Advertisements
Anúncios

Crefisa fechou patrocínio com o São Paulo, mas, antes da assinatura, Aidar teria colocado tudo a perder

No período em que o São Paulo foi infelicitado pela presidência de Carlos Miguel Aidar, bem antes do Palmeiras, o clube quase fechou contrato de patrocínio com a Crefisa, após acerto com Madame Leila Pereira e seus esposo, Lamacchia.

Os valores giravam em torno de R$ 28 milhões anuais.

Bastava apenas assinar o contrato, mas, por intermédio da primeira dama, Cinira, outro acordo, pessoal e sem ganho ao clube, teria sido exigido para concretização do negócio.

É de conhecimento público que a referida operadora, em regra, trabalhava autorizada por Aidar.

O pedido, acima do aceitável, se é que se pode tratar assim esse tipo de situação, melou a transação e Madame decidiu ‘virar’ palmeirense.

É pouco provável, diante do atual contexto, e da gravidade do assunto, que as partes confirmem a história, que foi contada ao Blog do Paulinho por gente relevante a absolutamente bem informada dos bastidores da cartolagem Tricolor.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário em “Crefisa fechou patrocínio com o São Paulo, mas, antes da assinatura, Aidar teria colocado tudo a perder”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: