Advertisements

É só cumprir a lei

 

Vem ai mais um cadastro de torcedores.

Agora com o aval do Ministro Tapioca, quero dizer, Ministro dos Esportes, Orlando Silva Junior.

Evidente que não será a solução para o problema.

Por que Orlando Silva, que faz Marx rolar no túmulo diariamente, não faz o óbvio, alias, sua obrigação, que é a de fazer a lei ser cumprida ?

O Estatuto do Torcedor está virando lenda.

Em minha opinião, em seu texto está o que considero a melhor maneira de lidar com o assunto violência nos estádios.

Basta vender ingressos numerados para as partidas.

Não adianta marcar os bandidos organizados como se fossem gados (sem ofensa aos bovinos) e deixá-los juntos na arquibancada.

A separação por meio da numeração de lugares inibirá a formação de grupos e por conseqüência tende a diminuir as ocorrências de violência.

A função do Ministro é cumprir a lei, não inventar mirabolantes idéias demagógicas para ter seus cinco minutos de fama no Jornal Nacional.

Facebook Comments
Advertisements

27 comentários sobre “É só cumprir a lei

  1. Zequina

    Paulinho, toma vergonha nessa cara. Ta com ciume por que o o Ministro apareceu no Jornal Nacional.

  2. Thiago

    Até parece que ingresso numerado resolve o problema… Os organizados compram um range de número correspondente ao local que ficam, ou então não respeitariam a numeração e pronto… Quem irá repreender mais de 5 mil pessoas por não respeitar o lugar? Qual torcedor comum irá entrar em conflito com o organizados por causa de lugar?

  3. Carlos Sato

    Paulinho, vender ingressos numerados seria a solução definitiva para acabar com a ação dos cambistas????

  4. sergio lima

    Acho muito pouco so’ numerar. Torcedor, uniformizado ou nao, tem que ser processado de maneira diferente. O fato de o cara se juntar com outros para causar dano moral, material ou fisico a outros deveria acelerar e multiplicar a pena. O crime de torcedor tem que ser julgado num juizado especial e preparado pra por neguinho pintando escolas ou limpando galerias de esgotos Brasil afora por cem domingos e cem quartas feiras seguidos. O agravante do uso de bombas ou armas deve proibir que o cara atenda qualquer evento publico pelo resto da vida ou passe cinco anos enjaulado, simples assim. Cumpra-se uma lei dessas e voce vai ver esse bando de bandidos ficarem espertos, so’ que quem tem que pagar por isso sao os clubes, nao o povo. O fim da ditadura trouxe o afrouxo as leis brasileiras. Nosso povo precisa de gente nova sem ideologia na cabeca. A lei deve ser a lei e se preocupar em primeiro lugar com as pessoas de bem. No Brasil dos coitadinho, se faz tudo ao contrario, primeiro preocupam-se com os direitos dos bandidos, uma vergonha. Cadeia e’ um otimo remedio pra sociedades desregradas e sem respeito proprio.

  5. Jones

    Paulinho,todo e qualquer problema do país tem origem em um só motivo: A IMPUNIDADE.

    As leis não são aplicadas pois assim é mais conveniente. Imagina se todo flanelinha de SP fosse preso por extorção, se todo cambista fosse preso….

    Com a lei não sendo aplicada em 80% das vezes ou mais, os presídios já estão abarrotados, imagina se cumprissem a lei, imagina se em vez de a casa assassinato, (q não são poucos) 100% dos réus fossem presos e não 5% como é hoje (e olhe lá).

    Construir presídios não dá voto. E tem outro fator ainda pior:

    Porque fazer leis rigorosas, dando velocidade e não morosidade à justiça (com j minúsculo mesmo) se os próprios “criadores” das leis não têm interesse em mudar o sistema de corrupção e impunidade que aí está?

    Se eles, que roubam milhões, não mudam isso para dar o exemplo, porque vão se expor e mudar para os ladrões de galinhas também?

    Creio que a longuíssimo prazo isso mude, através da Educação, mas acho que nem nossos tataranetos o verão.

    Abraço!

  6. Alexandre Amaral

    Paulinho será manobra pra servir d palanque pro Tapioca-Man s eleger deputado.

    S o estatuto do torcedor fosse cumprido a risca e c/ as devidas punições p os transgressores ñ precisaria desse “mise en scène”!

    Então ñ haverá mais cambistas em estádio? Ahhh essa eu qro ver! Tá valendo a partir d qndo?????????

  7. Felipe Palmeiras

    Ridículo…a violência existe mais pela incompetência da polícia do que o resto!!!

    Essa medida só vai tornar ainda mais vazios os jogos!!!

  8. Thadeu

    A lei atual é muito branda e as novas leis propostas pelo governo serão muito importante para acabar com a violencia no futebol.

  9. Logan

    Tem que identificar os que cometeram agressões ou vandalismo e prender no dia do jogo que nem fazem na Inglaterra.

  10. marcelo laqua

    Veja a resposta que tive da FPF no caso de CORT X Lusa:
    Esclarecemos que o árbitro Flávio Guerra deu a partida como SUSPENSA, em nenhum momento disse que estava ENCERRADA. Seguindo a determinação que consta no Regulamento Geral das Competições, somente após o prazo mínimo de 30 minutos é que se poderia, desde que não sanada a causa da paralisação, determinar a continuidade da partida às 1500horas do dia seguinte. A FPF em nenhum momento informou ou autorizou qualquer pessoa a anunciar ao serviço de som do estádio do Pacaembu que a partida estava encerrada, não sendo responsável por tal ato. Vale ressaltar que a Federação não obteve qualquer vantagem econômica decorrente da venda dos ingressos, cabendo ao clube detentor do mando do jogo administrar a bilheteria, bem como receber a renda advinda da venda dos ingressos. Cordialmente.

  11. Caio Oclão

    Paulinho, creio que não frequente muito jogos de futebol, e se frequenta, provavelmente não fica em arquibancada.

    Dentro dos estádios as organizadas, para sua tristeza e de FlávioS PradoS da vida, fazem o espetáculo. O problema acontece fora dos estádios, daí sim, concordo com vc, a balbúrdia começa.

    Logo, sua sugestão de numerar ingressos é tão paleativa quanto a do Ministro Tapioca.

  12. ANDRÉ LUIZ

    Bom, pra começo de conversa sou contra polícia dentro de estádio. E não estou com isso defendendo torcida organizada, não. A lógica é simples: a polícia é uma força PÚBLICA e o futebol é um evento PRIVADO. Logo, a polícia deve, sim, agir fora dos estádios (na rua, nas estações de metrô, trem, etc.). Mas dentro dos estádios, NÃO. Não é dever do poder público bancar a segurança de evento privado. Os clubes que contratem segurança privada para cuidar da ordem dentro de suas praças esportivas.

    O torcedor comum compra ingresso e tem troglodita que não respeita lugar marcado? Problema é do clube, não da polícia. Torcedor joga objeto no gramado? Problema do clube, não da polícia. O pau quebra na arquibancada? Problema do clube.

    O que acontece hoje? Os clubes (todos) são coniventes com as torcidas organizadas que aprontam, mandam e desmandam. Quando dá merda, os dirigentes lavam as mãos e deixam o problema para a polícia e para o governo. Basta que o governo retire a polícia dos estádios e então os clubes terão que tomar providências: ou a cartolagem põe ordem na casa e prioriza o torcedor COMUM, que é quem sustenta o clube (via compra de produtos oficiais, programas de sócio-torcedor, mensalidades associativas, etc.) ou então os estádios ficam na mão dos bandidos organizados, que não dão nenhum retorno financeiro para os clubes.

  13. Josué de Santa Barbara Filho

    Paulinho, pelo amor de DEUS!!!! de novo essa história de numerar ingressos, isso NÃO RESOLVE NADA!!!!!
    Tem que rolar prevenção por parte da policia e punição pra quem faz merda!!!!
    Paulinho voce ate parece que concorda com a história do sofa, o marido achou a mulher com outro no sofá e pra resolver o problema vendeu o sofá….
    Paulinho me desculpe voce parece uma pessoa super instruida e vai compreender o que estou falando….seja mais prático, voce sabe que isso não resolve….

  14. MARCIO, o xará!

    Caaaaalllmaa pessoal… não critiquem o ministro senão a fifa não realiza a copa no Brasil. Psiu!Psiu! E tem muito jornalista esportivo babando ovo pra esse ministro sem vergonha e pro Ricardo Teixeira pra já ir garantindo uma credencial em 2014. Gente que se vende facinho…facinho!

  15. Léo

    Paulino, simples assim. hj a tarde ouvindo a jovem pan, que sou fã realmente, tive que ouvir um monte de bravata e fora o flávio prado, não ouvi ninguém , nem l´´a e nenhum outro lugar, citar o estatuto do torcedor e a falta de disposição do governo em fazer cumprir. Fora o eterno descaso com as organizadas, que em certos casos, já merece há tempos uma operação destas da polícia federal.

    Lucidez, desta q vc teve agora, nesta simplicidade, falta. Mas, não vou esperar isso deste bufão ministro dos esportes.

    Este sujeito parece aquele cara bicão que entra em festa de famoso e fica lá tietando, depois diz a todos que frequentam o “mundo artístico”.Ele é muito ruim. Uma pena para o governo Lula, que , ao contrário de sua opinião, tem lá seus méritos.

    Abraços, léo

  16. Gabriel Paulino da Silva

    Marx??!!!

    Deixe aquele miseravel racista se revirar a vontade!

    Alias, Partido Comunista é a maior piada!

  17. Sangue Verrde

    QUEM TEM QUE SER FICHADO É BANDIDO. POR ESSAS E OUTRAS QUE AS PESSOAS DE BEM, NÃO FREQUENTAM MAIS OS ESTADIOS. ELES SE TORNARAM GUETO DOS BANDIDOS UNIFORMIZADOS. QUE ASSIM SEJA.

  18. Sangue Verrde

    ACABAR COM AS AÇÕES DOS CAMBISTAS ? QUEM ALIMENTA OS CAMBISTAS ESTÃO DENTRO DO PROPRIO CLUBE. ENTÃO NÃO TEM INTERESSE NENHUM EM ACABAR COM OS CAMBISTAS.

  19. emygdio ribeiro do prado jr

    Paulinho,você falou que basta cumprir a lei ,certo!, no entanto é aí que mora o problema meu amigo ,se a lei neste país fosse obedecida ,talvez o próprio ministro não estaria mais no cargo ….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: