Advertisements

Flamengo derrota, até o momento, nove de suas onze vítimas pelo cansaço (e pelo bolso)

Aproveitando-se da véspera do Natal e das dificuldades financeiras das famílias, ampliadas pelo período de pandemia, o Flamengo firmou acordo com os pais de dois jogadores vítimas do incêndio do ‘Ninho do Urubu’: Pablo Henrique e Arthur Vinicius.

É a triste tática do vencer pelo cansaço.

Ou pelo bolso, levando-se em consideração que a Justiça derrubou a obrigatoriedade de pagamento da indenização de R$ 10 mil mensais, fator que, certamente, influenciou na decisão.

Agora, nove das onze famílias aceitaram condições, quando não adversas, inferiores ao que mereciam, para encerrar a questão processual.

Das que sobraram, os pais de Christian Esmério estão quase cooptados, enquanto apenas a família de Rykelmo, assessorada pela advogada Gislaine Nunes, segue exigindo todas as reparações cabíveis.

Por se tratar de causa quase ganha, ainda mais após laudos oficiais que definiram bem a culpa do Flamengo, é possível que somente quem conseguir esperar até o final receba, sozinho, valores que superariam todos os demais acertos somados.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: