STJ negou aposentadoria a Mario Gobbi

Desde 2013, o delegado Mario Gobbi tenta, sem sucesso, se aposentar de suas funções na Polícia Civil de São Paulo.

O pleito foi negado pela Previdência e diversas vezes pelo judiciário.

Gobbi, para todos, não conseguiu comprovar o tempo de serviço mínimo para requerer o benefício.

Insatisfeito, o delegado ingressou com mandado de segurança, que também foi negado.

Por fim, recorreu ao STJ, onde teve, em setembro de 2019, o pleito novamente indeferido.

O resultado, até então, por conta do afastamento do ex-presidente da vida política alvinegra, passou despercebido.

Resta saber, diante desse problema, como Gobbi, em eleito presidente do Corinthians, conseguirá conciliar o exercício do cargo com suas funções no Parque São Jorge.

No primeiro mandato presidiu o clube amparado em sucessivas licenças prêmios que possibilitaram-no ficar distante da delegacia em que prestava serviços.

E agora?

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.