Corinthians é condenado por utilização, sem autorização, da imagem de Servílio em livro e no Memorial

Em 2010, o Corinthians lançou, em conjunto com a Editora Toriba, o livro ‘Nação Corinthiana’, em comemoração ao centenário do do clube.

Entre os jogadores expostos (foto e nome) estava Servílio, sexto maior artilheiro da história alvinegra.

O ex-atleta aparece, também, desde 2007, no Memorial do Parque São Jorge.

É obrigatório, por Lei, requerer autorização para utilização da imagem do homenageado, que, em regra, acaba por concedê-la sem maiores entraves.

Porém, Servílio morreu em 1984.

Havia, então, a necessidade do aval dos herdeiros.

Mesmo sem esse documento, o clube seguiu em frente e, por conta disso, acaba de ser condenado a indenizar, moralmente, a Sra. Roselita de Jesus, uma das filhas do ex-jogador.

O valor a ser pago, corrigido, é de R$ 20 mil.

Vexame que poderia ser evitado se o departamento jurídico alvinegro, chefiado à época pelo Dr. Sérgio Alvarenga, tivesse orientado a diretoria dos procedimentos legais a serem adotados.

Sérgio Alvarenga

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.