Advertisements

A vergonhosa marcha da maconha

A marcha da Maconha é um dos atos mais vergonhosos da história desse país.

Ela deve ocorrer em diversas capitais brasileiras.

Muitas já conseguiram proibi-la na justiça.

Lamentavelmente a cidade de São Paulo ainda não.

Peço aos pais que impeçam seus filhos de participarem desse vergonhoso ato a favor da liberação das drogas.

Todos sabem os efeitos causados por ela.

Nas cidades em que a justiça agiu com decência fiscalizem e denunciem qualquer movimentação.

Sou veementemente contra qualquer tipo de drogas e principalmente manifestações de encorajamento a sua utilização.

O mundo está cada vez pior.

Facebook Comments
Advertisements

69 comentários sobre “A vergonhosa marcha da maconha

  1. Felipe Lima ®

    Objetivo da marcha eh chamar atencao para o debate sobre as drogas. Nao tem nada haver com a liberacao. Melhor se informar! t+

  2. Leo

    Bom Paulinho, gosto muito de você por ser o unico é falar as verdades do reino podre que é o nosso corinthians. Porem, acho que você deveria permanecer falando disso e de outros esportes, que é a sua área. Coisas que você não entende absolutamente nada, é melhor deixar outros meio de comunicações e pessoas mais capacitadas para comentar o assunto.
    Sei que você vai responder, toda droga faz mal, bla bla bla. Sem duvida as drogas fazem mal, porem a maconha não é só uma droga. Ela serve para muitas coisas, nem 100 anos atras ela era legalizada e utilizada em muitos setores da sociedade. Tendo os americanos proibido o seu uso e cultivo, primeiro para começar a discriminar os mexicanos e tambem para outros interesses, lucro de alguns que estavam no poder.
    Não seja ditatorial, isso contradiz um pouco tudo que você escreve aqui.
    Enfim, se informe antes de criticar.

  3. edgar

    Você toma uma cervejinha com os amigos ou não, fica só no guaraná?

  4. Luiz F.

    Paulinho, acho que está sendo conservador ao extremo neste caso. Eu tb não gosto de maconha mas deve-se tomar a situação de outra maneira. Se ela estiver legalizada, e empresas fizerem o seu comércio ao invés de traficantes, e a violência certamente diminuirá. Além de gerar impostos e empregos.
    Pense racionalmente nisso. Nenhum país do mundo consegue extinguir as drogas. É impossível. Já que é impossível, por que não legalizar e fazer disso um negócio? Proibir é muito pior, haja visto o que aconteceu com a Lei seca nos EUA. Ou seja, se não podemos vencer as drogas, é melhor legalizar e fazer de uma maneira clara, sem poderosos ganhando mto $$$ por fora. Empresas como Philip Morris e Souza Cruz ganhariam $$ com isso, gerariam empregos etc. Se vc é contra maconha ou não gosta (como eu), é simples. Vc não consome! Assim como o alcool ou o cigarro. Pense nisso racionalmente.

  5. Hugo Andrade

    ser contra a marcha da maconha é ser contra a liberdade de expressão. não se junte ao grupo dos políticos hipócritas e beberrões que detonam a maconha e enchem a cara pelo Brasil a fora, causando constrangimentos, danos físicos e morais e até mortes

  6. Celso

    Acredito que o problema está na hipocrisia mundial em rotular o que é droga e o que não é, ou qual droga eu proíbo ou não. Isso, historicamente, foi feito de maneira vertical e interesseira. Mas não vem ao fato. Pensando pelo lado natural, óbvio que o mesmo alcolátra que acaba com sua família e bate em seus filhos tb deveriam ser levado em cosideração quando pensamos nas consequências como fator de ponderação. Então acho um absurdo essa rotulação infundada. Quanto ao ponto efetivo à população, a decisão quanto à liberação impacta principalmente numa incapacidade atual do estado em suprir as necessidades de uma população mal instruída pelo próprio, que virá a ter no período inicial dessa nova teoria. Mas, em compensação, deveríamos pensar que rotular o usúario como financiador do tráfico, e não à proibição como a verdadeira financiadora, é até engraçado. Se não fosse proibido, tivessemos uma população educada e um estado competente pra tratar dos empolgados (como não temos nem pra alcólatras), não teríamos pq proibir e o dinheiro gasto contra o tráfico seria bem útil em outras áreas, e tráfico não teria de onde se financiar. Mas pra isso acontecer, precisamos de pelo menos mais 500 anos, a partir da data que um presidente decente entrar. Do jeito que está, falar em liberação é impossível, mas criticar é um absurdo e uma hipocrisa sem tamanho, um desrespeito a individualidade.

  7. Ivayr Kondo

    Geralmente leio seu blog apenas para me manter informado sobre nosso futebol, mas o que me fez escrever desta vez foi o fato de que os dois primeiros comentários são apológicos as drogas e, note que, para defenderem o uso, apelam para a violência verbal, não me surpreenderia se você estivesse em público, em alguma palestra falando essas mesmas palavras, alguém virasse para você e te atacasse fisicamente. Digo isso porque as pessoas que não podem contra-argumentar os malefícios da droga apelam para qualquer método para defendê-la, nem que seja a força.

    Quem organizou esta marcha só poderia ter feito isso em seu estado alucinógeno sem a menor capacidade de refletir sobre as consequências do incentivo às drogas. Tais pessoas que tem tempo para se drogar, se esquece que também é direito de uma criança escolher estudar sem ser chamado de babaca ou careta por não querer dar um ¨tapa¨, mas estas pessoas não refletem, são incapazes de se mover em favor de uma melhor comunidade, preferem curtir o barato deles, pouco se importando com as consequências a terceiros.

    E vou continuar a ser contra as drogas até que se extinguem os confrontos armados entre traficantes e a polícia, até que pessoas inocentes deixem de morrer em sua volta pra casa, até que traficantes deixem de usar a força para decidir quem vive e quem morre e até que uma criança cresça sem lhe usurparem o direito ao lazer. (antes que alguém me critique por ser contra a liberdade e livre-arbítrio, leia até aqui e veja o que fazem quem tem o poder das drogas).

    E que os viciados em maconha não venham me dizer que ninguém tem o direito de lhe dizer o que é proibido ou não. Não é assim, essas mesmas pessoas que pedem para que os deixem fumar livremente, que pedem para que legalizem as drogas são as mesmas pessoas que fazem os comentários acima, usando de sarcasmos e críticas infundadas para que o dono do blog desista da idéia de defender o que lhe é perfeitamente cabível! Ou seja, a liberdade para eles é uma, para os outros é repressão.

    E que sirva de exemplo esses ataques, para que você, pai de família, saiba que seu filho não está seguro, mesmo que ele enxergue liberdade de expressão nas atitudes de um protesto, que tenha o mesmo dicernimento para enxergar a demagogia e puerilidade dos fatos.

  8. Anacleto Paes

    Paulinho sua opinião é simplória sobre o tema, mas o pior corinthiano é o corinthiano careta…

  9. Eduardo

    Pisou na bola, é só refletir um pouco e vai ver que a criminilização das “drogas” é hipócrita, pois todos sabemos quantas drogas “legais” são comercializadas e tem publicidade na TV. Basta deixar o preconceito de lado pra perceber isso.

  10. Ernesto

    Paulinho,

    Voce mandou muito mal nessa, te explico porque em 2 motivos;

    1-) A CONSTITUICAO brasileira da o direito de qualquer brasileiro se reunir em manifestacao pacifica e democratica, ou seja, qualquer passeata pacifica eh estritamente legal em nosso pais, restando entao as cidades que proibiram, o titulo de “anti-democratica”, ou “comunista” se preferir.

    2-) Como pode as autoridades, principalmente o MINISTERIO PUBLICO ser tao hipocrita em nosso pais ?! Querem proibir a passeata pela maconha, mas ate hoje nao proibiram as festas RAVE, que existem apenas para os jovens se drogar, e com drogas sinteticas, que levam a morte instantaneamente, como um garoto paulista semana passada, e um carioca ha alguns meses.

    O que acontece paulinho, eh que nao existe como “industrializar” a maconha, portanto o governo nao tem como ganhar nada com isso, porem as drogas sinteticas, o tabaco e o alcool principalmente, sao passiveis de industrializacao, e logo, passiveis de um enorme lucro para as “empresas” e para o governo !!

    ALCOOL MATA MAIS QUE MACONHA

    TABACO MATA MAIS QUE MACONHA

    RAVES MATAM MAIS QUE MACONHA

    E VEM O MINISTERIO PUBLICO E PROIBE A PASSEATA PELA MACONHA ?!?!?!

    NOSSO PAIS EH UMA PIADA !! HOLANDA EH 1o MUNDO EH LA A MACONHA EH LIBERADA SOCIALMENTE E MEDICINALMENTE, E SABE O QUE ACONTECE POR LA? ELES TEM A MENOR TAXA DE USUARIOS DE MACONHA DA EUROPA !!!

    INFELIZMENTE NOSSO PAIS EH BURRO, IGNORANTE, CORRUPTO E HIPOCRITA !!

  11. Luis

    Lamentável… marcha pela segurança, por uma educação de qualidade, por um sistema de saúde que atenda as necessidades da população, entre outros não existem, mas isso?!? Porém, acredito que você deveria se concentrar nas questões esportivas, isto não impede você de enviar sua opinião, mas deveria ter um espaço diferenciado em seu blog quando opinar sobre outros assuntos. Já escrevi anteriormente, o grande problema é que a posição de um jornalista que conhece determinado assunto acaba influenciando a opinião de alguns, dando a entender que o mesmo tem a mesma qualidade em outras áreas, como política por exemplo. Até porque neste ponto acredito que você ainda tem uma posição de “senso comum”….

  12. sergio lima

    Hipocrita e ignorante. Posa de democrata mas nao respeita as manifestacoes democraticas. Realmente, o Brasil tem muito o que aprender. Aprender a respeitar os direitos de todos que nao pensem como a maioria. Ja esta provado que o cigarro e a bebida sao muito piores que a maconha, mas, so porque vc tem um filho de quinze anos vem com essa balela. Jornalismo e’ coisa seria moco.

  13. Pedro Rossi

    Sou veementemente contra a legalização das drogas!!!
    Até porque conheço bem os terríveis malefícios
    da pior droga, o álcool, que por sinal é legalizada.
    E não vou ser hiopócrita, bebo minha cervejinha também
    apesar de ter vivenciado o que o álcool pode causar.
    Agora, da mesma forma que você pode se manifestar contra,
    há os que podem se manifestar a favor à legalização, não acha?
    E não vou entrar no assunto que a constituição diz isso ou aquilo.
    Antes disso, o bom senso e o mínimo de noção de regras de convivência
    lhe elucidará que manifestações pacíficas, por mais que bastante controversas, não devem ser proibidas.
    Afinal vivemos em uma democracia, ou não?
    Acompanho seu blog diariamente e o acho muito bom.
    Mas entendo que você cometeu um inportante deslize sendo
    ditatorial e autoritário. Além do mais, se rogando o dono da verdade.
    E repito, acompanho seu blog diariamente, gosto muito dele e sou totalmente contra qualquer legalização das drogas.
    Mas…
    bom, já foi dito
    abs

  14. Julio Rubinstein

    A droga em si não é o principal problema. Somente a proibição não resolve a questão. O que está em jogo é quem faz o uso de drogas e em que circunstâncias. O uso abusivo de drogas outras compulsões como comer compulsivo, comprar (do tipo, “sou o que tenho”..) e jogar são igualmente problemáticos e dizem respeito a um ser humano que necessita de algo para anestesiar uma angustia ou preencher um espaço que por ele é vivído como insuportável. Não se esqueça que o álcool é droga e os calmantes também são drogas. Lícitos, porém, igualmente preocupantes e muito mais usados que a maconha. Proibir não resove a questão. É preciso se aproximar do usuário e entendê-lo para além do ato ilícito, entendê-lo a partir de sua auto destrutividade que, se não estiver mais no uso abusivo de drogas, estará deslocado para outra patologia. Tente entender a complexidade da questão. Tudo que é proibido pode ser mais atraente, não se esqueça….

  15. henrique

    ola paulinho

    bem saudável rever seus conceitos. aliás, posicionamento muito parecido com os argumentos que qquer torcedor profissional usa para falar de times alheios.
    o problema nao está nas drogas, nas leis ou no uso/aplicação delas. a questao é o ser humano mesmo. o que nao falta por ai é imbecil que só bebe água e faz merda. assim como quem fuma unizinho e é brilhante em todos os sentidos.

    re-pense seus conceitos. a liberdade de um (como a sua de imprensa) é tão ou mais importante que qquer lei idiota que fica potencializando o comercio ilegal de qquer coisa.

    droga por droga, pare de torcer pro corinthians. certamente teria uma vida bem mais saudável

    abraços alvi-negro, pois com as drogas eu parei

  16. Evandro Meireles

    “1-) A CONSTITUICAO brasileira da o direito de qualquer brasileiro se reunir em manifestacao pacifica e democratica, ou seja, qualquer passeata pacifica eh estritamente legal em nosso pais, restando entao as cidades que proibiram, o titulo de “anti-democratica”, ou “comunista” se preferir.”

    Param de falar bobagem, ontem estava comentando isso com o Paulinho e ele mencionou sobre de alegaram liberdade de expressão.

    – Primeiro que essa passeata trata algo ilícito, então não cabe a liberdade de expressão. Poderíamos comparar isso, aos famosos “aviãozinhos” (entregadores de droga) ir na justiça do trabalho para cobrar seus direitos de um traficante. Espero que tenha me entendido. Por favor não cita mais a constituição para proteger um crime.

    – Segundo, o ARTIGO 287 DO CÓDIGO PENAL DIZ “FAZER, PUBLICAMENTE, APOLOGIA DE FATO CRIMINOSO OU DE AUTOR DE CRIME”. Detenção de 03 a 06 meses.

    – Terceiro, alguns disseram que é uma forma de esclarecer, esclarecer o que? Que a maconha queima muito mais neurônimos do que um cigarro? Quem a maconha deixa a pessoa fora de si?

    Parabéns PAULINHO pelo post.

    Antes que eu me esqueça, o TJ proíbiu essas marchas.

    Abraços

  17. alessandro

    Se fazer passeta em prol de uma droga cuja venda é considerada crime é liberdade de expressão. Baseando nisso, então uma passeata defendendo o nazismo, defendendo a pedofilia também pode ser considerada liberdade de expressão…

  18. Victor Farinelli

    Acho que vergonha é o fato de haverem proibido manifestações teoricamente pacíficas, sobre um tema que sim cabe discussão por parte da sociedade civil.

    Estão querendo calar a boca do cidadão!

    E por que? Por que sim? Qual o argumento?

    Isso tem um nome! Se chama mordaça!!

    Me assustei ao ver isso no seu blog, o qual acompanho e admiro, sobretudo por esse radicalismo desnecessário, porque jornalismo com credibilidade se faz com pluralismo de idéias, e não com tentativas de uniformizar um falso e cego moralismo.

    Você pode ser contra as drogas, e tem todo o direito de sê-lo e manisfestar sua opinião. Da mesma forma, todo cidadão também tem o mesmo direito, inclusive os que são a favor da sua legalização. Eles têm o direito de manifestar sua opinião, e inclusive de pedir um debate público mais amplo sobre o tema.

    Eu também sou contra a legalização da maconha, mas sou a favor do direito ao debate que os seus defensores pedem. Senão as pessoas são obrigadas a pensar sempre o mesmo, a não aceitar discutir os temas sociais, coisa típica de uma ditadura, que decide a ferro e fogo o que é certo e o que é errado, sem permitir o debate de cada tema com todos os matizes que os envolvem.

    A marcha não tem nada de ilegal. É um direito político de cada cidadão, e se reprimimos o direito das pessoas de manifestar suas idéias pacificamente, então jogamos no ralo tudo o que defendemos como democracia.

  19. raf

    Paulinho,

    Estava assistindo bbc esses dias e estavam fazendo um teste de direcao com um cara que fuma maconha, ele fez os testes basicos para identificar os efeitos da maconha em sua direcao.
    pois bem o cara fez lucido o teste, dai fumou o baseado, fez o teste e o resultado foi ? o cara foi melhor do que lucido, com mais seguranca e confianca incrivel nem o reporter acreditou !

    e tambem como todo mundo apenas olha o lado q te interessa e que vc acredita sem ao menos ter provas concretas…

    ja esta provado que maconha nao mata os neuronios e sim os paraliza por determinado tempo e fora que é um otimo remedio para artrose ,reumatismo e anti stress

    agora caso tenha a oportunidade visite Amsterdam aonde o mundo todo vai pelo prazer de fumar um baseado sem ser discriminado e nao pense que é so pothead que vai nao, se acha casal “boda de ouro”tambem estao sempre por la, e como funciona bem principalmente o mercado que a maconha gera cada coisa, casacos, tenis, todo o tipo imaginavel de souvenir ate a agronomia e produtos para plantar é incrivel.

    se fazem muito dinheiro na europa vendendo coisas para maconheiros, é um mercado e tanto

    parece tudo facil ne, porem o brasil ainda nao tem uma estrutura para uma liberacao e sim em algumas mudancas para diferenciar o usuario do traficante

  20. Rodrigo Leme

    Ópio tbm era legal há séculos atrás. Por isso q a humanidade evolui.

    Rídicula essa marcha da maconha. Em uma época em q está se fazendo de tudo para reduzir a presença de cigarro (restrições em anúncios, limitação de locais onde se fuma, eliminação em entrevista de emprego pra fumante), tem gente q quer liberar seus tapinhas pela própria conveniência, e ainda tem a cara de pau de chamar isso de “liberdade de expresão”.

    Pq não fazem uma marcha a favor da pedofilia? Os sábios gregos praticavam a pedofilia em Atenas ela era até mesmo estimulada, então deve ser bom ser pedófilo. E não mexa com a liberdade de expressão do pedófilo, hein?

    Ridículo. É gente que não tem o mínimo interesse em melhorar o mundo, quer apenas liberdade pra se drogar.

    E comemore Paulinho, a justiça fez o q dela se espera e acabou com essa aberração. Quem quer fumar maconha q continue se arriscando no morro, aí morre mais dessa raça.

  21. deborah

    Olha, Paulinho, este tema é extremamente e complexo.

    Mesmo que a única droga que eu consuma seja, eventualmente, um vinho (nem remédio halopático tomo!!), sou a favor da descriminalização da maconha e do controle, pelo Estado, das demais drogas, como é o caso, hoje, dos psicotrópicos.

    Discutir o uso das drogas ou pedir pela descriminalização da maconha não significa, no meu entender, incitar seu uso. Peo contrário, significa trazer à tona esta discussão e, mais que todo, encarar o que realmente deve ser questionado: o poder do tráfico.

    Se hoje existe traficantes é porque a hipocrisia impera. Até porque eu, vc. e toda a torcida do amado Corinthians sabemos que se fuma maconha livremente neste país.
    E acho simplista demais dizer que existe traficante porque existe viciados.
    As drogas sempre existiram e sempre existirão. Viciados também sempre existirão. Negar esta realidade é como exigir a abstinência sexual como prevenção às DST.

    O ser humano tem necessidade de escapes.
    Uns escapam pelo sexo; outros, pelas drogas; outros pelo trabalho; outros, epa religiao; outros, pela luta contra a corrupção no Corinthians… pisc*

    Proibir e impedir a livre manifestação a favor da discussão do tema só fortalece o tráfico.

    Mil vezes incitar a discussão, explicitar os riscos e garantir uma política de redução de danos aos usuários, que deixar a produção e comercialização a cargos de bandidos.

    Este é meu ponto de vista.

    beijo,
    d.

  22. deborah

    Em tempo!

    1) ‘alopático’!!! É sem ‘h’. Com ‘h’ é ‘homeopático’.

    2) sorry pelos erros de digitação. Acabei enviando sem corrigir.

    Merci!

  23. Daniel Caiado de Souza

    Vergonhosa? Vergonhosa foi a proibição da mesma, algo que aconteceu NO MUNDO TODO aqui não pode, bem aqui onde necessitamos rever nossos conceitos simplesmente proibem a liberdade de expressão.

    Além de tudo ajudei a organizar a marcha, existem usuários de maconha, muitos, se nos EUA não conseguem proibí-la acha que no Brasil devemos nos espelhar no fracasso?

    Maconha é a droga menos tóxica, que menos causa dependência(entre 6 e 10% comparado ao álcool que vicia entre 15 e 20%), menos causa danos e pacifica as pessoas em vez do contrário.

    É proibida simplesmente pelo racismo norte-americano, pelo mito que incitava a violência, isso na década de 30.

    Sugiro que estude sobre o assunto antes de dar sua opinião, pelo jeito não sabe nada de entorpecentes e quão disseminada estão em nossa sociedade.

  24. Fabio

    Sou a favor da liberação das drogas, mas não da marcha (bem como da propaganda de drogas legais, como o álcool e o cigarro)

  25. Ratysu

    Desculpe mas nunca ouvi ninguém dizendo que bateu carro, matou familia, jogou carro em cima de pedestres e coisas assim porque estava doido de maconha.

    E se apoiar na constituição sabendo que ela é insatisfatória pra nossa realidade dói.

  26. Caio

    Ah, tá bom… estamos vivendo uma perseguição às avessas. Tem gente que defende a legalização da maconha e tenta mandar o Paulinho não escrever sobre o assunto. Qual o problema? Liberdade de expressão só existe se for para opinar a favor?
    Se a Holanda é tão referência assim, porque o resto do mundo não seguiu seu exemplo? A realidade deles é muito diferente da nossa…
    Os malefícios do álcool, tão danosos quanto os da maconha não podem servir de pretexto para a legalização desta droga.
    Se a marcha tem a intenção “apenas” de fomentar o debate, porque é organizada somente por defensores da legalização?
    Ora pois…

  27. Daniel

    Paulinho,

    Tenho 2 filhos, um de 2 anos e outro de 5 anos, e sempre penso que tipo de país estamos construindo para eles, e para nossas crianças em geral. Tenho uma boa formação e, acredito, uma consciência política acima da média da nossa população em geral (o que talvez não signifique muito, já que nossa sociedade não tem um bom acesso aos estudos, cultura, etc), mesmo assim não consigo ter posição formada sobre o assunto. Acho que legalizar porquê a bebida,por exemplo, é legal não acho um bom argumento. Porque gerará empregos e impostos, também não. Comparar Brasil com a Holanda, é brincadeira.
    Meu sentimento geral é ser contra. Moro cidade média do Interior de MG e, mesmo assim, quando vou até a varanda do meu prédio e olho para a praça vejo rodas de jovens fumando, brigando e perdendo um tempo valioso.
    Não seria melhor fazermos passeatas pela melhoria da educação, do ensino técnico, contra a corrupção, a favor do ensino integral, do aumento da atividade esportiva em nossas escolas. Essas iniciativas não trariam uma melhoria para nossos jovens? Quantos potenciais atletas estão perdidos nesse país maravilhoso? Acho que temos coisas mais importantes para nos preocupar e com efeitos mais diretos sobre a violência e desenvolvimento da nossa sociedade.
    Um abraço, mais uma vez obrigado por abrir seu espaço, democraticamente.

    Daniel

  28. Marcelo

    sou pai de família, totalmente contra o uso de drogas alucinógenas por diversão, (somente uso medicinal), sou contra bebidas, na minha opnião quem dirige alcolizado deveria perder a habilitação sumariamente e ser indiciado por tentativa de homícidio, mas sou a favor da legalização das drogas, qualquer pessoa tem como comprar drogas no Brasil, libera e acaba com esse lucro absurdo de criminosos, acaba com o dinheiro fácil, cerveja da um lucro enorme, e vc não ve qualquer um produzindo para comercializar. Isso enfraqueceria os traficantes.

  29. Fabio

    Paulinho, te admiro como jornalista esportivo. Agora, em relação a planta maconha e a natureza humana voçê está sendo radical e ignorante. Se voçê toma uma cervejinha ou um vinho de vez em quando piorou. O álcool e a maconha são “drogas” leves. O dinheiro da maconha vai para traficantes. Os usuários utilizam uma maconha de má qualidade. Enfim, essa é uma discussão muito complexa e tem de ser discutida com médicos, sociólogos, antropólogos, químicos, e etc… A liberdade de expressão tem de ser preservada. Assim como a liberdade de imprensa. Paulinho, continue sua brava luta contra os corruptos do Corinthians e do esporte nacional. Mas eu respeito a sua opinião, assim como voçê deveria respeitar a opinião de muitas outras pessoas. Utilizar do argumento que não cabe liberdade de expressão porque é algo ilícito é ridículo. Pensa bem. Mas pensa mesmo. E procure sair mais de São Paulo e conhecer a cultura de milhares de pessoas do Brasil inteiro.

  30. Magau

    Em primeiro lugar, meu caro, não é marcha DA maconha, é PELA maconha!, PELA LIBERDADE!

    Em segundo, não visa encorajar ninguém a usar, a maconherada só quer a descriminalização.

    Em terceiro, pior q esses maconheiros é você que não reconhece o direito que ele têm de reivindicar o direito de ter seus pezinhos em casa.

    Pra vc ampliar um pouco seus horizonte limitados, por ora, deixo-te aqui uma entrevista com me professor de direito penal, um dos maiores criminalista do Brasil, e o maior criminologista da América Latina sobre o tema. Tem uma Super interessante muito boa tb, te aconselho.

    Repórter: Por falar em drogas, o senhor é a favor da legalização?

    Juarez Cirino: Eu sou absolutamente a favor da legalização, isto é, da descriminalização, como estão fazendo os países centrais. E nós aqui no Brasil, quando tentamos descriminalizar a questão do uso da droga, da posse de droga para uso próprio, houve uma reação norte-americana imediata de ameaça de retaliação, porque eles não permitem. Não se percebe que a droga hoje é um dos grandes mecanismos do poder norte-americano de controle do planeta, através da política das drogas, que eles impõem a todas as políticas criminais de todos os estados. E aqui no Brasil nós não podemos descriminalizar. Criamos um problema insolúvel porque temos uma questão idiota que fala de drogas lícitas e drogas ilícitas. Nós temos o álcool e temos o fumo, que são drogas lícitas porque pertencem às grandes empresas produtoras, que não têm o controle das plantações de maconha, de coca, etc. Se tivessem, eles legalizavam. Vamos acabar com esse problema. E não adianta, mais cedo ou mais tarde, a humanidade vai ter que conviver com as drogas ilícitas, encontrar uma forma de conviver com as drogas ilícitas, como teve que encontrar com o álcool – não adiantou a Lei Seca norte-americana. E aí despenalizaram a questão do álcool, mas já criminalizaram das outras drogas que não são comercializadas pelas grandes empresas. E criaram um problema insolúvel para países como o Brasil, em que quase a metade da população das prisões está por fatos delituosos relacionados à questão da droga. A experiência da Holanda, que descriminalizou a droga, mostrou o seguinte: que após a legalização, o consumo não aumentou nada. E com isso o que eles ganharam? Eliminaram o problema criminal da droga. É como se criminalizássemos todos os alcoólatras aqui e agora. Os alcoólatras vão continuar bebendo. A grande questão da droga é a seguinte: pesquisas mostram que a criminalização da droga interessa, sobretudo, a quem produz a droga, a quem comercializa a droga, e a quem reprime a droga, isso é, às polícias que reprimem a droga. Porque a criminalização da droga significa, imediatamente, o crescimento no mercado no valor do produto na razão de um para mil. Ou seja, a criminalização cria um grande negócio. E se você descriminaliza, o preço vem para baixo e desaparece esse grande negócio

    O link: http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=753531&tit=A-questao-da-criminalidade-nao-se-resolve-com-Direito-Penal

  31. Andre

    Estabelecer um limite, que define quais drogas podem ser usadas e quais nao podem eh dificil. Alguem pode argumentar pq nao liberar a cocaina? Ou, ja que a maconha eh proibida, pq nao proibir cigarro e etanol? Ambas as argumentacoes podem ser feitas de forma razoavel.

    Os que afirmam que a liberacao sera positiva para economia, saude publica e diminuicao da criminalidade estao sendo imprecisos, ninguem sabe o que vai acontecer com a liberacao. Na verdade, se algo eh proibido ou nao no Brasil nao faz muita diferenca. O que me leva a concluir: a liberacao, provavelmente, nao mudaria muita coisa.

    Existe uma enorme hipocrisia relacionada ao uso da maconha. Muitos dizem com orgulho que beberam todas na “balada” e chamam aqueles que usam a droga tema do post de maconheiros (de forma pejorativa e preconceituosa). Eh de se imaginar que um usuario(a) de maconha se sinta ofendido(a) com esse tipo de comportamento e queira discutir a liberacao da droga e a maneira como a sociedade olha para ele(a). Acho tambem que a passeata, de uma maneira indireta talvez, incentiva o uso da maconha, portanto, sua proibicao me parece razoavel e nao um ato arbitrario.

    obs: eu nao concordo com outros frequentadores do blog que disseram que vc deveria falar soh de esportes. Esse foi o post que mais me interessou, dentre os postados nesse fim de semana. Tanto que li os comentarios e mandei esse texto grande (perdi meia hora do meu domingo patetico). Leio seu blog, principalmente, pq vc escreve sobre corrupcao.

  32. Ernesto

    Caro Evandro, claramente vc nao conhece a nossa constituicao por completo, e muito menos vem se atualizando. Ontem a Globo exibiu uma materia imparcial sobre o assunto, onde um especialista afirmou o paragrafo da constituicao que eu citei. E o paragrafo que vc citou nao se aplica a esse caso, pois se tivesse visto a mesma materia, por ex., saberia que a passeata nada tem a ver com a APOLOGIA citada por vc num paragrafo da Constituicao.

    Vc nao foi procurar a informacao que passei sobre a Holanda ?? Onde a maconha apesar de ser liberada, eh controlada e informada a populacao para uso de seus beneficios e nao os maleficios…. e deu certo, pois eles possuem a menor taxa de usuarios na europa ocidental.

    O que vc usou foi a velha hipocrisia brasileira, responsavel ha seculos por ajudar o nao-desenvolvimento do Brasil. Hoje acho uma pena os portugueses terem vencido os holandeses na batalha pelo Brasil ha quase 500 anos…se pegarmos como exemplo a situacao social, economica, financeira, etc, etc, atual de Portugal e Holanda, acho que se tivessemos sido colonizados por holandeses a vida aqui nesse pais maravilhoso seria muito melhor e muito mais facil….pelo menos seria um pais verdadeiramente democratico e livre de hipocrisia !!!

  33. Andre

    Creio que vc cometeu um erro ao deixar esse comentario passar.

    Rodrigo Leme Disse:

    “Quem quer fumar maconha q continue se arriscando no morro, aí morre mais dessa raça.”

  34. Evandro Meireles

    Ernesto,

    Eu não conheço mesmo a constituição, muito menos o Código Penal. Inventei esse artigo, pois ele não consta lá.

    Mas já que eu não sou um conhecedor do Direito, vou jogar meu diploma de bacharel em Direito no lixo e mandarei uma carta aos Desembargadores que proíbiram a marcha, pois todos nós somos desconhecedores da lei.

    Qual o benefício da maconha? Deixar alucinado?

    DÚVIDO QUE A CONSTITUIÇÃO LIBERA UM ATO SOBRE UM PRODUTO ÍLICITO.

  35. Ze'

    Que mente fechada, hein, Paulinho? Procure se informar mais, porque nessa a sua ignorancia nao passou despercebida pelos seus leitores. Por que priobir o debate? Por que nao difundir mais informacoes? Quer dizer que os Holandeses sao uns idiotas? Procure se informar sobre a experiencia daquele pais, e do Canada, onde a maconha nao e’ legal, mas os policiais nao incomodam que fuma ou quem planta em casa. Voce foi preconceituoso e ditatorial nessa. Nota zero pra voce. E olha que eu nao sou maconheiro, so’ prezo as liberdades individuais e o direito das pessoas reivindicarem a mudanca nas leis de forma pacifica. Priobir uma marcha? Fala serio, estamos em que seculo? Queria saber o que o Juca Kfouri pensa sobre esse assunto.

  36. Ernesto

    Novamente Ernesto, essa marcha se refere a discriminalizacao da maconha para tornar possivel o uso medicinal de suas propriedades. Se quiser saber de beneficios, fale com um medico, mas se paises do 1o mundo usam, porque nao conhecer algo que pode tambem ajudar. Esse eh o proposito da marcha, e nem vc e nem qualquer diploma conseque enquadrar tal marcha como apologia.

    Nos locais onde foram proibidos, ocorre a tal “lei dos favores”, coisa que as pessoas com diploma e cargos da lei conhece bem como funciona, afinal em nosso pais se cada diplomado perdesse seu titulo por um ato contra a lei, dificilmente teriamos profissionais nessa area.

    Agora, vc fuma ? Toma alcool? Qual o beneficio dos dois para ser liberado? Quantos diplomados ja tentaram impedir as raves e o consumo desenfreado de drogas quimicas?? Ninguem quer liberar a maconha pra sair fumando na rua !!
    E antes de criticar, se informe…sobre o proposito da passeata, beneficio medico…e se puder, encare as perguntas acima como um questionamento sobre os reais valores de nossa sociedade…tao eticos quanto a maconha, mas tao suscetivel ao $$ do alcool e do tabaco…. e por ai vai….quanto vale o silencio ???

  37. Cristiano Bertoni

    Artigo desinformado, burro, hipócrita e, acima de tudo, de quem não curte muito uma DEMOCRACIA e liberdade de expressão.
    abraços

  38. felipe

    concordo que uma amrcha da maconha eh uma coisa patetica…. mais outra coisa eu granto , c ela fosse legal como em quase todos os lugares da europa. voce compra em lugares especializados fiscalizados e dentro da lei. morreriam muito menos criancas nos morros do rio e nas favelas do brasil todo… isso eh uma realidade nao adianta lutar contra. virou normal pelo menos 60% dos jovem utilizam a droga. mais de 20% da populaçao adulta tambem temos que abrir os olhos nao eh proibindo esse produto que estaremos mostrando progresso, o progresso vai vir quando o dinheiro utilizado para a aquisição ilegal, for para a educacao e saude em forma de imposto sobre um produto legal ….

    essa eh a minha opiniao

  39. Evandro Meireles

    Está bem, a passeata é em favor de uso medicinal não é?

    Para com esse discurso seu, pois quem quer a liberação da Maconha é porque gosta de fumar.

    Quem sabe um dia vc trabalhando em uma Delegacia de tóxico, muda de opinião.

  40. liberdade de expressao

    SOBRE SEU COMENTÁRIO SOBRE A MARCHA DA MACONHA:
    Prezado Paulinho:

    Vejo que em pouco tempo já escreve como um jornalista corporativista de primeira.

    Decerto para quebrar o sigilo de correspondência das pessoas para revelar práticas imorais pode. Para isso o jornalista tem salvo conduto.

    Para ofender as pessoas alcunhando-as como “honestas”deve ter salvo conduto.

    Com certeza vc deve também defender como a ABAP a propaganda de cerveja como liberdade de expressão da marca. Afinal o consumo de cerveja quase não causa danos às pessoas.

    Creio que a discussão acerca da descriminalização da maconha é um tanto ambígua. Mas entendo que as pessoas expressarem-se para a sua descriminalização faz parte da liberdade de expressão.

    Mas é certo que para você, assim como para alguns “jornalistas” a liberdade de imprensa é superior à liberdade de expressão.

    Confesso que suas palavras me chocaram por ver alguém ser a favor de limitar-se a liberdade de expressão.

    Sugiro a você uma reflexão acerca de uma frase de Rosseau:

    “Não concordo com uma única palavra que diz. Mas defenderei com todas as minhas forças o direito de dizê-la”

    Acho que você perdeu uma grande oportunidade de ficar calado. Seu comentário foi de um imbecilidade que ficaria adequada ao site futebol interior.

  41. Ricardo Maravalhas

    A cada dia sinto que vc está pior.
    A cada dia mostra uma faceta autoritária, tiranica e soberba.
    Ação que é o dono da razão e que é proprietário da ética.
    Cidado, isso é perigoso e corrompe mais que o dinheiro. Vide PT.
    Por favor, como um estudante de jornalismo, o minimo que vc deveria fazer era zelar pelo SAGRADO DIREITO DE MANIFESTAÇÃO, REUNIÃO E LIBERDADE DE PENSAMENTO.
    Hj voce querem calar essa manifestação por ser supostamente em prol ao uiso da droga (visão míope e deturpada, uma vez que todas sabemos tratar-se da discriminalização); amanha, quem sabe não estarão tentando impedir a marcha contra o terceiro mandato, uma vez que supostamente a constituição pode ser mudada.

  42. sergio lima

    Resposta ao Alessandro. E’ mesmo. Fazer passeata a favor do nazismo ou contra negros, contra brancos ou contra judeus e’ tambem uma prova de liberdade de expressao. Liberdade e’ liberdade. Nao tem lado, nao tem cor, nao tem vergonha na cara e pode sim vir carregada de preconceitos dificeis de serem compreendidos. Mas, em qualquer democracia seria, o direito daqueles que pensam totalmente diferente da grande maioria deve ser defendido a qualquer custo por todos aqueles que hj se encontram no grupo de maior numero mas que amanha, podem muito bem se encontrarem do outro lado da cerca. Liberdade de expressao e’ o principio de tudo e no Brasil, muitas leis ferem este direito para agradarem a outras minorias, um erro constitucional sem tamanho, mais um. Triste. Antes de mais nada, sou contra a maconha, adoro cervejas e gracas ao bom Deus nao tenho problemas com pessoas de outras racas, por isso eu me obrigo a defender aqueles que pensam diferente de mim, porque acredito num futuro melhor.

  43. Alessandro-Palmeirense

    Sempre o exemplo Holandês? Porque não dão o exemplo sueco, onde a liberação não deu certo?

  44. Hugo - Corinthians

    Boa Paulinho!
    Sempre que sai do tema futebol vc se mostra lúcido e coerente com suas idéias, revelando ser, além de um promissor jornalista, uma pessoa íntegra.
    Num momento em que a impunidade de uma lei retrógrada, utrapassada e leniente motiva a violência no país, ainda há desocupados que incentivam essa verdadeira marcha da vergonha.
    Será que não tinham um motivo mais necessário pra discutir e reivindicar?

  45. José Luís

    Oh velho, foi mal né, gosto muito de você, mas não podemos ser contra a liberdade de expressão meu caro, peça desculpas, não é vergonha não, abraço. Obs. Eu admiro muito seu trabalho, só por isso estou colocando o comentário. valeu

  46. sten

    Liberdade de expressão Paulinho, vc como jornalista deveria prezar pala mesma, depois a descriminalização da maconha seria um golpe mortal contra o trafico, além de diminuir o consumo de outras drogas mais pesadas. É só observar a Holanda.

  47. alex ...

    muitos aqui que estão falando do dono do blog é careta desinformado com certeza já deu um tapinha na maldita … tudo uns noias inrustidos que quando saem dos seus escritorios passam numa boquinha de fumo pra comprar seu baseadinho que não faz mal a ninguem né mais custa a enxergar o quanto de violencia esse cigarrinho do capeta traz pra sociedade … bando de maconheiros que sustentam o trafico quando um familiar proximo morrer na mão de um noia não venha culpar o governo ok … quem usa maconha começa com cigarro depois passa pra cocaina pq a maconha já não faz mais efeito pra ficar doidão depois passa pra heroina pq fica doidão mais rapido depois pro crack e caixão pronto o capeta ta te esperando uahhuahauhuauahu
    to contigo Paulinho …

  48. justiça

    se a passeata era pra fins medicinais porque o Conselho de Medicina não se pronunciou??
    pq só tinha hippies e alguns playboysinhos e mias uma meia duzia de noias?? não vi nenhum medico lá com cartaz pedindo a liberação para o uso da medicina …
    Policia nesses vagabundosss

  49. justiça

    se a passeata era pra fins medicinais porque o Conselho de Medicina não se pronunciou??
    pq só tinha hippies e alguns playboysinhos e mias uma meia duzia de noias?? não vi nenhum medico lá com cartaz pedindo a liberação para o uso da medicina …
    Policia nesses vagabundosss

  50. cristovão bueno

    uffffssssssssssssssssssssssssss
    eu bacho que bocê debia bicar restrito aos esportes.
    Ou bocê é hipócrita ou não entende nada. Nos dois casos debia bicar calado.
    fufffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff

    schsssssssssssssssssssssssssss
    O alcool é buito mais pernicioso que a “brenfa”, por que você não cria uma campanha contra a proibição do mesmo????
    fufffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff
    Te garanto que vai morrer muito menos gente no transito….
    schssssssssssssssssssssssssss

  51. Igor de Oliveira

    Nunca pense que fosse discorda de você em agluma coisa. Todos sabem o efeito? Ela é ótima para o poder da criação, do momento lúdico. O álcool é mais nocivo, vicia mais e provoca maiores danos na sociedade. Mas, acredito que você tome uma cervejinha no final do dia. E sociedade hipócrita…

  52. Felipe Bandeira

    Vergonha é censurar uma passeata que se propõe a discutir uma lei e não tem nada a ver com apologia.

    Talvez conhecer um pouco sobre a marcha da maconha ajude a esclarecer.

    Vegonha é ter preconceito.

    Ps. Não sou usuário de maconha

  53. omar

    Nunca utilizei drogas ilicitas, ou por medo da dependencia quimica ou por principios sociais. Jamais seria partícipe de bandidos. Fiz faculdade há 10 anos. 90% dos meus amigos usavam maconha e muitos outras drogas mais pesadas.
    No entanto, sou a favor de discutir o assunto. Evitá-lo só piora a situação. A maconha é uma realidade, não adianta tentar encobrir o sol com a peneira.
    P.S. Se tiver a oportunidade de visitar a Holanda, por exemplo, não tenho duvidas que entraria em um bar especializado e fumaria um cigarro de maconha.

  54. gonz

    nossa…. to atrasado mas…
    bando de facistinha aqui né?
    neguinho que assistiu tropa de elite e aprendeu como verdade.. sei não… jogar a culpa da violencia do país na mão de quem dá uns pégas é triste…
    ABRAM OS OLHOS MACACADA!!!!
    qto a vc paulinho, hj sou obrigado a discordar severamente amigão… normalmente acredito que vc manda bem, mas nessa, não passou de outro qqer querendo sercear a liberdade de expressão…
    vc pode ser contra as drogas, mas não pode podar quem é a favor dela… cada um com suas idéias….
    agora.. qto preconceito aqui… vou repetir.. BANDO DE FACISTAS DESINFORMADOS!!! vão buscar informação que vale ao invés de cair nos embustes da mídiazinha corporativa…

  55. Roberio

    Aho esse negocio de liberação da maconha uma falta de repeito com a população, onde esse país irá parar? Me sinto envergonhado como brasileiro!!!

  56. Bruno

    A maconha não causa um décimo das mortes que causam o tabaco e o álcool. Se ela leva pessoas para o tráfico, é porque ainda não foi legalizada.
    Acende o seu Marlboro e pense um pouco mais sobre isso…

  57. Isaquiel M

    Olá paulinho,os relatos que acabei de lêr de pessoas que se dizem cidadão,
    só nos deixa mais convicto,que o ser humano está vivendo nesse século uma verdadeira inversão de valores.

  58. lisboa

    Dois maconheiros estão passeando pela rua quando eles encontram um pobre velhinho e tentam ajuda-lo. Assim que eles chegam o velhinho diz: “Eu sou um genio, obrigado por me acolher, agora vou concerder-lhes 2 desejos!” Logo que o velhinho diz isso um maconheiro fala: “Eu quero um cigarrinho de maconha pra fazê a minha que eu to na instiga!”. Então eles fumaram o baseado com o gênio. Depois o segundo maconheiro falou: “Agora eu quero um baseadão”. Então o gênio POOF!! e apareceu um baseado bem grande, logo, eles fumaram. Então, quando os maconheiros tão indo embora o gênio grita: “Ei!! Perae, pensando melhor eu vou conceder a vocês mais um pedido!!”
    pedrados.blogspot.com

  59. lisboa

    Alguns efeitos podem incluir percepção alterada da realidade, euforia leve, sensação de bem-estar, relaxamento e redução de estresse, letargia, aumento na percepção do humor, música ou arte, jovialidade, metacognição e introspecção, aumento da lembrança de memória episódica, aumento da sensualidade, aumento da percepção sensorial tátil, aumento da libido.

    Como uso medicinal, incluem-se a redução da pressão intraocular, aumento de apetite e efeito antiemético, tratamento da esclerose amiotrófica e trauma raquimedular, bem como qualquer enfermidade onde haja uma dor crônica.

  60. Pingback: Fim de ‘perseguição’ a usuários de maconha, pedem os ativistas!

  61. Brasileira

    Falta é vergonha na cara desses maconheiro… Simmm maconheiros…sim senhores… legalização inutil.
    Vão as ruas p educação, n a violencia, a pedofilia, preconceito racial, a fome, miseria, n a essa politica imunda brasileira, não as drogas.
    Depois irao querer legalizar o PÓ.

  62. Brasileira

    Paulinho será q eles terão a insaneidade de cantar o Hino do brasil no proximo inutil manifesto em Goiania???
    O que a droga não faz heim!!!

  63. John

    auaahahu…..
    Legaliza pra ver o que acontece; na Holanda onde é legalizada ninguem morreu pelo uso dela!!!!!!!!!Talvez tenham morrido depois de fumar e dar uma volta de carro, mais ai cai no mesmo que o alcool.
    Sera que aqui pela latitude e longitude ela mata?!? Talvez os caras la dos poderes consigam uma morte por causa dela…….Libera ela e veja se o Brasil afunda.

    Todo material proibido mais com valor influencia o tráfico portanto sempre vai ter gente morrendo por causa dele…
    Não culpe a planta e seu apreciadores.

  64. João Victor Schiavo

    tenho 2 doutorados e falo 7 idiomas e fumo maconha desde os 16

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: