Advertisements

Corinthians perto de perder R$ 500 mil em estranho negócio

No dia 15 de dezembro de 2018, o Corinthians fechou patrocínio com a VITALCRED, aceitando receber R$ 40 mil mensais para inserir o nome da empresa em sua camisa.

Valor abaixo do normal para o uniforme alvinegro.

Um mês depois, porém, o clube rompeu o acordo, supostamente por exigência do BMG, que atuava no mesmo ramo da parceira alvinegra.

É pouco provável que as tratativas com o banco do mensalão não tenha sido iniciadas antes do fechamento de negócio com a VITALCRED.

O que torna tudo mais suspeito é que a multa contratual pelo rompimento do acordo é de R$ 500 mil.

Ou seja, a VITALCRED utilizou-se da marca ‘Corinthians’ para se promover e ainda receberá dinheiro por isso.

A questão é: com quem dividirá o montante?

O caso foi parar na Justiça com audiência de conciliação prevista para o próximo dia 20, às 17h, na 14ª Vara Civil de São Paulo.

Quem conhece os bastidores do Parque São Jorge sabe que, muitas vezes, o Corinthians utiliza decisões judiciais contrárias, ou conciliatórias, para justificar pagamentos estranhos.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: