Advertisements
Anúncios

Apoio político de Andres Sanches será condicionado ao controle de futebol e estádio do Corinthians

Assim que encerrado o período mais grave de combate ao coronavírus, especula-se, próximo da metade de 2020, as contas de 2019 do Corinthians deverão ser votadas pelo Conselho Deliberativo.

É grande a movimentação pela reprovação, que implicaria em impeachment do presidente Andres Sanches.

Em razão disso, diversas ‘costuras’ estão sendo analisadas.

Atento ao contexto político, Sanches, até o momento, mantém-se calado sobre a sucessão presidencial.

Nos bastidores, porém, a atividade é incessante.

O interesse maior do cartola é manter controle sobre os negócios mais relevantes do clube: departamento de futebol e estádio de Itaquera.

Se o candidato (a ser definido) de seu grupo, o ‘Renovação e Transparência’, não decolar, Sanches apoiará aquele que lhe garantir a continuidade dessas fontes de recursos.

Somente a desaprovação das contas, aliada ao desempenho ruim do futebol, poderia prejudicar o presidente, enfraquecendo qualquer possibilidade de acordo.

Do contrário, alguns dos postulantes ao cargo, principalmente os que, há anos, almejam o trono, não se constrangerão em beijar-lhe as mãos e implorar pelo acerto.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: