Advertisements

Base do Corinthians finge mudanças para manter o bicheiro no poder

Jaça e Mané da Carne

Nos últimos dias, em reação aos protestos das torcidas organizadas, o Corinthians fez chegar, oficiosamente, à mídia que o bicheiro Jaça cedeu espaço para o trabalho de Carlos Brazil nas categorias de base, e que permaneceria influente, apenas, apesar de sem cargo, na condução do Sub-23, o que, por si, já seria constrangedor.

Sequer chega a ser uma meia verdade.

O acordo de bastidores, soubemos, foi o seguinte: do Sub-20 para baixo, o agente Carlos Leite terá liberdade para fazer negócios, utilizando para tal os ex-vascaínos incorporados ao departamento, entre os quais, Carlos Brazil.

Todos, porém, terão relatar as movimentações ao Diretor Oswaldo Neto, que é proprietário de duas empresas de intermediações de atletas e foi colocado na diretoria a pedido de Jaça.

Ou seja, o acerto, se houver, se dará por aí.

O bicheiro, em vez de se expor na base, com auxílio do supervisor Flavio Di Yorio Benedito (filho de um desembargador ligado a Andres Sanches) – a quem dita as regras, do afamado ‘bolso’ Wagner Rivera e da submissão do ex-volante Marcio Bittencourt, seguirá senhor absoluto das negociatas do departamento, sem ingerência dos que a ele precisam se reportar nas demais categorias.

Vale lembrar que Bittencourt é remunerado, por ordem de Jaça, para indicar atletas do Sub-23 para os profissionais, o que sugere diversas possibilidades.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: