “defesa Sarney” teria tudo a ver.

Afinal o, digamos, “espírito Guerra” é idêntico.

A qualquer mortal comum jamais ocorreria usar dinheiro público para levar a filha para viajar.

Para um senador é o normal.

Mesmo que, em uma urgência urgentíssima, o senador tivesse que fazer a filha viajar por conta do Senado, imediatamente depois ele correria, não fosse o “espírito Sarney/Guerra”, a devolver o dinheiro aos donos (eu, você, todos nós).

Mas, como senador é um animal acima dessas miudezas, Guerra diz que não devolveu nem vai devolver porque não foi cobrado.

Aposto que o sub do sub do sub aceita também esse argumento.

Facebook Comments
Advertisements

3 comentários sobre “Antes, a neta: agora, a filha

  1. Jorge

    Ué, mas não é esse mesmo Sérgio Guerra que pediu a cabeça do José Sarney dando discurso moralista??????

    É tudo farinha do mesmo saco.

  2. zeluiz

    Falsos moralistas são piores.
    Lobos em pele de cordeiro.
    A farinha é a mesma, o saco é o mesmo.
    Só muda o método da enganação.
    Todos eles são iguais.
    L a d r õ e s

  3. peterson luiz

    Olha rapaz eu tenho certeza que ou você é um ex- menbro ou uma pessoa que nunca foi em um culto.
    Mais isso é o de menos mais pode crer se essa obra é de Deus,ele vai fazer justiça,a sua boca te condena. -CUIDADO RAPAZ-

    ” igreja universal mudou toda minha vida e familia ”
    foi la que conheci a Deus.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: