Advertisements

Contravenção vs. Obsessivos

 

Há uma guerra política dentro do Corinthians.

E ela envolve setores de uma mesma administração.

A divisão é clara.

Andres Sanches prometeu para os dirigentes ligados ao grupo “Corinthianos Obsessivos” que, em sua reeleição, as “asinhas” de André Negão e Mané da Carne seriam cortadas.

Que precisava deles apenas durante o período eleitoral.

Disse ainda que faria uma faxina no clube.

Todos foram enganados.

E estão revoltados com a situação.

Além de descumprir a promessa, Andres Sanches ampliou o poder dessa gente.

Os “Obsessivos”, que durante a campanha utilizaram-se do discurso “comprado” do presidente, assinaram mais um atestado de burrice.

Tem agora, que ficar a todo instante, explicando o motivo das coisas não terem acontecido da maneira que disseram.

O Parque São Jorge se tornou um grande esgoto.

Com áreas bem delineadas.

Quem comanda tudo, com mão de ferro, é a contravenção penal, representada por banqueiros do “jogo de bicho”.

Recebem o apoio daqueles que por anos se locupletaram dos esquemas criados por Nesi Curi.

Entre eles vendedores de carne superfaturada, donos de concessionárias, delegados de conhecido passado desqualificante e até desembargadores de pouca coragem.

Além disso, um conhecido “bingueiro” juntou-se a trupe.

Os “Corinthianos Obsessivos”, formados por advogados do Largo São Francisco, e alguns intermediários entre a torcida organizada e o clube, perderam muito de seu espaço.

Por este motivo, a cada dia, demonstram sua insatisfação.

O quadro atual é de provável divisão na política corinthiana.

Resta saber de que maneira isso será possível.

Ao realizarem fervorosos discursos de apoio e, principalmente defesa INCONDICIONAL dos erros da gestão de Andres Sanches, os “Obsessivos” vincularam-se e tornaram-se cúmplices de tudo o que vem acontecendo dentro do clube.

Não há mais como separar um grupo do outro.

O ônus político da conivência com as falcatruas será sempre lembrado e cobrado pelo associado do Corinthians.

Ser parte de um grupo político não pode se sobrepor aos interesses do clube que deveriam defender.

Muito menos dá o direito de fechar os olhos para arbitrariedades ou “falcatruas” cometidas entre seus membros.

A busca “Obsessiva” pelo poder tratou por afastá-los dele.

Nem tudo se aprende em boas Universidades.

A vida ensina muita coisa para quem estiver aberto ao aprendizado.

Facebook Comments
Advertisements

19 comentários sobre “Contravenção vs. Obsessivos

  1. Dr.Castilho

    e vc, o q tha aprendendo na universidade?

    ta com falta de assunto?

    e pelo jeito continua tendo acesso aos emails deste grupo obsessivo

  2. Gustavo Leite

    Este clubinho da marginal s/n vai fechar as portas, fecha logo …. vcs estão na falência!!

  3. Rodrigo

    Se esta “rachada” pq ainda estão lá ?

    Pq não abandonam o barco e tirem o corrupto de lá ?

    Não acredito que esteja “rachada”.

    Paulinho: É que além de obsessivos pelo poder são covardes e não peitam os bandidos que lá estão

  4. Helio Souto Jr

    É Paulinho, vai ver que foi por isso que demitiram o tal treinador que vc disse que era honesto e até agora não colocaram ninguém no lugar. Estão fazendo peneiras de treinador para o Infantil há 1 semana da estréia do torneio. Nem o A.D Guarulhos aqui do lado de casa está assim.

    Podemos dizer que a diferença entre os atletas dos 2 times são gritantes a favor do Corinthians, mas são mais gritantes a favor de quem comanda o AD Guarulhos. Muito mais profissionais, éticos e inteligentes que essa turminha de bandidinhos semi-analfabetos do Corinthians.

    Mas são honestos….

  5. Jair marinho

    Por Rogério Micheletti

    O Majestoso pode não ser o clássico mais famoso do Brasil. Mas, sem dúvida, tem um charme especial. Corinthians e São Paulo são ao mesmo tempo tão diferentes, mas tão parecidos. Tão distantes, mas tão próximos. Abaixo dedico todas as comparações aos mundos tricolores e alvinegros. Cito amigos, ídolos… Que sirva como um pedido de paz por todos os duelos entre os gigantes.

    – São Paulo razão. Corinthians emoção.

    – São Paulo organização, planejamento, realidade. Corinthians sonhos, sonhos, sonhos…

    – São Paulo do grande estádio. Corinthians quase sempre maioria nos grandes estádios.

    – São Paulo preto, branco e vermelho. Corinthians preto, branco… e também um pouco de vermelho.

    – Corinthians do filho da Dona Guiomar: Sócrates. São Paulo do filho da mesma Dona Guiomar: Raí.

    – São Paulo pó de arroz. Corinthians fumaça preta.

    – São Paulo da garoa. Corinthians inundação.

    – São Paulo das mansões. Corinthians do “Casagrande”.

    – São Paulo do Marco Aurélio Cunha. Corinthians do Citadini.

    – Corinthians do provocador Vampeta. São Paulo do provocador Souza.

    – São Paulo por Alberto Helena e Alexandre da Costa.

    – Corinthians por José Geraldo Couto e Celso Unzelte.

    – São Paulo do Pinheiros. Corinthians do Tietê.

    – São Paulo do Nando de Itaquera. Corinthians do Nando do Morumbi.

    – Corinthians de Itaquera, Tatuapé, Vila Maria… São Paulo da Barra Funda, Morumbi, Campo Limpo…

    – Corinthians do Rubinho Barrichello. São Paulo do Felipe Massa.

    – São Paulo do Lima Duarte e Tony Ramos.

    – Corinthians do Dan Stulbach e Antônio Fagundes.

    – São Paulo do Netto (com dois tês).

    – Corinthians do Neto, o “Eterno Xodó”.

    – Corinthians do DJ Marcianno (com dois enes).

    – São Paulo do “ET”, o divertido Cachoeira.

    – Corinthians dos Gils: Gilberto Gil, atacante Gil, Raul Gil… Corinthians dos Chicos: Chico Xavier, Chico Lang, Chicão zagueiro goleador.

    – São Paulo dos Franciscos: Francisco sogro-amigo, Francisco saudoso tio, Kalef João Francisco, Francisco Jesuino Avanzi, o guerreiro Chicão.

    – Corinthians do Tom: o Tom Zé. São Paulo do Vinícius: que não é o Moraes. Corinthians do Toquinho: é ele mesmo!

    – São Paulo dos Ronaldos: Ronaldão e Ronaldo Luís, o “Homem Trave”. Corinthians dos Ronaldos: goleiro-roqueiro-torcedor e Fenômeno.

    – São Paulo do Michel Júnior do ABC, do Sandrão ex-Vila, do cunhado Roberto, do Bolinha, do Thiago, da Elisa, da Paty, do Maurício, do Fábio, do Catta, dos Andrés, da Cris, da Vanessinha, da Greice, do Ronildo, dos Felipes, do Evandro, dos Paulos, do menino Matheus, do Hércules, do Huguinho, do Fernando Meligeni, do Mauro, do Canhoteiro, do Pedro Rocha, do Darío Pereyra, Lugano, do Roberto Dias, do Serginho, do Mineiro, do Rogério Ceni, do cocker Snopy…

    – Corinthians do Zeca MCA, do Ed de Santos, do Fernando da Vila Guilherme, dos outros Fernandos, da Mari, do Romuca, do eterno Mazarópi, do Renato, dos Paulos, do André, dos Zés, do Vitão e toda família, do Rodrigo, dos Rafas, dos Marcos, dos Tiagos, dos Marcelos, do Alemão, do Wesley, do Alberto, dos Sérgios, do Cesinha, do Caio, das Déboras, do Fausto, do Pedrinho, do Reinaldo, do Doutor Osmar, do Dudu, do Serginho Escadinha, do levantador Maurício, do Breno, do Pequeno Polegar, do Basílio, do Biro, do Wladimir, do Dida, da vira-lata Corina…

    – São Paulo dos italianos Rossi, Milani, Spinelli, Gottardini, Giglioti, Lalá da Mooca…

    – Corinthians dos italianos Olivetto, Milani (também), Bosio, Nalesso, Lancelotti, Carlotto, Amalfi do Ipiranga…

    – São Paulo do Careca goleador.

    – Corinthians dos bigodudos Zenon e Rivellino.

    – São Paulo, pênalti absurdo em João Paulo, 1986.

    – Corinthians, pênalti absurdo em Tinga, 2005.

    – Corinthians democrático, socialista… São Paulo capitalista selvagem por títulos internacionais.

    – São Paulo do Micheletti: o Mário. Corinthians do Micheletti: o Walmir.

    – São Paulo do Washington, o “Coração Valente”. Corinthians do Kennedy, o amigo “Nelito”.

    – São Paulo um tempo de Marcelinho Paraíba. Corinthians para sempre de Marcelinho Carioca.

    – São Paulo do Zezé Di Camargo. Corinthians do Luciano.

    – São Paulo dos três filhos de Milton e Lenice.

    – Corinthians dos três filhos de Waldemar e Aurea.

    – São Paulo do Juca: o Chaves. Corinthians do Juca: o Kfouri.

    – Corinthians argentino: Tevez.

    – São Paulo argentino: Sastre.

    – Corinthians do Lucas e do Luquinha, da Vereda Tropical.

    – São Paulo do Cassiano, do Cássio e do Tato Gabus Mendes.

    – São Paulo dos Menudos.

    – Corinthians da Rita Lee, a tua mais perfeita tradução.

    – Corinthians invasor do Rio de Janeiro.

    – São Paulo do Roger do Ultraje: o “Invasor de todas as praias”.

    – São Paulo dos Henrys: Aidar, Castelli…

    – Corinthians dos Silvas: Ayrton Senna, Lula…

    – São Paulo de Paulo Machado de Carvalho.

    – Corinthians do Pacaembu.

    – São Paulo do Portugal Gouvêa.

    – Corinthians do Matheus.

    – São Paulo do Juvenal.

    – Corinthians do Andrés.

    – Corinthians do Dualib.

    – São Paulo do Pimenta.

    – São Paulo, queda em 90 não admitida, decepcionante, volta por cima, cirurgia plástica, sorriso amarelo…

    Corinthians, queda em 07 com dor, cicatriz, choro, volta por cima, fratura exposta. (Exposta até nas telas).

    – São Paulo do Telê. Corinthians do Brandão.

    – São Paulo do Carlinhos Vergueiro, do Nando Reis, do Nasi, da Karina Bach, da Luana Piovanni, da Ellen Roche…

    – Corinthians do Xis, do Ice Blue, da Negra Lee, da Rainha Hortência, da Paula Lima, da Sabrina Sato…

    – São Paulo, minha vida: Kelly.

    – Corinthians, minha história.

  6. Luiz Franco

    Como se vê, coincidentemente parece passar muito mais sujeira pelo Tietê do que pelo córrego da Vila Sônia. Mais cedo ou mais tarde essa “pressão política” vai começar a atrapalhar demais o futebol dentro de campo. Aí não tem Ronaldo que salva…

  7. Marcelo

    Quem são e para que servem esses Corinthianos Obsessivos??? Apenas um grupo de amigos ou mais uma corrente política disfarçada???

  8. Jair marinho

    Caro Paullinho,
    Eu falei com o autor e ele deu a permissão para vc publicar o texto de Corinthians e São Paulo.

    Abraços

  9. Diol

    Paulinho, comi bronha ou você não fez nenhum comentario sobre Fiel o Filme, gostaria de saber se você assistiu e o que achou, se ja comentou ignore este comentario.

  10. Leao

    É briga de foice no escuro. Pelo menos o cara foi eleito. Bem ou mal o cara foi eleito. Foi uma briga fazer a eleição no Corinthians. Paixão é assim mesmo. Tenta-se de tudo para se eleger presidente. Pelo menos a eleição foi feita segundo o estatuto do clube. Tem clube que fajutou a eleição. Teve cadeiradas, unhadas, gritinhos, bofetadas e chiliques. Nem presidente de fato tem. É 171.

  11. Sandro

    Esgoto é o que vc escreve por aqui.Além de falar tanta besteira que nunca deu em nada fala que a casa do time que diz ser torcedor é um esgoto. Vc precisa pensar mais na hora de escrever algo.

    Paulinho: Não tapo o SOL com a peneira…

  12. MARCIO, o xará!

    ÔÔÔÔ JAIR MARINHO!!! Vai procurar um terreno baldio pra carpir!

  13. marcio

    Paulinho, a União das duas Alas, seria algo, como Contraventores obsessivos?

  14. Luis Gustavo

    Que fraco esse texto do Rogério Micheletti. Tentativa frustrada de promover o sao paulinho a partir do Corinthians.

    Meninas, esqueçam o Corinthians. Vao tentar criar rivalidade com o Juventus(da Mooca).

  15. JORGE

    PAULINHO, DÁ UM TEMPO POIS O CORINTHIANS ESTÁ DISPUTANDO AS FINAIS DO PAULISTA E ESSAS FOFOCAS SÓ AJUDAM Á CONTURBAM O AMBIENTE…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: