Advertisements

Estatuto enrolado e dirigente Gavião

Estatuto Corinthiano

 

O Corinthians continua em situação irregular perante a justiça.

O estatuto que está em vigor é o do ano de 2002.

Nele as eleições são indiretas e as reeleições perpétuas.

O novo estatuto, redigido por juristas “notáveis” do clube, como Sérgio Alvarenga e Felipe Ezabella, ambos vice-presidentes de Andres Sanches, não está em acordo como o novo Código Civil.

O clube tentou registrá-lo no Cartório, depois que a irregularidade vazou para o blog.

O resultado, obvio, foi a devolução do documento sem o devido registro, além da indicação das irregularidades a serem corrigidas, entre elas o artigo 87 e sua famosa alínea “K”, que dá amplos poderes ao Conselho Deliberativo de alterá-lo com 2/3 de seus membros presentes.

Um absurdo.

Ontem, em reunião do CORI, foi decidido que o clube vai tentar registrá-lo na justiça.

A votação foi apertada, 7 a 6, e o assunto gerou muita discussão.

Roque Citadini não votou.

O presidente só vota em caso de empate.

A alegação dos membros que votaram pela entrada na justiça é de que o Cartório não tem competência para barrar o registro.

Detalhe: A tentativa de registro será feita sem que as alterações sejam efetuadas, ou seja, as irregularidades continuarão a fazer parte do documento.

O que implica em um quadro óbvio.

Vai para a justiça e é aprovado.

Recursos surgirão de diversos lados e interesses.

A situação ficará sob júdice até ser decidida pela justiça.

O caso vai se amarrando e quando chegarem as eleições, voto indireto.

Pior, eleito pelo antigo estatuto, além de tudo, o presidente terá direito a mais uma reeleição.

Realmente o cheiro não é bom.

Raul Gavião

Já é de conhecimento de todos o lamentável protesto organizado por membros de torcidas organizadas na ultima semana, no Parque São Jorge.

Foram até o campo de treinamento e ofenderam os atletas Felipe, Fábio Ferreira e Lulinha.

O protesto foi orquestrado e já estava agendado desde antes a final da Copa do Brasil, como já havia informado o blog.

Pior do que ter desocupados que, em pleno horário comercial, em um dia de semana, sentindo-se no direito de infernizar atletas que estavam trabalhando, palavra que eles desconhecem, é saber que foram ajudados por um vice-presidente do clube.

Raul Corrêa da Silva, vice-presidente de finanças, permitiu a entrada dos baderneiros.

Gente que nem associado do clube é fazendo arruaça com a conivência do dirigente.

Não que eu esteja impressionado, afinal, todos sabem que Raul é fundador dos Gaviões.

Mas como dirigente deveria se portar com postura melhor.

Ontem visitando o Orkut encontrei um líder do movimento “Fora Dualib”, Domingos Neto, dizendo: “Eles (torcedores) estão no direito deles”.

Direito ?

Entrar em um clube onde não são sócios, fazer baderna, incomodar trabalhadores e gritar palavrões a bel prazer ?

O mundo realmente está de ponta cabeça.

 

Facebook Comments
Advertisements

19 comentários sobre “Estatuto enrolado e dirigente Gavião

  1. Zeca

    Direito ??!!

    Entao seu Raul, quando te encontrar, eu to no meu direito de te encher a mao na cara, e agora sabendo que o sr, tem ligacoes com esse bando de vagabundos denominado “Tico-Ticos da Fiel”, estarei muito ansioso para lhe encontrar em nossa rua….

    Paulinho…o que me impressiona eh que com um desembargador ali dentro os caras nao vao responder por isso…..como que esse desembargador consegue dormir a noite….???

  2. Leonardo

    Tem algo estranho na matéria. Qtos conselheiros tem o CORI? Se o Citadini não votou e o resultado foi de 7 a 6 parece que o CORI tem 14 membros. Número par?! Ora, seria de se esperar que fosse composto por número ímpar de integrantes (contando o presidente) e, em caso de empate, coubesse ao presidente o voto de minerva.

  3. Malokero

    Pra mim eu não vejo problema nesse tipo de manisfestação, toda manifestação que não tenha violência é valida.

    Não da pra ser sócio do Corinthians, pagar a mensalidade mensal, ingressos, viagens, etc… ou um, ou outro.

    Esse papo que precisa ser sócio para poder protestar lá no PSJ é um tanto quanto incoerente, pois se for assim terei que me filiar ao PT para poder protestar contra o Lula…

  4. Andre-ZL

    Eu não idorso nada que o Paulinho falou sobre o protesto, hora Paulinho isso é apenas sua opinião e não é atestado de verdade (você não é dono da verdade, nunca foi e nunca será), se você é preconceituoso o problema é seu..nós existimos e continuaremos a existir queira você ou não.

    Prova, mas prova que este protesto foi articulado pela diretoria do Corinthiãns ou é mais uma fofoca como de costume por sua parte….

    Seja realista, tenha personalidade, esse seu papinho é carta marcada e ja encheu o saco.

  5. Leonardo T. Rossetti

    Uma pena!!! A vergonha e a sacanagem continuam reinando no Parque São Jorge!! Qurem saber?? Que se danem todos!! Balaio de gatos malditos!!!

    Enquanto isso a torcida do São Paulo vai aumentando na faixa dos 12 aos 16 anos. Segundo o Datafolha apurou, nessa faixa etária, a torcida são-paulina já superou a corinthiana. Enquanto isso, o São Paulo conquista títulos, enquanto isso o Internacional vira um belo clube de futebol, referência para o Brasil…

    E enquanto tudo isto ocorre, continuamos convivendo com Manés e Pássaros Organizados…pobre Corinthians…já já, dentro de menos tempo do que muitos imaginam, nem a maior torcida do estado teremos mais…não haverá mais nada para nos orgulharmos…

  6. denis

    André Z/L, acho que você deveria deixar o Corinthians de lado por um tempinho e voltar a freqüentar a escola, viu? “idorso”, “hora Paulinho”, “Corinthiãns”… meu Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Haroldo Dantas

    Vou dizer agora para, depois, não falarem que eu não disse.
    Se eles tentarem essa medida (Mandado de Segurança), vão, novamente, receber um não da Justiça. A justiça não concederá a medida almejada pelos dirigentes que se arvoram donos do CORINTHIANS, por um simples motivo. FALTA DE AMPARO LEGAL.
    A recusa do Cartório em registrar o que elles chamam de estatuto está amparada na Lei e enquanto a Lei não for cumprida não se poderá registrar essa escrescência.
    O estatuto, para ser regular, tem de ter um rito de elaboração democrático, onde todos os sócios possam exercer o direito de opinar e ao final, votar, aprovando-o.
    Nós, da COMISSÃO DIRETAS JÁ!, com o apoio dos integrantes do MOVIMENTO CORINTHIANS LEGAL estamos monitorando os movimentos dessa gente e promovendo as medidas pertinentes para regularizar a situação no Timão e podem ter certesa, EM JANEIRO TEREMOS ELEIÇÕES DIRETAS PARA PRESIDENTE.
    Nós garantimos.

  8. geraldo c araujo

    É bem capaz de esses jogadores estarem numa lista secreta de jogadores vendáveis e que sua desqualificação perante a torcida interesse aos vendedores; pode até haver uma quirela qualquer para remunerar os “protestantes”. O Jair Rosa Pinto e o Gerson “Canhotinha” deixaram o Flamengo artificialmente “incompatibilizados” com a torcida. Olho vivo!

  9. Juliano

    Paulinho, voce conseguiria perguntar qual a posição do Clube, uma vez que o CORI é meramente Orientativo. Quais serão as posições do Sr. Alvarenga e do Sr. Ezabella frente aos que tentam resitrar um estatuto em DESACORDO com a Lei? O Andrés convocará ou não a Assembléia?

    obs.: O que os “Notáveis” do CORI querem é questionar a Constitucionalidade do Código Cívil com finalidade de ficar tudo como está no PSJ, já que o tema é aberto a inúmeros recursos até decisão do Supremo, Isso pode deixar o Corinthians como o atual estatuto por mais de 10 anos. O Cartório, por lei, não pode registrar documentos em desacordo ao Código Cívil.

  10. marcelo

    Todos tem direito de opinar e se manifestar. Acho um erro fazer isso quando os atletas estão trabalhando, mas é apenas uma minoria. Não reflete a opinião e atitudes da grande maioria. Porém discordo do Sr. Paulinho, pois ouvi na Jovem Pan, que os manifestantes eram sócios do clube e que estaval ali para exigir dos conselheiros que expulsassem a dupla Dualib-Nesi. Aproveitando o livre acesso (pois são sócios do clube), aproveitaram e foram até as arquibancadas do parque são jorge protestar contra alguns atletas, com certeza ainda fruto da magoa da perda da copa do brasil. Apenas isso. Quando o Citadini era diretor de futebol também acontecia as mesmas manifestações. A coisas que não podem mudar. Queira você ou não, a força política da Gaviões é muito grande. Apesar de não representar o grosso da torcida eles de alguma maneira são os porta vozes do torcedor corinthiano espalhado pelo Brasil.

  11. Anderson

    Gostaria que essa torcida, este blog, e todos os corinthianos de bem, fizessem uma campanha, manisfestações, e o escambau, para que terminasse de vez, o DEFICIT do SOCIAL.
    Até quando? Porque ninguem mexe nessa ferida que sangra o Corinthians a muito tempo?

    Prá isso não tem faixa? Não tem manifestação? Não tem jornalista? Não tem sócio:?

    Não interessa né? Todos tem rabo preso com alguma coisa, ou “amigos” acupando postos.

    O Corinthians está cheio de vazios. ´Tudo hipocrisia.

  12. Malokero

    Por Marcel Rizzo, JT Esportes

    No caderno de esportes do JT de hoje – Pág. 8C – JT/26/06/2008, o jornalista Marcel Rizzo escreve que “enquanto os correligionários do presidente Andrés Sanches correm para registrar o documento (estatuto) e avalizar o direito de voto aos associados, grupos rivais preferem adiá-lo com uma ação judicial”.

    Continua: “Isso abriria a possibilidade de realizar o pleito (próxima eleição para presidente) sob o estatuto vigente e com votação apenas dos membros do Conselho Deliberativo. A oposição acredita que pode vencer Sanches no CD, mas teria pouca chance entre os sócios”, escreveu Marcel Rizzo.

    PAULINHO, vc sabe disso, vc não é bobo, a oposição está fazendo de tudo para que o novo estatuto não seja registrado.

    Agora quem está errado:

    A turma da oposição que acha possível ganhar do Andres somente pelo voto dos conselheiros.

    ou…

    A turma da situação que teme perder a eleição com os votos dos conselheiros por quer registrar logo o novo estatuto e ser eleito pelo voto dos associados.

    Qual é a sua opinião Paulinho, já que vc sempre foi a favor do voto dos associados, ou mudou de opinião agora???????

  13. Leonardo T. Rossetti

    Nota 10 para o colega Anderson!!! Está na hora dos torcedores de modo geral, inclusive o bando organizado, a lutarem e se movimentarem para que algo seja feito com relação ao clube social.

    O futebol do Corinthians perde MUITO dinheiro para cobrir os custos dos cloros das piscinas e demais modalidades esportivas e social do clube.

    Os Gaviões da Fiel, que adoram protestar e invadir o Parque São Jorge, deveriam criar o movimento do “futebol total”. Deixando de tirar cerca de 12 milhões anuais do quê arrecada o futebol para cobrir os déficits do clube social, o Corinthians teria esses 12 milhões em caixa para contratar melhores jogadores e com isso formar equipes com muito mais chances de títulos e consequentamente, os próprios Gaviões e demais torcedores teriam menos motivos para protestar e/ou querer invadir o clube.

    Pensem nisso senhores!!! A bola levantada pelo Anderson foi muito boa!!!

  14. Roque Citadini

    A propósito dos problemas do novo estatuto esclareço o que ocorreu na última reunião do Cori.Alguns-com grande base jurídica- defendem que o clube entre com uma ação na Justica e tente uma medida liminar ,com isso registrará -de imediato – o novo esatuto. Ficaremos em posição idêntica ao S.Paulo, Palmeira e Santos. Outros – com igual suporte jurídico-defendem que o clube convoque A. Geral de sócios e faça a alteração sugerida pelo cartório.Neste caso propOe que a A. Geral seria apenas homologatória do novo estatuo. As duas apresentam risco jurídico; na primeira , o clube não conseguir uma medida liminar e ai terá que fazer a A. Geral.No segundo caso não há segurança que a A. Geral seja homologatóri e -uma ação judicial -garanta a resdicussão de todos os temas. Nesta caso ficará quase inviável concluir-se a reforma,em prazo limitado. Em um e noutro caso há risco jurídico.Até porque a Justiça não tem posição sólida sobre nenhuma corrente ,embora a que defenda a reforma pela Cd já tenha uma vitória no TJ.

  15. Ricardo

    Da vergonha torcer para o Corinthians, quando a “grande” torcida invade para protestar. Como pensar que um dia ganharemos a Libertadores, que somos realmente grandes? Não imagino a torcida do Real, do Manchester, do Barcelona fazendo isso. Mostra na verdade o quanto são pequenos! A Gaviões devia se ligar, não tinham razão quando foram bater no Edílson (perdemos um grande jogador) e não tem razão agora. As uniformizadas não representam a verdadeira grande nação de torcedores “comuns”. Tem de ser colocadas no seu devido lugar. O pior é ouvir o Chico Lang (credo!!!) dizer que quem quer jogar no Corinthians tem que aguentar pressão, assim como alguns posts que aqui estão. Repetindo: as uniformizadas não representam a verdadeira torcida do corinthians. Passou da hora dessa cambada “vazar”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: