Advertisements

O maior país do mundo é negro.

obama

Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos.

Sua vitória resgatou a esperança do povo americano por dias melhores.

Nunca se viu uma comoção igual na história das eleições americanas.

Em um local onde o voto não é obrigatório a consciência da população prevaleceu e o comparecimento as urnas bateu todos os recordes históricos.

Diferente do que aconteceu recentemente no Rio de Janeiro, onde a omissão política de um milhão de cariocas proporcionou a derrota do candidato mais qualificado, por apenas 50 mil votos.

Torço para que Obama tenha a consciência exata da importância de sua vitória, não apenas para o país que vai governar.

É a vitória simbólica de uma camada da população mundial tão humilhada e perseguida por aqueles que ainda ousam segregar o ser humano em nome de um racismo abominável.

O mundo está mudando.

Acredito que para melhor.

Facebook Comments
Advertisements

32 comentários sobre “O maior país do mundo é negro.

  1. camisa negra

    Torci muito por ele!!
    “O mundo está mudando.
    Acredito que para melhor.”
    Eu tb Paulinho, é a nossa torcida e esperança!!

  2. Leopoldo Alves

    Quebra da arrogância americana, com provável e diferenciada postura diante de outros países, mais ampla, solidária e humilde.

    Mais uma vez “A ESPERANÇA VENCEU O MEDO”, como o próprio Obama disse! Novos tempos. Estamos em plena evolução mundial.

    Hora de rever os “conceitos”.

  3. larissabeppler

    Grande notícia!

    Barack Obama e Albert Arnold Gore Jr.

    Espero que eles levem o mundo para uma nova era de progressos, respeito à natureza e a humanidade. Que Deus ilumine o caminho dos novos líderes do mundo, pois principalmente esse começo será extremamente difícil devido ao legado deixado por Bush.

    Parabéns a todos americanos que votaram com coração cheio de esperança e elegeram talvez o melhor de todos os presidentes americanos depois de Lincoln e Kennedy.

  4. fernando farah

    paulinho,sou do rio de janeiro,quero esclarecer uma coisa,o gabeira se faz de ético e de novo,só que o partido dele governa com cesar maia,desde do primeiro governo,inclusive a secretaria de saude e meio ambiente,e foi descorberto no ínicio do ano que o dinheiro da saude para combate da dengue foi desviado para fazer a cidade da musica.o eduardo paes tambem não é grande coisa muda de opinião de acordo com seu interesse,porisso anulei meu voto.enquanto ao obama torci muito para ele. um abraço.

  5. Carlinhos-Botucatu-SP

    EUA / RJ, Obama / Gabeira, que comparação estapafúrdia!!!

    Como diria Avallone: “Meuuuuu Deuuuus!”

  6. Luís Carlos

    Só espero que ele deixe os palestinos e judeus brigarem em paz e que acabe com o embargo econômico à Cuba.

    Se não fizer isso, pode-se dizer que só mudaram as moscas.

  7. Toel

    Sinal de mudança, o mundo tem se tornado mais humano, isso é fato, nunca alguem, principalmente os norte-americanos, imaginariam que teriam um presidente negro dirigindo o seu País, não acredito que ele seja o salvador da pátria mas só o fato do Bush sair de lá já é uma vitória, só que existe um porém nessa estória, o partido democrata é mais protecionista que os republicanos, isso para um Pais em crescimento como o Brasil, pode não ser bom, espero que ele tenha o cuidado de não transferir para os vizinhos a crise financeira criada por eles, vamos ver ainda tem muita agua pra passar debaixo da ponte, 2009 promete.

  8. Reginaldo

    Não esperam muito do Obama…

    http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/

    Obama vai tirar as tropas do Iraque? Quando der. Vai aumentar a presença americana no Afeganistão? Quando for possível. Tem a resposta para a crise econômica mundial? Todos sabem que não — nem ele nem ninguém. Vai conseguir conter o programa nuclear iraniano? Tem uma resposta para crise do Oriente Médio? Obviamente, não. Seus planos de combate ao terrorismo prevêem uma revolução metódica? Negativo. Sua trajetória, como político ou administrador, acenam com uma abordagem realmente inédita dos problemas que hoje assolam a América e o mundo? Qual trajetória? Obama é dono de um discurso, isto sim, que a muitos, na era Bush, parece iluminista. Especialmente porque, mestiço que é — “afro-americano” para o padrão do racialismo… negro dos EUA —, preferiu ignorar o assunto, colocando-se com um candidato, vamos dizer, “pós-racialista”. A questão foi habilmente trabalhada por seus partidários. Votarei a este ponto mais tarde. Antes, falarei um pouco da “humanização” de Obama e das decepções.

    DECEPÇÃO
    Eu não me alinho entre aqueles — e já escrevi isso aqui há dois dias — que acreditam que Obama é o verdadeiro conservador dos Estados Unidos, recuperando o discurso que já foi um dia dos republicanos ilustrados, que teria sido degradado pela era Bush. John McCain, ele, sim, um republicano reformista (ao menos antes de a campanha esquentar), poderia representar claramente esse papel. Mas também não vejo, reitero, no presidente eleito, um esquerdista antiamericano ou um inimigo do seu país.

    É que são tais e tantas as esperanças de “mudança” depositadas em Obama, que ele, evidentemente, não poderá satisfazê-las. Uma parte imensa do seu eleitorado e a larga maioria dos seus admiradores mundo afora contam com ele para que os Estados Unidos deixem de ser os Estados Unidos. Isso não acontecerá. Se viesse a acontecer, e Obama passasse a atentar contra os interesses do país (é o que muitos esperam), o homem sucumbiria. De um jeito ou de outro.

    Indica a lógica do processo, depois do “We can” de toda aquela gente que realmente crê estar vislumbrando a Nova Jerusalém, que Obama terá de mostrar a um grupo muito mais restrito — o establishment — o seu “I can”. Aquele “we” resume esperanças difusas de “progressismo”, de um país que renunciaria a boa parte do que o faz ser a América. E com o “i” ele vai ter de provar que, além de ser um deles, é o melhor de todos eles — e por isso é o presidente. Já na campanha, aproximou-se Colin Powell, um republicano ilustre, e teve o apoio de Paul Wolker, uma espécie de emblema dos homens que são, vamos dizer, o esteio da América.

    Amigos que admiram Obama não gostam, por razões que já explicitei aqui, quando faço uma associação entre o presidente eleito dos EUA e Lula. Sim, são em tudo diferentes — a começar da formação intelectual e da modernidade do discurso. Refiro-me, já deixei claro, ao fenômeno eleitoral, de massa e de opinião pública. É inegável que um lá e outro cá representam um feixe de esperanças de mudança que têm muitos quês de adesão irracional — o que, deixo claro, em nenhum momento, põe em questão a democracia. Quero dizer com isso que o “candidato Obama”, a exemplo do candidato Lula em 2002, fez-se figura invencível, fosse qual fosse o adversário. A resistência de McCain não deixa de ser heróica — e, como se vê, nos votos totais, bem mais forte do que indicavam as pesquisas. Mas por que ninguém conseguiria vencê-lo?

    QUESTÃO RACIAL
    A história se encarregará, claro, de dissecar o fenômeno Obama, também um primor de organização de campanha, que soube aproveitar todos os recursos da moderna tecnologia, inclusive para arrecadar dinheiro. Mas é evidente que a questão racial, praticamente ausente de seu discurso, a não ser por alusões indiretas — E JUSTAMENTE PARA DESCARACTERTIZAR O RACISMO —, foi uma das chaves do seu sucesso. E continuou a sê-lo até o último momento. Até o seu discurso de vitória.

    Suspeitava-se de um racismo envergonhado numa América que, desde as primárias do Partido Democrata, demonstrava, sim, apreço e respeito por Barack Obama. Criou-se a tese de que só esse racismo poderia derrotá-lo. E isso o transformou num candidato intocável. Obama só perderia a eleição se fosse sabotado! Um analista falava ontem na TV — já com a vitória democrata consolidada. E fez o seguinte raciocínio: no começo da campanha, Obama teve de enfrentar as acusações de que era inexperiente, mas, na verdade, elas eram apenas uma forma de mascarar o racismo. Como assim? E então ele não é mesmo inexperiente? A um branco com a sua mesma trajetória, tal indagação seria ou não legítima? A cor da pele de Obama foi a sua armadura.

    Vejam só: um candidato ganha se tem mais delegados, certo? Para tanto, precisa contar com mais votos em cada estado. Estamos diante da seguinte situação:
    1 – a maioria obtida por Obama lhe foi garantida pelos não-racistas;
    2 – se perdesse, seguindo a tese, teria perdido, então, para o racismo;
    3 – logo, a minoria que ficou com McCain é, obviamente, racista;
    4 – com zero de racismo, Obama teria 100% dos votos, superando as marcas das eleições de Saddam Hussein no Iraque e de Putin na Chechênia.
    E, ainda agora, consolidada a vitória, há certo esforço para provar que, embora racistas, os americanos elegeram um negro… Faz sentido? Não faz.

    E que ninguém caia na tolice de achar que a pauta dos inimigos dos Estados Unidos ou do Ocidente, esse grande cão infiel, vai mudar por causa de Obama. Eles, aliás, torciam justamente pela vitória democrata porque o consideram “ruim” para o Grande Satã. Publiquei aqui trechos da parte mansa do Apocalipse, mas não tenho, sobre o resultado, uma perspectiva apocalíptica, escatológica. Se me perguntarem: “O que você acha que Obama fará de muito especial?” Minha resposta: “Nada!” Até corre o risco, a depender da provocação que receba, de reagir com excessiva dureza porque sabe que tem um certo déficit de credibilidade na área de segurança.

  9. Gabriel Paulino da Silva

    Perai Paulinho, sei muito bem das suas opiniões, e você não deve temer em expor. Porem deve pensar um pouco antes.
    Então quer dizer que se os milhares de eleitores que não foram votar no Rio de Janeiro, tivessem votado, o seu favorito, e o meu tambem, no caso Gabeira, teria sido eleito?
    E se 500 mil eleitores tivessem votado no Eduardo, e 500 mil no Gabeira? Não ia ficar na mesma?
    Você está se baseando no “se”! Muito vago para um jornalista.
    A verdadeira democracia é a que ocorre nos EUA. Vota quem quer, ou seja, vota quem tem consciencia politica!
    Oque ocorre aqui, e que a massa ignorante é obrigada a votar, e vota por votar. Ou vota por favores…
    Enquanto a minoria que pensa um pouco, não tem chances na eleições. Então, tanto faz votar em alguem, ou votar nulo.
    Tem outras questões, mas não quero me alongar.

  10. Vinicius Duarte

    “Gabeira, o mais qualificado…”, comentarista postando “análises isentas e abalizadas” de Reinaldo “Nossa Caixa” Azevedo. Sorte que o Obama não vai ler isso!

    Você já parou pra pensar que, se os cariocas da ZS (25% de abstenção), cheios de opiniões “politizadas”, REALMENTE achassem que o Gabeira era o “mais qualificado” não iriam votar? Não foram às urnas porque OS DOIS ERAM UMA PORCARIA.

    E que Obama faça um bom governo.

  11. William

    O povo estadounidense precisou eleger 2 vezes (tá bom, uma foi roubada) o Sr. da Guerra pra perceber que os republicanos representam o caminho errado.
    Ô povo burro!

  12. Leao

    Parábens Obama por tudo o que representa a sua vitória. Parábens aos Republicanos pelo discurso da derrota. Que não se espere milagres no governo do Sr. Barack. Que se dê a ele o tempo necessário para implantar os ideais dos Democratas. Barack Obama é um marco de um novo tempo. Um tempo em que o carater seja levado em consideração e a cor da pele não mais influencie nas decisões. O tempo dirá a que veio Barack Obama. Bons ventos o trouxeram. O povo decidiu e está decidido. Não existe povo burro. Existem erros cometidos pelo povo que se corrige ao longo dos anos. Que venham novos tempos. Barck Obama ofusca todos os presidentes hoje eleitos. Perto dele os demais estão diminutos. Um grande país hoje tem um grande presidente. Os paises cujos povos estavam morrendo de inveja de seus presidentes adotaram Obama como presidente do planeta. Nunca se torceu tanto por um presidente mundo afora. Você já comparou o presidente do seu país com Barack Obama? Contra Bush ainda se tinha alguma chance.

  13. Torcedor

    Ele nao é so a esperanca pros americanos.
    É a esperanca pra todo o mundo.
    Nunca vi uma comoção tao grande em torno de uma eleicao na vida.
    Obama, voce tem tudo pra ser o maior presidente que os EUA ja teve.
    Populacao americana a seu favor, populacao mundial a seu favor….uma crise que vc pode reverter e vc tb acabar com as guerras.
    Torco muito por voce!

  14. geraldo lina

    realmente emocionante.
    a vitoria dele eh o primeiro passo “apenas”.
    aos que conhecem a historia americana, sabem que tao popular ou mais que obama eh, foi o Kennedy nos anos 60, e dizem que foi assassinado por sua aproximacao e simpatia pelo socialismo.
    assim, apesar de ser um momento historico, nao hah nada pra comemorar, porque quem pensa que os americanos sao tao desenvolvidos nao conhece os rincoes reacionarios e rascistas do interior daquele pais.

    *** *****(*)

  15. Alviverde/SP

    O MUNDO está ansiando por MUDANÇAS, para MELHOR é claro…a ESPERANÇA é a de que o governo de OBAMA seja menos belicoso do que os republicanos, se bem que a questão das guerras não é uma coisa tão simples assim…
    Quem iria imaginar o dia de um afro-descendente ocupar o cargo mais alto da maior potencia mundial, chegar assim tão cedo??? Quem sabe a MUDANÇA para melhor não demore muito?? Só esperamos que ele não seja tomado pelo espírito demagogo e saiba conduzir com SABEDORIA essa verdadeira locomotiva do mundo…

    GIVE PEACE A CHANCE.

  16. Anderson Lopes

    Paulinho, você não vai dizer que foi mais uma vitória do Serra??? abraços.

  17. larissabeppler

    Um amigo meu escreveu:

    “Obama é um corinthiano por vencer o preconceito, por superar
    a barreira da pobreza, a muralha racial, o obstáculo de uma
    família desfeita.

    É um corinthiano por unir raças e classes, em vez de dividi-las.
    Por ser negro, ser deixar de ser branco.

    É um corinthiano por ser um “outsider”, por lutar sempre e
    render-se jamais. Por ter sempre no rosto um sorriso de
    esperança, que divide com os outros.

    Mesmo que não saiba, Mr. President Obama is a corinthian,
    pois sabe a força do POVO.

    Yes, we can!”

  18. geraldo lina

    LUIS, lah nos USA, o povo diz:

    YES WE CAN.

    Aqui no Brasil a gente diz assim:

    VAI SE CATAR !!!

    *** *****(*)

  19. Nogueira

    Estudo da revista especializada “The Economy” aponta que o simples fato de Obama ser eleito presidente é um ganho para a poulação mundial, pelo fato de ser negro e também carregar em seu nome a assinatura Husseim…

  20. eedgardfp@hotmail.com

    Já tem gente comparando o Obama com o Corinthians!!!!!!!!!!
    Quanto exagero!!!!!!! Paulistada bairrista!!!!!!!!
    Na minha concepção, a vitória de Obama não vai alterar muita coisa. Estão criando uma expectativa muito grande em torno da sua vitória. Uma andorinha não faz verão. Essa história de salvador da pátria é a maior furada, já que existe todo um sistema injusto por trás. Isso já aconteceu no Brasil com a chegada do Lula ao poder e deu no q deu.

  21. Edgard

    Quando o Lula chegou ao poder, a mídia brasileira não fez esse carnaval todo. Por que será, hein??????????

  22. Edgard

    Já estão comparando o Obama com o Corinthinas!!!!!!!!!!!!
    Quanto exagero!!!!!!!!!!!!
    Ex

  23. geraldo c araujo

    A eleição do Obama, mais do que uma opção por reformas, assemelha-se a um mea culpa do eleitorado americano, por ter reconduzido à Casa Branca a camarilha Bush, mesmo após tomar conhecimento das fraudes que resultaram na primeira eleição do Bushinho. A comemorar, porém, as significativas vitórias dos negros Obama e Hamilton exclusivamente por méritos próprios, sem apelo a quotas raciais, que, ao contrário do que parecem, só acentuam a discriminação contra eles. Ao garantir aos negros 20% das vagas, essas quotas também destinam 80% dos lugares aos brancos.

  24. CONTRA A IMPUNIDADE

    Precisamos lembrar ao senhor Paulinho, dono do blog, que nós torcedores e trabalhadores que pagam impostos e suas contas em dia; nós que participamos de eleições e tentamos nos fazer representar da melhor maneira possivel, estamos INDIGNADOS com a demora referente ao processo de apuração e punição dos responsáveis pelo caso do gás na semi-final do campeonato paulista de 2008.
    Mesmo após o JORNAL LANCE ter divulgado que durante as escutas telefônicas no caso da máfia dos ingressos, foram encontradas/criadas provas ( gracações de conversas ) do envolvimento de torcedores e dirigentes da Sociedade Esportiva Palmeiras, estranhamente notamos “morosidade” no processo.
    Gentilmente solicitamos ao caro jornalista, que nos informe, cobre, investigue.
    Nós não queremos de forma alguma ter gente desta espécie vestidos de representantes mascarados de pessoas de bem em nosso meio.

    QUE SE INVESTIGUE, QUE JULGUEM E PRINCIPALMENTE QUE PUNAM OS RESPONSÁVEIS.

    NÃO A IMPUNIDADE !!!

    Caso do gás: Investigação vai virar pizza?
    17/10/2008 10:07

    Dados dos promotores sugerem mais investigações e delegados querem arquivamento

    LANCEPRESS!

    De um lado, promotores públicos somam informações contra o suspeito de lançar o gás no vestiário do São Paulo, no Palestra Itália, na semifinal do Paulistão. Do outro, delegados apresentam um relatório alegando ausência de vítima e também de provas materiais, sugerindo o arquivamento do caso.

    À parte na história, o juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) Eduardo Pereira soube ontem do pedido de quebra do sigilo de Justiça no inquérito dos ingressos falsos feito pelos promotores Nathalie Kiste e Paulo Castilho.

    Se o parecer for favorável, um relatório do Instituto de Criminalística (IC) e um CD com as escutas telefônicas devem chegar em novembro à promotora Adriana Vallada, à frente do inquérito do gás.

    Em um trecho do grampo, um torcedor da Mancha Alviverde é apontado como o responsável pelo lançamento do gás, segundo o MP.

    Assim que ouvir as gravações, Vallada poderá determinar ou não mais investigações. Se julgar que os indícios são muito fortes, ela apresentará uma denúncia à Justiça.

    Mas antes disso, a promotora lida com dados que podem, simplesmente, dar fim ao inquérito. Eles foram enviados pelos delegados Mauro Marcelo e Renata Corrêa.

    A dupla da 23 Delegacia de Polícia relata que um terceiro laudo, do Instituto de Criminalística (IC), confirma que Muricy Ramalho não sofreu lesão por conta do gás. Assim, não há mais vítima neste inquérito e razão para o mesmo prosseguir.

    Além disso, eles argumentam que os produtos usados no gás não foram identificados. Pior, não existe um material para análise.

    Um cheiro de pizza paira no ar.

    Gás no Palestra: suspeito é da Mancha Alviverde
    16/10/2008 11:45

    Integrante da organizada é investigado em mais dois inquéritos policiais

    LANCEPRESS!

    Gás atirado no vestiário e jogadores do São Paulo passam o intervalo no gramado do Palestra Itália, na semifinal do Paulistão

    Gás atirado no vestiário e jogadores do São Paulo passam o intervalo no gramado do Palestra Itália, na semifinal do Paulistão (Crédito: Ari Ferreira/LANCEPRESS!)

    Pertence à Mancha Alviverde, principal organizada palmeirense, o suspeito de lançar o gás no vestiário do São Paulo, no Palestra Itália, no intervalo da semifinal do Paulistão. De acordo com o Ministério Público (MP), ele é investigado também em mais dois inquéritos.

    O LNET! teve acesso ao nome do torcedor, mas não vai publicá-lo até que haja a denúncia. Ele apareceu por acaso, em escutas telefônicas de inquérito sobre ingressos falsos, do qual a empresa BWA é vítima.

    Um juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) receberá nesta quinta-feira o pedido para que o relatório do Instituto de Criminalística e o CD com as gravações sejam anexados ao inquérito do gás. O parecer deve sair em uma semana.

    Com base no grampo, o MP solicitará diligências da Polícia Civil ou apresentará denúncia à Justiça. O artigo-base é o 252 do Código Penal: “uso de produto tóxico, expondo perigo à vida ou integridade física de alguém”, cuja detenção prevista é de um a quatro anos.

    Em outro inquérito, o mesmo torcedor foi indiciado por formação de quadrilha e lesão corporal. Ele participou do conflito entre Mancha e TUP, após Palmeiras x Coritiba, em 17 de agosto, no Palestra Itália.
    Se não bastasse, o suspeito do MP é investigado em mais um inquérito por formação de quadrilha, lesão corporal e resistência à prisão. Ele teria entrado em confronto com a Polícia Militar na final do Paulista entre Palmeiras e Ponte Preta, em 4 de maio. Dez policiais foram feridos.

    O promotor Paulo Castilho solicitou há 15 dias a exclusão do suspeito do gás do quadro de sócios da Mancha. Ele determinou que a sede da torcida na Rua Turiassu, em frente à entrada principal do Palestra, seja fechada nos finais de semana.

    Presidente da Mancha pode expulsar suspeito
    16/10/2008 11:46

    ‘Se houver crime, expulsão’, deixou bem claro André Guerra

    Vestiário com gás dificulta concentração tricolor no intervalo da partida (Crédito: Ari ferreira/LANCEPRESS!)

    LANCEPRESS!

    A Mancha Alviverde já sabe quem é o alvo do Ministério Público. Mas o presidente atual da torcida, André Guerra, colocou uma condição para expulsá-lo do quadro de sócios:

    – Ele só sai se for comprovada a participação em algum dos crimes. E a nossa sede tem ficado fechada nos finais de semana. Isso é o que nós combinamos com o promotor.

    Segundo Guerra, um processo interno foi instaurado e o suspeito do gás terá de se explicar:

    – Se assumir, ele será imediatamente expulso. Esse tipo de coisa não faz parte da nossa ideologia.

    O presidente da Mancha desconversou sobre a responsabilidade do episódio das flores, no CT do São Paulo. Porém, ele não perdeu mais uma chance de gozar os rivais:

    – Sei lá de onde surgiu essa idéia. Achei bacana, um jeito diferente de recepcioná-los.

    Terceiro laudo: sem vítima

    O delegado Mauro Marcelo recebeu um terceiro laudo do Instituto de Criminalística (IC), que destaca que Muricy Ramalho não teve lesões por conta do gás. Os laudos anteriores apresentaram um resultado a favor e outro contra o treinador do São Paulo, único relacionado como vítima no inquérito da 23 Delegacia de Polícia. Na ocasião, diversos jogadores e integrantes da comissão técnica do Tricolor sofreram com o gás – Muricy chegou a vomitar no banco.

    Segundo Mauro Marcelo, o caso pode ficar sem amparo legal, já que a contraprova deu negativa.

    – Não sei nem de onde surgiu a história de um suspeito palmeirense. Além do novo laudo, não recebemos nada. Essa é uma situação bem difícil, pois nós temos um inquérito sem vítima – colocou.

    O delegado participou com Gilberto Cipullo do movimento “Anjos da Academia”, contrário ao ex-presidente do Verdão Mustafá Contursi.

  25. ff´s

    LÚIS , PARA SUA INFORMAÇÃO DIGO QUE O BRASIL DE 6% DE BRANCOS E OS EUA TEM 13% E EM 2040 ESSA FAIXA ATINGIRÁ 56% LÁ…OS NEGROS DOS EUA NÃO SÃO MESTIÇOS E SÃO PUROS DA ÁFRICA , OS NOSSOS SÃO MESTIÇOS E SÃO DE VÁRIAS RAÇAS ATÉ MESMO COM DNA BRANCO…LEIAM O ESTUDOI GENÉTICO EM BRASILEIROS NEGROS AÍ—–>http://pt.wikipedia.org/wiki/Composi%C3%A7%C3%A3o_%C3%A9tnica_do_Brasil
    AGORA SE APROFUNDEM NO EUA , E SAIBAM A VERDADEIRA FACE RACIAL ESCONDIDA POR ELES

  26. ff´s

    LEIAM http://pt.wikipedia.org/wiki/Composi%C3%A7%C3%A3o_%C3%A9tnica_do_Brasil …E VEJAM QUE OS EUA É BEM MAIS NEGRO QUE O BRASIL E VEJAM A FACE DESTE PAÍS VERDADEIRAMENTE
    O BRASIL TEM 6% DE NEGROS E OS EUA TEM 13% E LÁ EM 2040 OS NEGROS SERAM CERCA DE 60% DA POPULAÇÃO…OS NEGROS DAQUI SÃO MESTIÇOS DE ORIGEM BRANCA ,NEGRA E INDIGENA OU ASIÁTICA E LÁ NOS EUA OS NEGROS SÃO DE ORIGEM PURA DA ÁFRICA DE ACORDO COM O MOVIMENTO RACISTA DE LÁ…O BRASIL PORTANTO É UMA NAÇÃO DE ORIGEM ÉTNICA MUNDIAL , OS EUA PORENQUANTO ESTÁ SENDO NAÇÃO BRANCA ,MAS DAQUI A POUCO ANOS SERÁ EXEMPLOS DE NAÇÃO NEGRA NO MUNDO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: