Trump, Bolsonaro e o medo da prisão

O comportamento patético e antidemocrático de Donald Trump, recusando-se a aceitar a vitória do oponente Joe Biden nas eleições americanas, pode ser reflexo, também, dos problemas judiciais que estão por vir.

Não se trata da questão eleitoral, mas dos dez anos de sonegação de imposto de renda, aflorados durante a campanha, assunto que tira mais o sono do déspota do que a perda da cadeira presidencial.

Trump precisava vencer as eleições, também, para tentar se livrar desses problemas.

Fora do trono, assim como ocorreu com o menos perigoso Al Capone, com o aprofundamento das investigações, a prisão pode estar no horizonte do ex-presidente.

O mesmo ocorre em terras tupiniquins.

Bolsonaro perde o sono com a necessidade de evitar não apenas a cadeia do filho, mas também que descubram sua provável autoria nos crimes, por enquanto, impostos a seus familiares, amigos e parceiros.

Se perder em 2022, poderá ter o destino semelhante ao do Bozo americano.

Facebook Comments
Advertisements

One Reply to “Trump, Bolsonaro e o medo da prisão”

  1. Nos livramos de uma grande ameaça chamada Donald Trump. Que a justiça americana não seja tola de ouvir esse moleque. Olavo de Carvalho é quem vai dar apoio a acusação falsa de fraude, feita por este lixo. Quanto ao Bolsonaro, bota a mão no cu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.