Advertisements
Anúncios

Neymar segue colhendo o que seu pai plantou

Nas últimas semanas, Neymar pai, infelicitador oficial da carreira do filho famoso, tem se esforçado para plantar notinhas em ‘amigos’ da imprensa sobre diversas negociações entre grandes equipes do futebol mundial e o PSG.

Todos querem Neymar e esforçam-se para tê-lo, a qualquer custo, é o ‘mantra’ da inverdade.

A realidade, porém, é bem diferente.

Neymar tem implorado, através de seus representantes, não apenas para que o contratem, mas, principalmente, se o fizerem, que mantenham seu salários no patamar atual.

Os interessados, até o momento, já deixaram claro que não moverão montanhas para adquiri-lo, oferecendo bem menos dinheiro do que o apregoado, boa parte amortizada por inserções de refugos (atletas não aproveitados) nas negociações.

Como não precisa de dinheiro, o PSG tem feito jogo duro.

Temeroso de não conseguir, como deseja, sair de Paris, Neymar já ensaia um pedido de perdão ao seu atual clube, tratado como simples ‘reaproximação’ pela imprensa ‘parça’, amiga de seu pai.

Nunca um inimigo foi tão próximo, perigoso, influente e nocivo à carreira de um jogador de futebol.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário em “Neymar segue colhendo o que seu pai plantou”

  1. A união entre Neymar pai e filho é a simbiose da mediocridade, não tem inocente nisso, ambos deixaram o profissionalismo do futebol de lado há muito tempo e preferem curtir a vida como celebridades.

    Um gerenciador de carreira sério já teria colocado a “casa” em ordem, começando por eliminar os parasitas que gravitam e que só querem sugar dinheiro. Com isso blindaria o jogador das más influências do pai, amigos parças, acabaria com as noites de poker, baladas e colocaria o foco dele somente no futebol, escapadinha para curtir show de Paula Fernandes em Lisboa ou curtir camarote na Sapucaí jamais aconteceriam. Mas todos sabemos que isso não vai acontecer, o tempo vai passar e Neymar jamais retornará ao topo, até Tite já se convenceu que ele não é mais imprescindível na seleção.

    Este “castigo” que o PSG lhe impõe é merecido e didático, pena que já na próxima janela de transferência o pai voltará a plantar notinhas….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: