Advertisements

Para cartolas, estádio de Itaquera era ‘meio’, nunca ‘fim’

Ainda que a diretoria do Corinthians seja formada, há alguns anos, por gente inconfiável, dentre estes encontravam-se representantes jurídicos, contábeis e financeiros com algum sucesso profissional.

Por esta razão, muita gente estranha o fato do clube ter assinado o acordo do estádio de Itaquera em termos tão ruins.

Não é difícil explicar.

O ‘negócio’ estádio de Itaquera, na cabeça de Andres Sanches e alguns parceiros, nunca teve, primordialmente, a finalidade de melhor confecção para os interesses do clube.

Pelo contrário.

Quanto mais dinheiro envolvido, maior seria o lucro dos intermediários.

A Arena, em verdade, sempre foi tratada como ‘meio’, nunca ‘fim’.

Por conta de sua construção, e somente após a conclusão, muitos cartolas alvinegros, desde os mais relevantes até os que cercaram a obra, em pequenos negócios, melhoraram de vida.

Tivesse sido encarada com o cuidado necessário, a negociação, nos termos atuais, que levaram o Corinthians a endividamento anual maior do que todo o dinheiro arrecadado no período (sem contar as despesas), nunca seria sacramentada.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Para cartolas, estádio de Itaquera era ‘meio’, nunca ‘fim’”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: