Advertisements

A pandemia e o cuidado seletivo do Conselho Deliberativo do Corinthians

Antonio Goulart

Desde o início da pandemia de COVID-19, empresas, repartições públicas, programas de rádio e tv e até clubes de futebol adequaram-se para, remotamente, continuarem a operar sem a necessidade de atrasar pautas e procedimentos relevantes.

O Corinthians, porém, teve comportamento peculiar.

Quando era de interesse da diretoria alvinegra, CORI, Conselho Fiscal e demais departamentos reuniram-se e deliberaram em reuniões pela internet.

Na contramão, o Conselho Deliberativo, presidido por Antonio Goulart, utilizava a pandemia como justificativa, de fato válida, para não realização das Assembleias presenciais, mas ignorava, estranhamente, a possibilidade – utilizada pelos demais setores do clube e também noutras agremiações – dos encontros virtuais.

A intenção, óbvia, era impedir o impeachment de Andres Sanches, que tinha, à ocasião, clima desfavorável à aprovação de suas contas.

Em meio a tudo isso, a epidemia, além de não retroagir, agravou-se.

Eis que, inusitadamente, Goulart autorizou reunião PRESENCIAL do Conselho para amanhã (19), objetivando dar posse aos novos eleitos e iniciar votação para escolha da nova mesa diretora do órgão.

Há dois meses, houve as eleições para presidente do clube, no Parque São Jorge.

Se alguém tinha dúvida do desvio de conduta da presidência do Conselho do Corinthians, em desfavor do clube, para ajudar notórios embolsadores da agremiação – sabe-se lá sob quais promessas – parece que a questão, desde então, está esclarecida.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: