Advertisements

Associado tem candidatura a Conselho Fiscal do São Paulo cassada por retaliação

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, sentada e casacos e jaquetas

Em 19 de janeiro, o advogado Caio Forjaz inscreveu-se para concorrer a uma vaga do Conselho Fiscal do São Paulo, enviando toda a documentação necessária para a confirmação da candidatura.

O clube também entendeu assim.

Na mesma data, Daniela Oliveira, funcionária do Tricolor, atestou, por email, a legalidade da inscrição:

Porém, estranhamente, no último dia 02 de fevereiro, a Comissão Eleitoral do clube, em provável retaliação política (o associado é opositor à atual gestão) cassou a candidatura, alegando que Caio não forneceu comprovante de endereço válido.

Não é verdade.

Caio protocolou no clube carta enviada pelo banco Santander endereçada, curiosamente, ao mesmo local em que o Tricolor envia seus boletos de cobrança, todos quitados, mensalmente, pelo postulante ao Conselho Fiscal.

Indignado, o associado recorreu acrescentando outros dois comprovantes: conta de luz e IPTU.

Ainda assim, a Comissão Eleitoral, formada pelos conselheiros Eduardo Alfano Vieira, Luiz Vicente Prado Freire Junior e Dorival Jose Decoussau, reiterou a proibição.

O caso foi parar na Justiça, que já mandou intimar o São Paulo para que justifique a decisão.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Associado tem candidatura a Conselho Fiscal do São Paulo cassada por retaliação

  1. Pingback: Justiça proíbe São Paulo de eleger Conselheiros Fiscais após retaliação a opositor – Blog do Paulinho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: