Advertisements

Divida fantasma

 

O Corinthians utilizou-se de “malandragem” para maquiar a desastrosa gestão financeira de Andres Sanches.

Com o intuito claro de “diminuir” a divida.

Engana-se o torcedor, mas na realidade, nada de prático acontece.

Raul Corrêa da Silva, vice-presidente financeiro, lançou no balanço, como “contas a receber”, uma dívida perdida com a máfia russa.

Situação constrangedora, que desmente o próprio discurso da chapa “Contravenção e Transparência”.

Andres Sanches sempre disse que a MSI nada devia para o clube.

Segundo ele, foi a administração de Alberto Dualib que teria lesado a empresa.

Agora o discurso mudou.

O presidente corinthiano resolveu lançar no balanço uma dívida que, todos sabem, nunca será paga.

R$ 60.070.000,00.

É ai que está o “pulo do gato” na apresentação de uma redução de dívida que nunca existiu.

O torcedor passa a acreditar que o valor será recebido pelo clube e por consequência a dívida será amortizada.

Uma mentira burra, que acaba por prejudicar o próprio mentiroso.

Facebook Comments
Advertisements

25 comentários sobre “Divida fantasma

  1. euclydes zamperetti fiori

    Este mala do Andrés Sanches e todos que participaram da administração Dualib, em meu entender são tão ou + culpados que o proprio, aqueles que apoiam Sanches, me fazem crer que recebem algo em troca.
    Que o clube esta dominado por agressores das leis é publico e notório. Onde estão os membros independentes dos poderes publicos que ñ tomam qualquer providencia?
    Membros dos poderes publicos que passaram nos concursos que convivem com aberrações tb podem e deveriam de ser punidos.
    Acordem corintianos do bem e,
    Acorda, Brasil
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  2. Luís Carlos

    Se você prestar atenção no balanço, verá um valor negativo lançado pelo mesmo valor como provisão para perdas com devedores duvidosos (PDD). Nunca um direito, ainda mais um direito que o próprio clube entende como de difícil (ou impossível) realização poderia diminuir uma despesa.

  3. Abdala

    Olá Paulinho, O SR RAUL esteve no salão nobre do corinthians com aresentações em powerpoint, naquela epoca para liquidar o SR Dualib, o que mais me chama atenção e que todos aqueles que eu vi no salão nobre aquele dia estão empregados no corinthians, Recordo uma sonora que saiu da boca do SR Andrés, ‘Vamos economizar cortando os funcionários que tem o salário alto, assim sobra $$ em caixa’ aparti daí começa as mudanças que segundo os números piorou ainda mais a situação do Corinthians!Deu pra notar que o SR Andrés esta esquartejando o corinthans,
    Abraço Paulinho,

  4. Murilo

    Paulinho,

    Realmente existe op valor a ser recebido, mas logo abaixo este mesmo valor está suprimido, não contando na soma de recebiveis…
    Olhe de novo e faça as somas e verá que este valor não está incluso na dívida declarada do clube.

    Abraço.

  5. Armando

    Po, Paulinho, vc deveria ensinar suas técnicas para identificar um balanço maquiado aos auditores da tal da BDO Trevisan…

    abs

    Paulinho: Qualquer criança de 10 anos percebe os detalhes que estou relatando na primeira lida no contrato

  6. George

    Paulinho,

    Note este exato valor também é integralmente provisionado (“provisão para crédito de liquidação duvidosa – MSI”), conforme demonstrado e explicado na Nota 4, I (“MSI – Contrato de Parceiria”), sendo portanto neutro nas Demonstrações Financeiras.
    Em outras palavras, como determina a boa técnica contábil, o Corinthians diz que a MSI lhe deve esse valor, mas afirma também que julga improvável que receberá tal quantia, razão pela qual faz um “crédito e um débito no Ativo Circulante”. O resultado é neutro nas Demonstrações Finaceiras, motivo pelo qual não pode explicar a “redução da dívida”…
    “Brinque de analisar”, à vontade, as Demonstrações Financeiras do clube. Investigue mesmo. Mas faça um trabalho minimamente digno e legal e, antes de publicar seus raciocínios amadores, ouça alguem que conheça a matéria para não escrever “pérolas” como este post.

    Paulinho: O que escrevi foi baseado no parecer de alguem que entende do assunto

  7. Marcia Lucia Miranda

    Palmeiras e Corinthians. Parece coisa de criança
    7/abril/2009 por Luis Carlos Quartarollo

    Palmeiras e Corinthians já decidiram que não jogarão no Morumbi, casa do São Paulo, se por acaso chegarem às finais do Campeonato Paulista. Continua a birra contra o tricolor. Ambos levariam a decisão para o Interior repetindo o que já aconteceu no turno.

    Eu se fosse dirigente dos times faria as finais no Pacaembu e Palestra Itália cobrando um pouco mais caro pelo ingresso, já que os jogos valem mais também, e atuaria perante a minha torcida, a mesma que me apoiou em todo o Campeonato. Se fosse preciso jogaria no Morumbi. E, daí?

    Quando falo de torcida, não estou falando de facções organizadas já que estas viajariam muito provavelmente como convidados especiais, avião ou ônibus e ainda com ingresso subvencionado pelos clubes. Esses sempre tem apoio dos dirigentes, embora eles finjam que não. O torcedor bom, aquele que paga mais caro e só reclama dentro do limite da vaia, esse deveria ser privilegiado.

    Mas os dirigentes parecem crianças. Agora tem uma briguinha com o São Paulo. Acham que se Palmeiras e Corinthians não jogarem lá, o São Paulo fechará as portas. Parece até inveja infantil. Não, retiro, inveja infantil é uma coisa boba, que não é perniciosa, é inveja de gente grande mesmo, o que é muito pior.

    Todos contra o São Paulo, o time que mais tem ganho ultimamente no futebol brasileiro. A melhor maneira de enfrentar o São Paulo é administrar melhor Palmeiras e Corinthians. O Verdão já fez isso várias vezes e se deu bem. Lembram-se da era Parmalat o quanto incomodava o São Paulo e quanto ganhou de títulos. A Traffic ainda é uma cópia mal acabada da empresa italiana.

    O Palmeiras precisa pensar grande e com a chegada do professor Luiz Gonzaga Belluzzo à presidência, imaginei que a mente ficaria mais arejada no Palestra Itália. Mas de vez em quando ele repete os mesmos discursos gastos e carcomidos da história rançosa de outros dirigentes. É uma pena. Belluzzo é uma figura de renome internacional que não tem o direito de pensar tão pequeno.

    O Palmeiras deveria tocar em frente os seus projetos. Como anda mesmo a reforma do Palestra itália? Cadê a Arena? Sairá da maquete ou não? Quem sabe com um estádio melhor poderia exigir mais de si mesmo e dos adversários.

    O Corinthians devia se preocupar com as mazelas da sua administração. Hoje é um clube altamente endividado por conta da ciclônica passagem de Alberto Dualib pelo Parque São Jorge. Não deixou nada em pé a não ser as dívidas que continuam chegando.

    Corinthians devia se preocupar com um Centro de Treinamento a altura de suas tradições, de bom nível e pensar em voar para o Mundo e não ficar plantado no Tatuapé e achando legal jogar em Presidente Prudente, Rio Preto, Araraquara, Ribeirão Preto, pensando que isso vá mexer com o São Paulo, o seu desafeto atual. O Corinthians precisa ganhar títulos importantes novamente, precisa voltar à Libertadores e mostrar a sua marca para o Mundo.

    Se esses clubes só ficarem se preocupando com o sucesso alheio não sairão do lugar. O invejoso sempre vive a vida dos outros e se esquece da dele. Nunca dá certo. Ainda mais quando é uma inveja boba e sem sentido por uma picuinha entre gente grande, que deveria estar mais preocupada em aglutinar do que dividir.

    E isso vale também para o presidente Juvenal Juvêncio, do São Paulo. A prepotência é a irmã mais velha da inveja. Ele deveria descer do pedestal para conversar com os mortais e perceber que na verdade é só mais um deles. O São Paulo também precisa dos adversários. Não dá para jogar sozinho, mesmo sendo muito competente.

    Em tempo: Todo clube tem seu ciclo vitorioso e quando isso acontece ele passa a ser alvo dos demais. Todos ficam contra ou com inveja dele. Já aconteceu com o Santos, com o Palmeiras, com o Corinthians e agora de novo com o São Paulo, só para ficar no nosso Estado. O ser humano parece odiar o sucesso dos outros. Ele só reconhece depois que a fase passou.

    Hoje muito zagueiro que foi driblado e até humilhado por Pelé e Garrincha conta a história como se fosse uma aventura, mas na época queria mata-los e ainda reclamava que os árbitros protegiam os dois. Assim também é com os times. Depois que passa é lembrado com respeito. Está na hora de respeitar na hora certa.

  8. Ronaldo (Ribeirão Preto)

    Ola Paulinho tudo bem!!!

    Por gentileza lhe peso, me da uma informação por favor, venho a muito tempo lendo jornais, revistas e todo tipo de debate esportivo, e não consigo saber oque foi feito com o dinheiro da venda do Garoto Willian e se o Corinthians realmente recebeu o dinheiro da venda do Carlos Alberto.

    ABS
    RONALDO SANTOS.

  9. fritz

    Ao Cidadão Zamperetti Fiori,

    O senhor cobra acima (primeiro comentário) que “membros independentes dos poderes publicos” tomem providência.
    Diz que, ainda, caso não o façam (os membro dos poderes públicos) “podem e deveriam (sic) de ser punidos”.
    Ao final, conclui: “Acordem corintianos do bem e,” “Acorda, Brasil”.

    Desde quando o citado tornou-se órgão público? Desde quando o seu presidente é político, para o senhor ter invocado o “Acorda Brasil”?

    O citado presidente só pode, e só deve, ser cobrado pelos membros da associação que preside, ou seja, o clube. Os sócios o podem questinar nos termos do estatudo do clube.

    Não adianta chiar, por que as “autoridades” não vão agir “de ofício”, ou seja, por iniciativa própria. Se você acha que ocorreu algum crime ali, deve levar ao conhecimento da polícia, da forma apropriada, pois, ao contrário do que você pensa, clube de futebol não presta contas ao TCU (salvo se receber dinheiro público, o que não é o caso), mas apenas aos associados.

    Não estou defendendo ninguém aqui, mas acho ridículo esperniar e nada fazer. Agrava a situação se realmente estiver achando que time de futebol é órgão do governo.

    Nem time, nem federação estadual (FPF), tampouco confederação (CBF) o são. Eventuais crimes ou contravençoes cometidas são investigadas da mesma forma que as cometidas por gerentes de qualquer outra empresa ou associação privada.

    Se está indignado, faça algo, mas faça algo que possa surtir efeito, denúncia concreta, pois do contrário nenhum “membro do poder público” fará nada mesmo, tampouco “será punido” por isto.

  10. MARCIO, o xará!

    Paulinho!! O que o Ronaldo (ex-goleiro-ex-roqueiro e atual bobalhão em programa de esporte na tv) tem com o Andres, para toda hora mandar abraço pro presidente do corinthias? Vc sabe qual o envolvimento dele com a diretoria do timão?

  11. WAGNÃO

    Buffon é eleito melhor goleiro do mundo e Rogério Ceni o terceiro!
    07/04/2009 15:02

    por Lanzita

    Arqueiro da Juventus recebeu maior número de votos em eleição organizada pela revista Trivela, divulgada na mais recente edição; Rogério Ceni foi o brasileiro melhor colocado

    Revista Trivela

    SÃO PAULO – Gianluigi Buffon é o maior goleiro do mundo em atividade. Pelo menos foi o resultado na eleição dos 50 melhores arqueiros do planeta, no momento, publicada na edição de abril da revista Trivela.

    O goleiro da Juventus chegou à frente, com 396 pontos. Em segundo lugar, ficou Iker Casillas, do Real Madrid, com 360 pontos. Completando o pódio, veio o brasileiro melhor colocado na lista: Rogério Ceni, do São Paulo, com 336. Logo atrás, foram citados o tcheco Petr Cech, do Chelsea (333 pontos), e outro brasileiro, Marcos, do Palmeiras (331).

    Completando o top 10, vieram o brasileiro Júlio César, da Internazionale (322 pontos), o holandês Edwin van der Sar, do Manchester United (265), o espanhol Pepe Reina, do Liverpool (241), o alemão Jens Lehmann, do Stuttgart (204) e, finalizando, o brasileiro Dida, do Milan (171).

    A revista ainda relacionou os dez goleiros abaixo de 25 anos melhor votados (o destaque foi para o mexicano Guillermo Ochoa, do América, com 112 pontos), além de ter escolhido os dez melhores das últimas décadas, na opinião da redação, formando o pódio com o dinamarquês Peter Schmeichel, o brasileiro Taffarel e o alemão Oliver Kahn.

    Para montar o ranking, a revista Trivela organizou um colégio eleitoral com 21 jornalistas, que enviaram seus votos para formar a relação. Os critérios usados consideravam conquistas pessoais, títulos, liderança e importância dentro do time e fundamentos como saída do gol e reposição de bola.

    Veja o ranking completo e vote na enquete abaixo:

    1) Gianluigi Buffon (ITA/Juventus)
    2) Iker Casillas (ESP/Real Madrid)
    3) Rogério Ceni (BRA/São Paulo)
    4) Petr Cech (ING/Chelsea)
    5) Marcos (BRA/Palmeiras)
    6) Júlio César (BRA/Internazionale)
    7) Edwin van der Sar (HOL/Manchester United)
    8) Pepe Reina (ESP/Liverpool)
    9) Jens Lehmann (ALE/Stuttgart)
    10) Dida (BRA/Milan)
    11) Francesco Toldo (ITA/Internazionale)
    12) Guillermo Ochoa (MEX/América-MEX)
    13) Brad Friedel (EUA/Aston Villa)
    14) Victor Valdés (ESP/Barcelona)
    15) Roberto Abbondanzieri (ARG/Boca Juniors)
    16) Sébastien Frey (FRA/Fiorentina)
    17) Grégory Coupet (FRA/Atlético de Madrid)
    18) Andrés Palop (ESP/Sevilla)
    19) Manuel Neuer (ALE/Schalke 04)
    20) Andréas Isaksson (SUE/PSV)
    21) José Cevallos (EQU/LDU Quito)
    22) René Adler (ALE/Bayer Leverkusen)
    23) Diego Alves (BRA/Almería)
    24) Farid Mondragón (COL/Colônia)
    25) Tim Howard (EUA/Everton)
    26) Victor (BRA/Grêmio)
    27) Carlos Kameni (CAM/Espanyol)
    28) Doni (BRA/Roma)
    29) Léo Franco (ARG/Atlético de Madrid)
    30) Gomes (BRA/Tottenham)
    31) Oswaldo Sánchez (MEX/Santos Laguna)
    32) Marco Amelia (ITA/Palermo)
    33) Diego Cavalieri (BRA/Liverpool)
    34) Ben Foster (ING/Manchester United)
    35) Ricardo (POR/Betis)
    36) Artur Boruc (POL/Celtic)
    37) Igor Akinfeev (RUS/CSKA Moscou)
    38) Óscar Córdoba (COL/Millonarios)
    39) Aldo Bobadilla (COL/Independiente Medellín)
    40) Robert Green (ING/West Ham)
    41) Hugo Lloris (FRA/Lyon)
    42) Steve Mandanda (FRA/Olympique de Marselha)
    43) Juan Carlos Henao (COL/Real Cartagena)
    44) Sebastián Viera (URU/Villarreal)
    45) Jerzy Dudek (POL/Real Madrid)
    46) Jaroslav Drobny (TCH/Hertha Berlim)
    47) Mauricio Caranta (ARG/Boca Juniors)
    48) Renan (BRA/Valencia)
    49) Óscar Ustari (ARG/Getafe)
    50) Fábio Costa (BRA/Santos)

  12. ÅĐЯЇÅÑФ ®

    Pode esperar que virar mais dívidas.
    O Boca Juniores está entrando com uma ação contra o Corinthians na Fifa,reclamando os 20% de participação como clube formador de Carlitos Tevez ,negociado com Manchester pelo senhor KIA .
    Como o KIA não é time ,vai sobrar para o Corinthians de novo.
    Santa incompetência .
    Em breve voltaremos aos holofotes policiais ,que vergonha.

  13. Marcia Lucia Miranda

    Brincando de vidraça

    por Marcelo Damato às 17:09h
    “Saí porque eu quis. Não sou remunerado no Corinthians e, se quiser ficar um mês, dois ou três fora, eu fico. Saio a hora que eu quiser, pois tenho problemas particulares meus para resolver.”

    Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, deixando claro quais são suas prioridades e qual é o parâmetro que define compromisso para ele.

  14. cláudio

    Dos grandes times do Brasil, o único que tem vantagem contra o São Paulo, no Morumbi, é o Corinthians.

    Mas quando o clássico acontece no Pacaembu, o Alvinegro leva a pior.

    O São Paulo tem vantagem no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho.

    Venceu 46 partidas e fez 201 gols, contra 43 vitórias do Corinthians que balançou 193 vezes as redes são-paulinas. Houve 34 empates.*

    Nesta década ou século, houve um duelo lá.

    Terminou 5×1 para o São Paulo, goleada brecada pela invasão em campo da torcida corintiana.

    Se o assunto são títulos paulistas, a vantagem também é são-paulina no Pacaembu.

    São Paulo – 6 vezes (1943, 1945, 1946, 1948, 1949 e 1957)

    Corinthians – 2 vezes (1951 e 1954)

    Houve apenas um final no Pacaembu entre eles.

    Em 1957, o famoso jogo das garrafadas, que terminou com 3×1 para o São Paulo.

    *OBS: de acordo com Conrado Giacomini, especialista na história do São Paulo, foram 47 vitórias são-paulinas, 33 empates e 43 vitórias corintianas.

    O Corinthians também ganhou no Pacaembu os Torneios Rio-São Paulo de 150 e 1954

    Todos os números e dados deste post, tirante as observações do Conrado, foram levantados por José Renato Sátiro Santiago Jr.

  15. Pira

    Paulinho,

    Tenho que concordar com 2 comentarios anteriores. E somente para deixar bem claro, nao sou corinthiano, e pelo que varios jornalistas falam, entendo que essa diretoria do Corinthians nao seja flor que se cheire. Isto posto, que dizer que a apresentacao do recebivel da MSI, esta feita em conformidade com a boa pratica contabil. Eu reconheco que existe um valor a receber, mas considerando a pouca probabilidade disso acontecer, eu crio uma PDD – Provisao para Devedores Duvidosos, que tem por finalidade neutralizar o valor demonstrado como recebivel. Em algum momento no ano de 2007 essa perda deve ter sido reconhecida no resultado contabil do clube, pois ja existia provisao desde 2007.

  16. Marcos Almeida

    Paulinho, desculpe mas seu desconhecimento do assunto chega a assustar o valor está 100% provisionado, qq estudante de contabilidade vai lhe dizer que isto siginifica que não há efeito no resultado ou na divida.

    Por favor procure se informar antes de falar estes absurdos, assim você presta um grande desserviço.

  17. euclydes zamperetti fiori

    Fritz, vc deva ter-se confundido ou ñ entendido, além do + omitir do nome verdadeiro me é estranho.
    Bem + vamos tentar lhe explicar, o clube é entidade que atraves o futebol,mexe com as entranhas, com as finanças e com o comportamento de cada um de seus aguerridos simpatizantes, este comportamento atinge a familia dos mesmo e com pessoas de todas as classes.
    Citei o S.C.Corinthians Paulista + na subjetividade do exposto etão federações e confederações de tds os esportes e pelo q entendo o minististério publico ou os procuiradores da republica devam entrar nestes casos para preservar a órdem e os costumes que foram ou estão sendo deturpados.

    Assim sendo, continuo e continuarei a dizer:
    Acordem corintianos do bem e,
    Acorda, Brasil
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  18. Alexandre Costa

    Sr Paulinho,

    O sr. como grande denunciante de falcatruas é um pessimo entendedor de contabilidade, pagou mico desta vez!!! O recebimento esta creditado e logo abaixo debitado, portanto ele é nulo!!! Simples Assim.

  19. fritz dobert

    Cidadão e Ex-Arbitro Euclydes Zamperetti Fiori,

    Comecei a ler sua réplica a minha resposta e fui logo pensando: Meu Deus, será inútil tentar explicar que não importa o que ele ache, um clube de futebol será sempre uma associação civil, particular, de propriedade exclusiva de seus associados e regida pelo Código Civil seu próprio estatuto.

    Ai veio a luz, quando o senhor conclama a preservação da “ordem e dos costumes”.

    A ordem (legislação) diz que uma associação é regida por seu estatuto (costumes).

    Não é entidade pública, assim como o senhor, como árbitro, não exercia munus público, por mais “entranhado” “socialmente” que esteja o futebol.

    Aqui é só o futebol. Em outros países essa paixão se mostra com mesma intensidade em relação a rugby, pólo, beiseball, handball, volley, basquete, turfe, automobilismo, rally, atletismo, maratona, halterofilismo, saltos ornamentais, boxe, judo, ciclismo, e por ai vai.

    Por aqui o pessoal confunde as coisas. Acham que “a população” escolhe a seleção brasileira, por exemplo. Como se fossem cargos públicos. Não são.

    A CBF, é uma associação civil, filiada à FIFA, outra associação civil (é exatamente como uma ONG, que pode ser criada sob a forma de associação). São escolhidos os jogadores segundo os critérios da associação. O POVO BRASILEIRO nada tem a ver com isso.

    É como dizer que o Felipe Massa é o Brasil na Formula 1. Não é. Ele é a Ferrari na formula 1. É um empregado da Ferrari, não foi eleito pelo povo para nada. Nao nos deve nada, nem pode ser cobrado por nós quanto a nada. Alias a FIA, que promove a F1 nada mais é do que uma federação, ou seja, um conjunto de associações civis.

    Assim como o GUGA no tênis. Ninguém aqui pagava suas passagens, estadias e demais despesas nos campeonatos que participava no mundo. Ele era um tenista PROFISSIONAL, competia por si mesmo, para progredir no ranking da ATP (associação dos tenistas profissionais, olha ai outra associação particular) e ganhar os polpudos prêmios a cada torneio.

    As vezes os canais de televisão precisam criar produtos para vender e acabam difundindo essa idéia deturpada, que muitos compram, e já está irraigada na cabeça de muita gente.

    O São Paulo não é Brasil na Libertadores. É um time de jogadores profissionais de um clube da capital, que representa seus sócios. Gente de fora também torce por ele. Mas não podem palpitar, votar ou mudar nada.

    Concluindo. Se não está satisfeito com a gestão de um determinado clube do qual é associado: 1) monte uma chapa e dispute uma eleição. 2 ) vote numa chapa de oposição, caso a primeira opçao seja muito trabalhosa; 3) peça sua saída do quadro de associados, assim não terá mais vínculo algum com o clube. 4) Se não é sócio do clube do qual não concorda com a gestão, senta e chora, por que não há absolutamente nada que você possa fazer, salvo em caso de crimes na administração, em relação aos quais o senhor pode denunciar na polícia.

    Acorda Zamperetti!!!!!

    (obs. Nao coloco meu nome por que o google indexa inclusive comentários de blogs, e nossos nomes ficam diponíveis em qualquer busca que façam, o que não é muito interessante para quem ainda trabalha e não é ex-algo.)

  20. euclydes zamperetti fiori

    FRITIZ vc é dos muitos q. assolam o pais do futuro com divagações e justificativas para toda mazela desde q. esta seja concretizada por amigos.
    Assim caminha o Brasil, brasileiro dos Andrés, genuinos, Lulas ,serras Aécios, Sarneys e todos os q. se dizem patriótas.
    É URGENTE e necessario mudarmos nossa cultura, chega do toma lá dá cá.
    Acorda, Brasil
    zamperfetti fiori
    cidadão e,´ex-árbitro de futebl

  21. CARLOS

    fritz dobert correto a sua explicaão, somente não entende quem não quer.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: