Advertisements

Burrice, hipocrisia e incivilidade no futebol carioca

Enquanto a FERJ, apoiada pelos lamentáveis presidentes de Flamengo e Vasco, segue pressionando pela volta dos estaduais em meio à pandemia, Botafogo e Fluminense comportam-se com lucidez.

Se não houver virada de mesa, sem os votos deles, nada acontecerá no futebol carioca.

O regulamento é bem claro na exigência de unanimidade na tomada de decisões em conselhos arbitrais.

Apesar disso, em clara demonstração da limitação intelectual dessa gente, os cartolas querem, em reunião, decidir pelo fim dessa obrigatoriedade, porém, para aprovar a mudança, se faz necessário, porque ainda vigente, a concordância de todas as agremiações, ou seja, Botafogo e Fluminense, ainda que em minoria, são fiéis da balança.

Outro pormenor interessante é a cartolagem querer expor os atletas ao contágio, mas realizar suas reuniões em ambiente virtual.

Em meio à burrice e a hipocrisia, além da notória incompetência administrativa, o futebol carioca segue refém da incapacidade e da falta de civilidade daqueles que o desorganizam.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: