Advertisements

Capitão do Mato, o Cúmplice e o Genocida

Nos bastidores da partida entre Flamengo e Defensa Y Justicia, disputada em Brasília, Renato Gaúcho fez questão de posar para foto abraçado, sem máscara, com o Capitão do Mato e seu dono, o Genocida que infelicita o pais.

O treinador junta-se, em cumplicidade, aos cartolas rubronegros.

Não há conquista esportiva que possa sobrepor-se a tamanha mancha na história do clube.

Quando os crimes de Bolsonaro forem detalhados em Tribunais Internacionais, livros, documentários e demais relatos históricos, o Flamengo será protagonista entre os que se deixaram usar para cooptação popular.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: