Advertisements

O hábito de mentir

Teclado de computador:

Q W E R T Y U I O P ´[

Repare no posicionamento das letras “E” e “I”.

Erro de digitação ?

luxatwi

Facebook Comments
Advertisements

36 comentários sobre “O hábito de mentir

  1. Fernando

    Caro Paulinho,o Juca é um excelente jornalista e serve de parâmetro para várias opiniões minhas,assim como para você.Mas seja um jornalista melhor ainda do que ele,continue fazendo seu bom trabalho investigativo e não fique alimentando essas pequenices.Conheço sua história,vejo seu progresso e torço por você,abraço.

  2. calloni

    nao deixa de ser um erro de digitacao paulinho… causado pelo erro de portugues que tem na cabecinha do madureira hahaha

    entao ele nao ta errado nao 😀

    o importante eh rir da mediocridade das estrelas… sao que nem cometas… caem caem caem

  3. Lucas

    Isso não é um pouquinho de implicancia demais?O.o
    Pra ser treinador de futebol precisa ser professor de portugues?

  4. calloni

    paulinho… olha soh oq acabei de notar… no blog do luxa tem um post logo antes do da demisao… Saída de Keirrison para o Barcelona-ESP

    veja que a postura do luxa no blog EH MUITO diferente da postura dele na entrevista… no blog nao falou nada demais… mas nos holofortes…

    to achando que Luxa cavou a sua demissao do palmeiras

    ou foi tudo um show de midia pra justificar uma demissao que estava mais que clara… o palmeiras louco por muricy e por cortar custos… luxa louco pra manter seu salario…

    mas como eh tudo la no palestra… acho que a pizza deu uma queimadinha

  5. Emerson

    Concordo plenamente com o cara ai de cima…

    Apesar de o cara fazer o que faz, é ser humano, e pode muito bem não saber a escrita de uma ou outra palavra…não podemos confundir as coisas…

    Paulinho: Não há problema algum em errar uma palavra, acontece. O problema é MENTIR dizendo que foi erro de digitação

  6. Milan Lemos

    Paulinho, erro de digitação.
    Pensou algo e escreveu diferente. Apenas isso, nada demais.

  7. Fabio Queiroz

    Para com isso.
    Esse tipo de erro acontece com muitos.
    Ou vai dizer que você não cometeu alguns erros de digitação, ou confundindo o significado das palavras?!

  8. Leao

    Erro os cambaus. No minimo o laptop do doutor Vanderlei, Vanderley, Wanderlei ou Wanderley Luxemburgo deve ter captação de texto por voz. E como o cara é mestre auto-didata em português ele jamais usará editor de texto. Deu nisso aí.

  9. Roque Silva

    Faço minhas suas palavras.
    O Paulinho já é conhecido no Brasil todo.
    Moro no RJ e todos que gostam de futebol comentam como ele é bom e a necessidade de ter um cara como ele por aqui.
    O Problema é que já tá ficando ridículo com essas atitudes.
    Sem contar que está indo no mesmo caminho de ótimos jornalistas, que tem como único defeito, não assumirem quando erram.
    Juca Kfuri e Renato Maurício Prado.
    Vai acabar jogando uma carreira brilhante pela frente por causa de coisas bobas.
    Abcs.

  10. Roque Silva

    O problema não é errar ?
    E porque você o criticou mesmo antes dele corrigir o erro ?
    Paulinho, você é fera !
    Não precisa mais se ater a essas coisas pequenas, cara !
    Nós, aqui do RJ, comentamos todos os dias, a necessidade de um cara bom igual a você aqui.
    Penso eu que você não precisa mais disso.
    Abcs. e parabéns mais uma vez pelo blog.

  11. Benê Lima

    Vejo que a questão não é a natureza do ERRO, é o desvio de caráter que a desculpa para o tal erro EVIDENCIA.

    O que Luxa fala para muitos é lei; o que o Paulinho enuncia precisa ser comprovado. Eis a razão para ele (Paulinho) trazer à baila coisa aparentemente – mas apenas aparentemente – pequena.

    De primeira. Aqui em Fortaleza, organizamos o 1º Seminário Cearense de Futebol Feminino, propondo a revolução de uma relação sistêmica entre o futebol amador e o profissional. O IWL local foi convidado a participar do evento e o fez. Mas, o que senti foi que a imagem de Luxemburgo tem atrapalhado os negócios, isso pela visão de alguns franqueados.

    Precisa falar mais alguma coisa?

    Benê Lima.
    benecomentarista@gmail.com

  12. Hugo - Corinthians

    23 Anos em 7 Segundos
    O Filme do Fim do Jejum Corinthiano
    por Celso Sabadin
    http://br.cinema.yahoo.com/filme/16000/critica/10239/23anosem7segundosofimdojejumcorinthiano

    Conversando outro dia com meu amigo, colega de crítica e emérito santista Luiz Zanin, ele me perguntou se eu, como corinthiano, não achava que estaria havendo uma “overdose” de filmes sobre o Corinthians. Evidentemente, também como corinthiano, eu só pude responder que nunca haverá uma overdose se o assunto é o Corinthians. Ao que Zanin me respondeu que, na verdade, eu não teria senso crítico para analisar esta questão. No que ele tem toda razão. Não é possível ter senso crítico e ser corinthiano numa mesma encarnação. No céu, se escolhe: ou um, ou outro. Toda esta divagação foi motivada pelo lançamento do filme 23 Anos em 7 Segundos, belíssimo documentário que narra a via crucis pela qual passou o Sport Club Corinthians Paulista entre 1954 e 1977, período de total estiagem de títulos, de qualquer campeonato, em qualquer categoria. Período também em que, paradoxalmente, a torcida alvinegra cresceu e se tornou ainda mais fanática. Partindo do pressuposto de que seria possível dissociar a função de crítico de cinema com a divina condição de ser corinthiano (ainda que esta possibilidade inexista), tentarei falar do filme com o coração isento, analisando a obra apenas sob seu aspecto cinematográfico, apesar das lágrimas que teimam em me nublar os olhos cada vez que recordo uma cena especial. Os cineastas Di Moretti (roteirista de mão cheia, estreando agora na direção) e Julio Xavier conseguiram realizar um filme que une grande apelo emocional a uma excelente profusão de informações e fantástico material de arquivo. São exibidos históricos momentos da decisão de 1954 (disputada na verdade no início de 1955) e da própria capital paulistana, na época, registram-se com emoção a famosa “invasão” do Maracanã, passeia-se por divertidíssimos depoimentos de corinthianos históricos, até desembocar na inesquecível final contra a Ponte Preta, ponto final do jejum. Tudo com uma montagem primorosa, que contrapõe depoimentos (conflitantes ou não) de várias personalidades ligadas ao Cortinthians, ex-jogadores, jornalistas e torcedores, com direito a uma “bobeada” inédita de Vicente Matheus, que certa vez confundiu “vitiligo” com “logotipo”, no confessar da viúva emocionada, Dona Marlene. Juca Kfouri leva a platéia às lagrimas ao contar como o campeonato foi conquistado pela força – inadvertida – do filho do técnico Oswaldo Brandão. O bonachão Neto leva o público às gargalhadas com seu jeito deliciosamente caipirão e sincero. O herói Basílio desaba de chorar ao lembrar da mãe. Wladimir mal consegue falar de tanto rir. E é assim, entre emoções incontidas, que o filme mostra – várias e várias vezes – o momento do gol decisivo. Não seria demais? Volto a repetir o que disse a Zanin: se o assunto é Corinthians, nunca é demais. Mesmo porque a diretoria alvinegra promete novas produções sobre o tetra brasileiro, o Mundial de 2000 e sobre o centenário do clube, ano que vem. Se os torcedores dos outros times se emocionarão ao ver o filme? Com certeza sim. Afinal, inveja também não é uma emoção?

  13. Fábio

    Concordo com vc Milan,
    Isso acontce com todo mundo. Ainda que as teclas estejam distantes, uma pessoa errar por distração. É erro de digitação do mesmo jeito. É questão de dar o benefício da dúvida. Perdeu uma enorme oportunidade em ficar quieto.
    Agora o Paulinho quer ver pêlo em ovo o tempo todo…
    Daqui há pouco vai detectar mentira no espirro do Luxemburgo.
    Aí já é demais.

  14. Sidnei

    Nossa, isso é tão irrelevante que deveria simplesmente ser ignorado….esse tipo de perseguição, pode afundar seu trabalho de uma forma lenta e gradual….reveja seus conceitos. abraço!

  15. Camargo

    Paulinho, sei que às vezes é difícil manter o nível das postagens. Porém, você está pegando demais no pé do cara. Isso não é “jornalismo de credibilidade”, isso é perseguição mesquinha.

    Quanto ao resto do que você fala dele, assino embaixo.

    Abraços!

  16. geraldo lina

    EU NAO SEI QUEM VALE MENOS.
    QUEM MENTE OU QUEM FINGE NAO VER AS MENTIRAS.
    PIOR, O MESMO CARA, AS MESMAS DESCULPAS E AS MESMAS MENTIRAS.
    A VAIDADE DESSE ESCROTO ME DAH NOJO, ASSIM COMO TUDO QUE CERCA AQUELA PIADA CHAMADA CASA DE TOLERANCIA.
    ***(*) ******(*)

  17. Everson

    qual o pobrema nisso ????
    haha…
    cada coisa pra se preocupar hein….
    lamentavel…
    vms cuidar da vida né gente boa…
    kkk

  18. Fusinei

    BLOG DO PAULINHO – Jornalismo com Responsabilidade
    A palavra “responsabilidade” é usada a torto e direito ultimamente, como podemos ver.

  19. andyvines

    o Luciano do Vale na epoca de Pan Americano fez um alarde sobre campeonato feminino, o q de pratico ele esta fazendo? gostaria de saber, pois ele nunca mais tocou no assunto com tanta enfoque

  20. Silvio

    Paulinho, esqueça o Luxemburgo Marcel Figer não quer mais saber por enquanto do Luxa trabalhar no Brasil, procure outro para pegar no pé.

  21. Fernando

    Bom Paulinho,eu que,na hora de falar sério,o critiquei pela última reportagem,vou levar saudavelmente na brincadeira,e aproveitar para te relatar a pérola do Cosme Rímoli(este sim teve aulas de português,enquanto universitário) escreveu um “enquando” que doeu em mim ao ler.Está no blog dele,na reportagem :”Detalhes da saída de Luxemburgo. Muricy. E Diego Souza tem proposta do futebol alemão…”

    Salvei em meu computador,se não achar mais e quiser,me peça o arquivo.
    Abraço

  22. Rogério Lagos

    Grande Paulinho! Blz?

    Fiquei um pouco fora de sintonia nessas últimas semanas, o que piorou de ontem para hoje, com a saída do Luxemburgo, Keirrison… Estive ontem na Academia e presenciei com “prazer” toda a confusão. Prazer, entre aspas, porque nunca é bom ver bagunça no time do coração. Porém, prazer absoluto ao ver o Luxemburgo fora do Palmeiras, levando o Keirrison de brinde. Ou vice-versa.

    Acredito que essa tal “quebra de hierarquia” seja uma desculpa qualquer para desviar as atenções para o verdadeiro fato: o Palmeiras quer Muricy! E faz tempo… Ouso dizer que desde a chegada de Beluzzo, e você sabe disso.

    Agora quanto ao erro de digitação do “pofessô”, ao contrário da maioria de nossos colegas que comentaram no blog, concordo com você. Não há nada demais em mostrar que a mentira na vida do Luxemburgo já virou um hábito. Poxa… O problema não está no fato dele errar! Todos erram! Mas sim no ato de mentir, dizendo ser um erro de digitação. A nossa bronca não está por essa mentirinha infantil, mas sim no conjunto da obra. Se esse cara mente por tão pouco, imagina o quanto já mentiu na vida por coisas maiores…

    É isso aí, Paulinho. Jornalismo sim. Estes são detalhes relevantes para formarmos opinião em relação ao Vanderlei. São detalhes que só quem tem a técnica jornalística é capaz de saber a sua importância no todo. Pena que agora o grupo de “jornalistas por vocação” vai crescer deliberadamente, mas eu ainda tenho esperanças. E você?

    Um grande abraço,

    Rogério Lagos

  23. Rodrigo

    Quem disse que o Luxemburgo mentiu quando disse que foi um erro de digitação?
    Aliás, por favor, defina o que é um erro de digitação. Depois responda: você nunca errou a grafia de uma palavra?
    Seja humilde.
    Se não se convencer leia “Viver para contar”, do Gabriel García Marquez. Você vai se impressionar sobre o que ele fala sobre sua relação com erros de ortografia.

  24. diogo lhp

    nesse caso quem esta deturpando a verdade eh vc…ele nao disse q errou a tecla ddisse erro de digitaçao..o mesmo que digitar errado…se ele nao sabe a escrita correta e digitou errado eh portanto um erro de digitaçao….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: