Advertisements

Cova América celebrará a covardia da cartolagem sulamericana

Mais da metade do elenco da Venezuela, além de outras Seleções inscritas para a Cova América, possuem jogadores infectados pelo COVID-19, que, provavelmente, retransmitiram a doença a terceiros, quartos e quintos.

Ainda assim, os cartolas, submissos aos interesses da CONMEBOL, apoiam, publicamente, a realização do torneio.

Aqui no Brasil, ontem (12), o Palmeiras anunciou a morte de um segurança e um podólogo do clube.

Ambos, evidentemente, mantinham contatos com vários integrantes do Verdão, entre os quais jogadores.

Apesar da evidente motivação ao protesto, covardemente, a equipe entrou em campo para enfrentar o Corinthians.

Ninguém ousaria peitar a Casa Bandida.

Muitos desse cartolas, se pudessem, estariam entre os idiotas que seguiram o Genocida com motocicletas pelas ruas de São Paulo – se é que, anonimamente, não estiveram.

O futebol sulamericano, gerido por déspotas sobrepostos a covardes, incapazes do mínimo gesto em defesa à vida – deles próprios, inclusive – não à toa encontra-se na insignificância compatível ao comportamento apresentado.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: