Advertisements
Anúncios

O que mais falta para punir Sérgio Moro e os procuradores da ‘Lava-Jato’?

Novos diálogos, revelados pelo ‘The Intercept’ em parceria com os jornalistas Reinaldo Azevedo e Mônica Bergamo, escancaram, ainda mais, a indecente relação entre o ex-juiz Sérgio Moro e os investigadores da ‘Operação Lava-Jato’.

Os objetivos são claros: escolher, seletivamente, os nomes a serem processados, influenciar o quadro político nacional e, se possível, tirar proveito financeiro de toda a situação.

Ao pedir que Sérgio Moro desviasse R$ 38 mil da 13ª Vara Federal, para custeio de propaganda particular (vídeo das dez medidas contra a corrupção), a ser paga à empresa privada, o procurador Deltan Dallagnol ultrapassou, novamente, limites da moralidade.

Assim como o atual Ministro da Justiça, que, na condição de magistrado, deveria se opor à proposta indecente, mas não o fez.

Pior: prometeu que tentaria viabilizar a operação.

Ou seja, dinheiro público sendo gasto a bel prazer por um grupo de procuradores, com anuência de um juiz, sem que se aventasse a possibilidade, sequer, de concorrência pública, que, ainda assim, seria indevida por conta dos objetivos particulares da requisição.

Noutro trecho (revelado hoje na coluna de Mônica Bergamo), Dallagnol ‘comemora’ com Sérgio Moro o fato de ter cobrado R$ 30 mil por uma palestra e não ter sido punido, como deveria, pelos corregedores do MPF.

Por fim, a reunião marcada, e confirmada pelas partes em troca de mensagens, entre o ex-juiz, procuradores do MPF e a Polícia Federal são provas inequívocas da parcialidade do julgador, além de indícios claros de que atuava como espécie de ‘chefe’ da Força Tarefa.

Não há cidadão decente neste país que possa compactuar com esse tipo de comportamento.

Desmoralizados, os corregedores do MPF, que alegaram nava ver de ilegal nas condutas, até então reveladas, envolvendo os procuradores da ‘Lava-Jato’, estão diante de nova oportunidade de agir corretamente.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

4 comentários em “O que mais falta para punir Sérgio Moro e os procuradores da ‘Lava-Jato’?”

  1. Bom dia,

    Todos devem ser punidos mas que essas interceptações que não são legais e que notoriamente se sabe a mando de quem foram feitas não sejam usadas para inocentar criminosos que estão justamente presos como está sendo pregado com ufanismo na mídia.

    Que se amplie o número de prisões pois não tem santo no cenário politico nacional.

  2. O que falta para punir? Uma justiça que funcione e seja limpa, o que ta difícil (impossível) nesse país. Enquanto ficarem com heróis (Lula, Mito, Moro…) pra lá e pra cá; neguinho fazendo passeada pra defender “salvador da pátria” nada vai melhorar.

  3. Mas se está provado que o processo foi fraudado pelos promotores e o juízeco em conluio, fora da lei, que as delações foram mentirosas, apenas para imputar um crime ao réu……?????? Alguém decente pode acreditar que o Lula é culpado?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: