Advertisements

Empate justo em Campinas

Corinthians e São Caetano fizeram uma partida equilibrada e de razoável nível técnico.

Poucas foram as oportunidades reais de gol na primeira etapa.

Todos os gols marcados contaram com a colaboração dos desatentos zagueiros de ambas as equipes.

Logo aos 8 minutos, Andrézinho cruzou para Tuta, livre de marcação, completar de cabeça e abrir o marcador.

O Corinthians passou a buscar mais o ataque e, aos 11 minutos, a arbitragem anulou, com razão, um gol marcado em impedimento por Herrera.

Três minutos depois Douglas lançou com brilhantismo para Herrera que, mesmo na frente do goleiro, demonstrando espírito de equipe, tocou para Dentinho, com o gol vazio, empatar a partida.

O jogo deu uma amornada e, aos 33 minutos, em mais uma desatenção da zaga corinthiana, a bola foi cruzada pela esquerda, cabeceada na trave e no rebote sobrou para Tuta, livre de marcação, colocar novamente o São Caetano em vantagem.

O segundo tempo começou com o Corinthians um pouco mais avançado, mas com pouca criatividade ofensiva.

O Azulão tentava levar perigo nos contra-ataques.

Aos 11 minutos, Eduardo Ramos cruzou pela direita na cabeça de Herrera que não perdoou e empatou a partida.

Três minutos depois o zagueiro Chicão perdeu a cabeça, pisou no atleta do São Caetano e foi expulso de maneira correta.

A superioridade de elenco do Corinthians é tão grande que, mesmo com um atleta a menos, o São Caetano pouco exigiu de sua defesa.

No final da partida houve tempo ainda para o árbitro marcar um impedimento absurdo de Careca, que sairia na cara do gol e ainda expulsar Alessandro, por uma falta desnecessário no meio de campo.

O empate acabou sendo um resultado justo que em nada altera a situação do Corinthians no campeonato e deixa o São Caetano em uma posição intermediaria na Série B.

Advertisements

Facebook Comments

11 comentários em “Empate justo em Campinas”

  1. E, o Massa??? não merece um comentario?

    Paulinho: Já comentei, está abaixo do “Chute Inicial”

  2. Cancelando o post anterior, não tinha observado o comentario , mais abaixo. desculpe-me.

    bom domingo , meu caro paulinho.

  3. Voce realmente é um lutador.Paulinho apesar da grande visibilidade de seu Blog a mídia nacional, os jornalistas sérios e os corinthianos de elevada credibilidade nada declaram sobre os fatos.
    Você realmente é um lutador.

  4. Caro Paulo !
    Você saberia dizer quantas assistências o Herrera já deu esse ano ?
    E como é possivel um time levar nove amarelos e sequer um vermelho,?

  5. Paulinho,

    O empate foi justo, eu concordo. O Corinthians não mereceu mais do que o empate.

    Dito isto, gostaria de dizer algo que todos estão percebendo: a sempre problemática arbitragem paulista contra o Corinthians. Isto mesmo: “contra o Corinthians”.

    Tudo confirmado pelo Wright da TV Globo, que como todos sabem não morre de amores pelo Corinthians. O gol do S. Caetano foi ilegal, com odois jogadores em completo impedimento. Uma expulsão exageradamente rigorosa e injusta tendo em vista que 5 minutos antes uma falta exatamente igual foi cometida pelo jogador do Azulão que simplesmente recebeu uma advertência do arbitro. Dois impedimentos decisivos mal marcados contra o Corinthians.

    Existe definitivamente um rigor excessivo por parte dos arbitros paulistas com relação ao Corinthians. Não quero aqui analisar os porques. Isto cabe a você jornalista.

    Mas eles existem. Como o povo costuma dizer: na duvida eles apitam contra.

    Se a diretoria atual prezasse o Corinthians em campo, jamais deveria permitir arbitragens paulistas nos seus jogos.

  6. Mais uma vez a patifaria dos arbitros pauistas voltou-se a repetir, exatamente da mesma forma.

    O adversário do interior tem um número enorme de cartões amarelos (8 ou mais) e nenhum vermelho. E o Corinthians também.

    Só que os critérios são diferentes: os do Corinthians são naturalmente expulsos (justamente, por sinal) e os dos adversários não (caracterizando a injustiça do critério).

    Ninguem da imprensa fala disso. É medo?

  7. Olá Paulinho, eu moro em campinas e como corinthiano acompanho seu blog diariamente, mas gostaria de deixar uma informaçao importante do jogo aqui, no estadio brinco de ouro da princesa, o anel superior do tobogã cabem 17 mil pessoas, se levarmos em conta que ele estava com com 95% de sua capacidade esgotada, mais os aneis inferiores, mais as arquibancadas laterais, mais as numeradas do lado oposto, como poderiam ter APENAS 11900 pagantes?, alguem tem alguma teoria sobre esses numero?

  8. Alguns fatos que, COM CERTEZA, seriam explorados pelo anticorinthianismo da imprensa, caso o prejudicado fosse o adversário ao invés co Corinthians:

    – O empate de 2×2 foi determinado pela arbitragem, ao validar o 2° gol do São Caetano em impedimento e marcar 2 impedimentos inexistentes em lances de gol para o Corinthians.

    – O Corinthians jogou 1/3 da partida com 1 jogador a menos (e mesmo assim dominou o jogo) e terminou com 2 a menos, e mesmo assim conseguiu o empate.

    – Apesar do São Caetano ter sido mais violento e ter levado mais cartões amarelos, não teve nenhum jogador expulso, e o Corinthians teve 2.

    De qualquer maneira, a partida serviu para mais uma vez confirmar que a equipe do Corinthians é boa e vários jogadores são muito bons (em uma análise honesta, não dá para apontar um time na Série A que seja superior ao Corinthians).

    E o Herrera? É odiado pelos anticorinthianos, pelo fato de ser admirado pela Fiel. Mas a verdade é que, só pela luta e pela garra que ele mostra a cada partida , ele já seria útil para qualquer equipe. Com os gols e assistências que vem fazendo, se torna um jogador de grande valor. Mais um acerto do Mano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: