Advertisements

Onde jogar ? Versão 1972…

A polêmica entre Palmeiras e São Paulo sobre disputar as duas partidas decisivas no estádio do Morumbi é antiga.

Na partida final do Campeonato Paulista de 1972, o Palmeiras publicou um artigo nos jornais da época se posicionando contra jogar na casa do tricolor.

E deu certo.

Foi disputado no Pacaembu e o empate sem gols garantiu o titulo palmeirense.

Detalhe: Palmeiras campeão e São Paulo vice terminaram o torneio invictos.

 

 

 

Por indicação do leitor Daniel Marchiori Remorini, que enviou a foto retirada do site http://terceiraviaverdao.blogspot.com/

Facebook Comments
Advertisements

14 comentários sobre “Onde jogar ? Versão 1972…

  1. marcos tadeu dornelles

    PAULINHO,NAO POSSO TIRAR A RAZAO DO PALMEIRAS EM QUERER JOGAR EM SUA CASA,AINDA MAIS AGORA COM UM PATROCINADOR,PLEITEAR UM CAMPEONATO DEPOIS DE LONGOS NOVE ANOS,ESTA MAIS DO QUE CERTO,NAO IMPORTA O CUSTO DISSO,AFINAL DE CONTAS NAO E PROBLEMA DA TORCIDA,A ELA INTERESSA SOMENTE SER CAMPEAO,NADA MAIS,O S.PAULO ESTA QUERENDO TER PELO MENOS ALGUM BENEFICIO,JA QUE A VANTAGEM E TOTAL DO VERDAO,PORQUE ENTAO NAO QUESTIONAR AS REGRAS,JA QUE NAO LHE RESTA OUTRA COISA,O IMPORTANTE DE TUDO ISSO,E QUE SEJA FEITO UM BOM ESPETACULO,QUE VENÇA O MELHOR,QUE NAO VEJAMOS SEREM MARCADOS TRES PENALTIS EM UMA SO PARTIDA,E PARA O MESMO TIME,E NEM QUE DEPOIS DE UMA EVENTUAL DERROTA DE UM DOS DOIS,O CORONEL MARINHO NAO SEJA MAIS UMA VEZ O CULPADO.
    QUE O MARCO AURELIO CUNHA VENHA EM PUBLICO COMENTAR APENAS O DESEMPENHO DE SEU TIME,DEIXANDO AS COISAS EXTRAS CAMPO SEREM DISCUTIDAS POR QUEM E DE DIREITO,E QUE A TRAFFIC,NAO SEJA MUITO SEVERA COM O PALMEIRAS EM CASO DE UMA DERROTA,NAO FAÇA COMO NOS CAMPOS DE PELADA CUJO DONO DA BOLA A RETIRA DE CAMPO QUANDO O PLACAR NAO O FAVORECE,DIZENDO,OS JOGADORES SAO MEUS EU FAÇO DELES O QUE QUIZER.
    QUE O LUXEMBURGO RECEBA O COMBINADO PELO SEU PAGAMENTO,UMA VEZ QUE O SANTOS SE ATOLOU PARA RESPEITAR TAL CONTRATO COM ESTE SENHOR.
    ENFIM PAULINHO,DEPOIS DE TODA ESTA IRONIA,EU COMO CORINTIANO,LEVAREI MEUS FILHOS AO PARQUE,POIS SO MUDARAO AS LATAS,MAS O CONTEUDO PARA A ANALISE DELAS SERA O MESMO,VOCE NAO CONCORDA?

    ABRAÇOS.

  2. Rafael

    Anuncie Aqui????? Ué tá recorrendo as técnicas do MN?????

    Paulinho: Patrocínio não é “merchan”…

  3. Julio

    Ou seja: não é de hoje que se tem consciência do favorecimento que o São Paulo tem de realizar clássicos e decisões no Morumbi; e que se luta contra esse favorecimento.

    Mais importante: nesses 30 e tantos anos que se passaram desde a publicação do anúncio am tela, a situação piorou muito. O Morumbi, que no início dos anos 70 e até recentemente era um estádio mal-acabado, recebeu o impulso que faltava para para adquirir o aspecto de “estádio pronto” com a realização do Mundial de Clubes de 2000. Desse modo, recebeu uma “maquiagem”, com a colocação de distintivos do São Paulo por toda parte e de listras com as cores do clube. A partir dessas mudanças, hoje se têm a sensação visual de se estar jogando na casa do São Paulo.

    Há a questão dos vestiários, também. Se, antigamente, havia o vestiário n° 1 e o n° 2, e o mandante da partida, fosse o São Paulo ou não, usava o vestiário n° 1, hoje isso não é mais respeitado. O São Paulo construiu um vestiário superior que reserva para uso exclusivo, o que lhe gera um handicap extra.

    Houve, por fim, o “aprendizado da Libertadores”: depois de sofrer toda sorte de abusos no exterior, nas várias edições da Libertadores que disputou (e perdeu), o São Paulo passou a se utilizar do chamado “jogo sujo” dentro das quatro linhas, em seu entorno e nos bastidores. A isso chama “boa administração”, e a imprensa (majoritariamente pró-São Paulo desde a fundação do clube, por diretores do Estadão) repercute.

    Por muito tempo se defendeu a “neutralidade” do Morumbi, proporcionada por suas dimensões e pela distância que a torcida guarda do gramado. Mas fale a respeito disso para qualquer botafoguense, e ele reagirá com exaltada indignação, pela lembrança daqueles 2×3 nos anos 80 – um jogo que ficou marcado, para todos que o assistiram, como o maior exemplo do nível de apelação a que chega um clube para garantir um resultado positivo em seus domínios.

  4. Alviverde/SP

    Pô, assisti a um belo jogo de VÔLEI no primeiro tempo…assim vai ser FÁCIL pra eles.

  5. Daniel

    Dois gols roubados… Esquema Traffic? Como em 71, com o gol anulado do Leivinha, como na Libertadores de 2005, em que deram um penalti inexistente do Correa e em que roubaram um penalti no washington, e depois pegaram só galinha morta, e o brasileiro do ano passado, em que jogaram na defesa e meteram a mão no Palmeiras no Palestra, No Inter no Beira-Rio, no Goiás, Santos, Paraná, o são paulinho ganhou… Mas ainda não acabou…

    Saudações alviverdes
    CAMPEÃO DO SÉCULO, ACADEMIA, AQUI É PALMEIRAS!

  6. Daniel

    Paulinho, na primeira fase os três pênaltis pro Palmeiras existiram. E agora, o Marco Aurélio vai falar da arbitragem?

  7. Clayton

    Em 1971, o São Paulo jogava pelo empate (embora tenha vencido por 1×0), e comandado por Gérson e cia, era mais time que o Palmeiras. Título merecido. 2005 foi o ano em que o São Paulo “mijou de porta aberta” dentro do nosso quintal, no chiqueiro da Pompéia. Não teve galinha morta depois, pois pegamos o River Plate (que havia feito melhor campanha na 1º fase) e despachamos eles, ano do TRI continental e mundial, sem ajuda de parcerias. O Palmeiras não tem mais camisa… Cadê a tradição? Vive de parcerias. Sem elas, com as próprias pernas, está há quase 40 anos na fila.

    Paulinho, se confirmar mais esta eliminação no Paulista, será o 11º mata-mata que o time “dependente” e decadente perde para o São Paulo. Detalhe: 11 mata-matas em 12, desde a década de 70, envolvendo fases decisivas. Freguesia eterna… E tome fila… 12 anos sem títulos paulistas.
    TrrrRrREeeeeEeeeMmmmeeeEee Palmeirinhas… Fácil demais.

  8. Daniel

    Melhor viver de parcerias do que de ajuda da federação e de arbitragem… ganharam roubado na libertadores de 2005 e no brasileiro do ano passado, de nós e de outros clubes, como falei… Como não consegue refutar os fatos, fala de parceria…

    Falar que o são paulinho era mais time que o Palmeiras em 71 é brincadeira, “Clayton”… o Palmeiras era a Academia, vc não conhece de história do futebol… Roubaram em 71, roubaram no ano passado, hoje… Quem vai tremer são vcs, que hoje só se defenderam…

    AVANTE, ACADEMIA!
    CAMPEÃO DO SÉCULO, AQUI É PALMEIRAS!

  9. Daniel

    “Clayton”, e os três gols do Liverpool no mundial de 2005? Na Libertadores de 2005 meteram a mão no Verdão, pegaram só timeco depois e vc fala de parceria… Tivemos parceria, há anos todos os jogadores de todos os clubes são de empresários… Vcs ganham roubado e falam de parceria?

    Chiqueiro é o morumbi, que fica na vila sônia e em que não se vê bem o jogo… O Palestra Italia fica na Pompéia e é um estádio muito melhor pra ver o jogo e muito melhor localizado… Vamos ver quem mija onde, vai ser mais um ataque contra defesa… Nós temos parceria, mas jogamos noa ataque… já vcs, roubaram o galo em 77, o guarani no brinco de ouro, e o que falei acima…

  10. Daniel

    O “chiqueiro”, por falar nisso, é o estádio que vcs tentaram tomar em 42… Não conseguiram, roubaram o do pinheiros, venderam pra lusa e depois, COM “PARCERIA” COM O GOVERNO DO ESTADO, CONSTRUÍRAM O MORUMBI, DIGO, O VILA SÔNIA… E AÍ, “CLAYTON”? JÁ OUVIU FALAR DA DECISÃO DE 70, EM QUE O LAUDO NATEL FEZ O JUIZ OPERAR A PONTE? QUANTO AO JOGO DE 71, O PALMEIRAS EMPATOU AOS 25 DO SEGUNDO E ERA BEM MELHOR… PODERIA VIRAR SE NÃO FOSSE O ARMANDINHO…

    FORZA, PALESTRA!
    PRA CIMA DO FREGUÊS HISTÓRICO!

  11. Marciano de Brito Silva

    Sou corinthiano, mas vou entrar na discussão acerca da falsa neutralidade do Morumbi. Alguém aqui ainda se lembra dos estranhos buracos que surgiram na manhã de um domingo pelo brasileiro de 93 quando o Corinthians iria decidir a vaga para a final contra o Vitória?

    A quem interessava que isso ocorresse? Foram Ovnis?

  12. calloni

    vamos la paulinho, cade o post falando que diretoria do palmeiras falta com a verdade?
    acabei de ler na gazeta esportiva o seguinte:

    A reunião entre a diretoria do Palmeiras e a cúpula da Federação Paulista de Futebol definiu que a carga total de ingressos para a segunda partida semifinal entre Palmeiras e São Paulo, marcada para domingo, às 16 horas, no estádio Palestra Itália, será de 27.645 mil ingressos.

    A venda dos bilhetes começará nesta terça-feira, das 10 às 17 horas, e parte da carga total (2,2 mil) serão destinados aos torcedores do time do Morumbi. O setor vip do Palmeiras, conhecido como Espaço Visa, com capacidade para cinco mil espectadores, funcionará normalmente.

    O REGULAMENTO DIZ 10% dos ingressos para a torcida visitante. Norma essa que foi seguida pelo SPFC ao destinar mais de 8 mil ingressos, numa carga total de pouco mais de 60 mil ingressos.

    Que eu saibam 10% de 27 mil eh 2.700… Cade os 500 ingressos???? Que historia eh essa de que setor VIP nao entra na conta? O que a torcida visitante tem que ver se existe um setor VIP ou nao no campo do mandante???

    Por que tanta ajuda, e tanto silencio, a respeito do Palmeiras????

    Acho que estao tratando TODOS como palhacos e ninguem se levanta para atacar isso!

    Uma vergonha!

  13. Daniel

    Marciano, sou palmeirense e lembrei disso com o meu pai… Mas foi na decisão do brasileiro de 94, entre Palmeiras e Corinthians… quando foi definida a final o gramado do Morumbi apareceu “estranhamente” esburacado… Os dois jogos foram no Pacaembu… Esse é o são paulinho, o time dos bastidores…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: