Advertisements

A estranha movimentação de R$ 72,1 milhões de CIDs do estádio Itaquera

No dia 08 de dezembro de 2019, o Blog do Paulinho revelou estranha movimentação financeira entre a Odebrecht, o Arena Fundo e o recém criado Nagóia Fundo.

Em síntese, a construtora recebeu R$ 23 milhões em CIDs do Arena e, no mesmo dia, repassou-os ao Nagóia.

A suspeita se dá após verificação dos dados cadastrais dos envolvidos.

O Nagoia registra como sede a Rua Iguatemi nº 151, 19º andar, exatamente o endereço do Arena Fundo e, coincidentemente, da BRL Trust, que, não por acaso, é administradora de ambos.

Até mesmo o executivo Danilo Barbieri é repetido como gestor, em ambos os Fundos.

Ou seja, o Arena Fundo repassou R$ 23,7 milhões à Odebrecht que devolveu-os, 24 horas após, ao mesmo emissor, disfarçado, aparentemente, de ‘terceiro’, todos ligados à BRL Trust, que é braço da construtora no mercado financeiro.

Hoje (14), o Diário Oficial registra novo repasse da construtora para o Nagóia Fundo, desta vez bem mais suntuoso: 692 CIDs, equivalentes, segundo avaliação de mercado, a R$ 48,4 milhões.

No total movimentou-se, nessas duas operações, R$ 72,1 milhões.

Gera estranheza, suspeitas à parte, o repasse dos CIDs da Odebrecht ao referido Fundo, levando-se em consideração que seria bem mais fácil, e lucrativo, utilizá-los para abater impostos cobrados, como previsto inicialmente, do que levá-los ao mercado e vendê-los com deságio.

A não ser que o objetivo da transação permita perda substancial de recursos sem que os beneficiados finais, sejam eles quais forem, se importem com esse tipo de problema, talvez até esperado por quem aceitou participar do negócio.


DESPACHO AUTORIZATÓRIO
Processo SEI n° 6017.2019/0070286-9
Arena Fundo de Investimentos Imobiliários S.A. FII e outros.
– Transferência de Certificado de Incentivo ao Desenvolvimento – CIDs.

I – No exercício da competência que me foi atribuída pelo §1º do artigo 3º da Lei Municipal nº 15.413/201, nos termos do Decreto Municipal nº 52.871/2011, do Regimento Interno do Comitê de Construção do Estádio da Copa do Mundo de Futebol de 2014, da Deliberação nº 01/2018 – SMTE e com fundamento nos documentos e manifestações que instruem o presente, especialmente da Supervisão Geral de Administração e Finanças e do Comitê de Construção do Estádio da Copa do Mundo de Futebol de 2014, homologo e torno pública a transferência do Certificado de Incentivo ao Desenvolvimento – CIDs de nº 01/1.458 a 01/1.480, 01/1.751 a 01/1.757, 04/0.139 a 04/3.504 e 05/0.001 a 05/0.296 da CNO S.A., inscrita no CNPJ 15.102.288/0375-07 para Nagoia Fundo de Investimento em Direitos Creditórios – Não Padronizados, inscrita no CNPJ sob o n° 35.138.047/0001-09 (“Fundo” ou “Adquirente”), e/ou seus cessionários e/ou sucessores a qualquer título.
II – PUBLIQUE-SE
MARCELO SOARES DE SOUZA
Diretor do Departamento de Administração Financeira da Subsecretaria do Tesouro Municipal SF/SUTEM/DEFIN


Dados do Nagoia Fundo registrados na CVM:

Situação cadastral do Nagoia Fundo, indicando abertura da empresa há três meses (setembro/2019)

Dados do Arena Fundo FII na CVM, indicando mesmo endereço e gestor do Nagoia:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: