Advertisements

O Rei virou vassalo

Acabo de ler, no blog do Juca, a notícia da aproximação de Pelé com Fábio Koff.

Como a genialidade de alguém pode contrastar tanto com o caráter ?

Como conseguimos nos enganar por tanto tempo ?

Talvez pela aura de magia que nos fazia enxergá-lo como um Deus.

Um Rei no futebol.

Apenas um vassalo como ser humano.

Subserviente de gente da pior espécie.

Que decepção.

Facebook Comments
Advertisements

7 comentários sobre “O Rei virou vassalo

  1. Alexandre

    Paulinho

    Um dia, será, discordará do Juca? E olha que admiro há muito o trabalho do Juca.

    Diga-ma com quem andas que direis quem tu és é uma assertiva perigosa. Prefiro aquela: se não pode vencê-los, una-se a eles.

    Deveria discutir o motivo do encontro do Péle com a cartolagem. Aumetar o prazo de contrato dos jovens de 3 para 5 anos.

    Pergunto: essa é uma pretensão justa?

    Nem você nem o Juca respoderam a verdadeira questão. Se limitaram a atacar o Rei de maneira gratuita por uma reunião que ainda não aconteceu.

    A pureza é, antes, princípio nazista.

  2. Victor Farinelli

    Concordo com o Alexandre que o Paulinho não discorda do Juca Kfouri nem sem querer, mas nesse caso estou de acordo com ele, ou com eles, porque o Pelé, de forma lamentável, vem pisando na bola reiteradas vezes, e essa é mais uma delas.

    Quando se sujeita a esse tipo de encontro, Pelé está fazendo o jogo dos clubes, agindo e colocando seu nome em favor dos clubes, se torna garoto-propaganda de todos os seus interesses, incluindo os mais mesquinhos (e todos sabemos que a maioria dos interesses dos nossos clubes são mesquinhos).

    Maradona foi perfeito quando falou do Pelé em Cannes. A imprensa brasileira mentiu muito sobre as declarações do argentino (como sempre), mas a única crítica pesada, e correta, que ele fez ao Pelé foi que o Rei está cada dia mais longe dos jogadores e mais perto dos poderosos do futebol. A reunião com Fábio Koff, a ridícula propaganda da Timemania e a nova aliança do Rei com a CBF apenas dão mais razão ao Maradona.

    Tomara que o brasileiro volte, um dia, a estar do lado dos jogadores, não prá limpar sua imagem, senão que prá deixar, ao final, um legado do Pelé jogador, astro-rei do futebol mundial, e não herdar essa pobre imagem do Pelé bobo-da-corte dos poderosos da bola – curvando-se inclusive prá gente como Fábio Koff, que não reprensenta nem 1% do que representa Pelé para o futebol.

  3. Victor Farinelli

    Nenhum brasileiro aceita que se coloque Pelé e Maradona no mesmo patamar. Mas pelo menos o argentino, quando se manifesta em relação a temas futebolísticos, sempre se alinha com os interesses dos jogadores, pois ele foi jogador e sabe que os responsáveis pela arte estão dentro do campo.

    Pelé antigamente também se alinhava com os que estavam dentro do campo, mas agora se rendeu aos que estão fora, mais especificamente com os que contabilizam o lucro, e pior ainda, mendigando a eles uma esmolinha a troco de sua imagem cada vez menos brilhante.

    É uma pena ver um gênio causando dano a si mesmo, e isso vale tanto pro Maradona, quando se afunda nas drogas, quanto pro Pelé, quando se afunda no jogo do poder.

    Pelo menos o Maradona luta prá se livrar do seu vício.

  4. Fred

    Ele já recebeu um convite para visitar o Estádio do Morumbi, com vistas a Copa 2014…é qüestão de horas!

  5. Alexandre

    É amigo Vitor, nessa você acertou em cheio. Ser propagandista da Timemania foi uma grande furada do Pelé. Nisso estou de acordo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: