Advertisements

Cartola do Corinthians é acusado de ‘falsidade ideológica’ por verdadeira proprietária de endereço utilizado em constituição de empresa

Wagninho e Jaça

O Blog do Paulinho revelou que, no 21 de junho de 2011, Wagner Rivera, diretor da equipe Sub-23 do Corinthians, constituiu a ‘Wagner Rivera Rodrigues Esportes’, que estaria sendo utilizada para fazer ‘negócios’ com jogadores no departamento.

Para entender melhor o caso basta acessar o link a seguir:

Atacante contratado pelo Corinthians, que não faz gols há quatro anos, é substituído na estreia com oito minutos de partida – Blog do Paulinho

A ‘empresa’, além dos rolos no Timão, está sendo acusada, pelo MP-SP, de ‘Improbidade Administrativa’, supostamente cometida em 2014, na cidade de Viradouro/SP, em conluio com a Prefeitura local.

Por conta da repercussão da postagem, fomos procurados pela Sra. Larissa Benittes, filha da verdadeira proprietária do imóvel que Wagninho apontou na Junta Comercial, em aparente falsidade ideológica, como sede do empreendimento:

“(…) o endereço é dos meus pais, é um endereço residencial, que nada tem a ver com empresa nenhuma”

Larissa pediu para que o blog ocultasse o endereço da postagem.

Checamos a informação e, de fato, o imóvel pertence aos pais da denunciante (que terão os nomes preservados), que são (ou eram) amigos do cartola alvinegro (inclusive no facebook), razão pela qual, apesar de constante em documento oficial, decidimos atender a solicitação.

“Eu sei quem ele (Wagninho) é, sei exatamente. Porém, o meu endereço, residencial não é da empresa dele, e não tem necessidade de ser veiculado na internet”

“Não tenho interesse em denúncia (BO Policial), em nada do tipo, só tenho interesse em não ter o endereço dos meus pais exposto nesse tipo de notícias”

“De qualquer forma, estou em contato com advogados, e isso é algo a ser resolvido por nós, não por denúncia”

“Só estou solicitando que você apague o endereço da imagem”

“Deixe o endereço dele que consta como sócio da empresa. As pessoas que quiserem ir atrás dele, o fazem no endereço residencial dele”

“Eu tenho a escritura do apartamento no nome da minha mãe”

“Não houve autorização da minha mãe como proprietária, mas como disse, estou em contato com advogados e aguardando a orientação deles. E será feito dessa forma”

“Quero proteger meus pais, de torcedores, ou quem quer que seja que possa ir atrás, com coisas aparecendo sobre o sub-23. Tenho interesse zero em qualquer outra coisa”

É triste não apenas o comportamento do cartola alvinegro, acusado de utilizar documentação fajuta, ou não consentida, em formalização de empresa, aparentemente, de fachada, assim como a necessidade de meios jurídicos para fazê-lo alterar a documentação, ainda mais levando-se em consideração a existência de relação anterior de amizade.

Nesse rolo todo, o Corinthians, novamente, é vítima da nebulosidade de seus dirigentes.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: