Advertisements

Coluna do Fiori

fiori - dicunto

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.brEmail:caminhodasideias@superig.com.br

apito limpo

As cobras injetam o seu veneno, para se alimentar ou se defender

Pessoas injetam seus venenos, para atacar ou se promover

Guibson Medeiros – Pensador

——————————————————

Juíza rejeitou pedido dos principais candidatos da Chapa 01, antagonista da Chapa 02, na eleição SAFESP 2019

 

Moral e coerente

Na decisão enunciada pela juíza Raquel Marcos Simões, da 86ª Vara do Trabalho de São Paulo, em determinado espaço consta a negativa do pedido efetuado por Aurélio Sant’Anna Martins e Regildenia de Holanda Moura, candidatos cabeça da Chapa 01 nas eleições SAFESP 2019, para que os liberassem a continuar arbitrando, se eleitos

Negativa

Do pedido comprova que as duvidas alocadas por este colunista, alusivas ao principal meio de sobrevivência dos solicitantes, foram esclarecidas

Se Eleitos

Acredito que os solicitantes deverão recorrer da decisão nas instanciais superiores

Robustecerão

Que vivem das taxas da arbitragem do futebol,

Igualmente

Que não se importam com ética e idealismo

Prevalecendo

Serem escalados para suprirem suas necessidades

————————————————————-

Semifinais da Copa América 2019

Terça Feira 02/07

Brasil 2 x 0 Argentina

Árbitro: Rody Zambrano (FIFA-ECU)

VAR

Leodan González (FIFA-URU)

Item Técnico

Entendo que ocorreram dois lances de pênalti não marcados favoráveis aos argentinos; explico:

1º – Via TV, na hora duvidei; revendo o teipe conclui que ocorreu penalidade máxima do brasileiro Arthur no minuto da descida da redonda vinda de escanteio, vez que:

– Após empurrar um consorte, na cara dura, mirando obstar seu oponente Otamendi alcançasse à redonda, Arthur lançou o lado esquerdo de seu corpo pra cima do argentino

2º – Deixou de marcar claríssima penalidade máxima cometida por Daniel Alves,

– no instante que usou os dois braços para empurrar o argentino Aguero,

– fora da bola passada por Messi, cortada por Thiago Silva;

– resultando no contra-ataque que decretou o segundo gol da seleção brasileira

Inadmissível

A falta do chamamento do VAR ao árbitro e deste para o VAR, principalmente, quando dos lances acima citados

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: Daniel Alves e Allan defensores brasileiros, como também: Marcos Acuña, Juan Foyth, Lautaro Martínez e Lionel Scaloni, defensores argentinos

Conclusão

Com péssimo trabalho do árbitro e omissão do VAR a seleção argentina foi eliminada

Quarta Feira 03/07

Chile 0  x 3 Peru

Árbitro: Wilmar Roldan (FIFA-COL)

VAR

Andres Roja (FIFA-COL)

Item Técnico

No principal lance desta refrega, no ato, Wilmar Roldan apontou tiro de meta,

– VAR o chamou, foi até o monitor, reviu o lance, voltou ao campo,

– apontando corretamente a penalidade máxima cometida por Abram defensor da seleção peruana no oponente Aránguiz,

– penalidade batida por Vargas, defendida pelo goleiro

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 02 para chilenos e 01 para argentino

Reta final da Copa América 2019

Sábado 06/07 – Disputa pelo 3ª lugar

Argentina x Chile

Árbitro: Mário A. Diaz de Vivar (FIFA-PAR)

VAR

Diego Sueldo (FIFA-PE)

Item Técnico

Ocorrem dois inaceitáveis erros:

1º – O primeiro gol da argentina foi antecedido da fata marcada em cima da linha do meio campo,

– batida por Messi para Aguero manda-la profundo da rede

2º – Estava de frente pro lance fato, logo, viu que o chileno Aránguiz estava com o pé em cima da linha da área argentina,

– no instante que deixou de marcar a penalidade máxima cometida por Lo Celso

VAR

Foi ouvido, árbitro caminhou até o monitor, reviu o lance, reconhecendo o erro,

– apontou a penalidade, batida por Arturo Vidal marcar o gol chileno

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: 04 para argentinos e 03 para chilenos

Cartão Vermelho: Messi (Argentina); Medel (Chile)

Injusta

E medianeira a expulsão do argentino Messi, vez que:

– na cara do boto-branco, Leonel Messi foi agredido com três ou quatro fortíssimas e agressivas peitadas desferidas por Medel

Conclusão

Péssima atuação

Domingo 07/07 – Disputa Final

Brasil 3 x 1 Peru

Brasil Campeã da Copa América 2019

Árbitro: Roberto Tobar (FIFA-CHI)

VAR

Julio Bascuñan (FIFA-CHI)

Item Técnico

Duas penalidades máximas: Uma pro Brasil outra pro Peru. A primeira errou a segunda acertou, explico:

1ª – Após bola ser cruzada para área brasileira, Thiago Silva com intuito de intercepta-la,

– esticou o corpo a meia altura, tendo o braço esquerdo voltado para apoia-lo na queda,

– pouco antes de cair à bola tocou no seu braço, árbitro marca pênalti,

– batido e transformado por Guerrero atacante do Peru, no empate 1 x 1

VAR

Após marcar a penalidade, árbitro escutou o VAR, voltou ao campo chamando o lance para si, persistindo no erro, apontou a marca da cal

Observação

Não ocorre a infração se o braço do atleta estiver voltado para baixo

2ª – Acertou por ter marcado a penalidade máxima sofrida por Everton no momento que um oponente deixou à redonda e foi para cima do seu corpo

Item Disciplinar

Cartão Amarelo: Gabriel Jesus, Thiago Silva, Richarlison (BRA) e Tapia, Zambrano, Advíncula (PER)

Cartão Vermelho: Gabriel Jesus após ter recebido injustamente o segundo amarelo

——————————————————————————————-

POLÍTICA

Caio Júlio César Augusto Germânico também conhecido como Caio César ou Calígula, nasceu 31 de agosto de 12 d.C. — 24 de janeiro de 41 foi imperador romano de 16 de março de 37 até ao seu assassinato, em 24 de janeiro de 41

Presidente não compreende que tempo dos césares passou

Seu achado da vez consiste em submeter a si e ao seu ministro da Justiça ao julgamento das multidões nos estádios de futebol – como se ali estivesse toda a sociedade

A maior e a mais aparente aflição dos brasileiros se dá em torno da retomada do desenvolvimento econômico. Sem ele, continuam elevados os índices de desemprego e a crise social. Mas, desenvolvimento econômico depende da solidez de instituições que evitem incertezas; capazes de estabelecer pactos entre os mais distintos setores de uma sociedade naturalmente diversificada.

Instituições são impessoais, perenes, estáveis e estabelecem procedimentos gerais. São avessas ao personalismo, ao apelo populista, à tentação do diálogo direto que políticos pretensamente carismáticos busquem estabelecer com as massas – como na Venezuela, por exemplo. A sociedade moderna é democrática e não pode prescindir de instituições.

Infelizmente, o presidente Jair Bolsonaro parece não compreender isso. Não se “dobra” à realidade de instituições democráticas – baseadas na Constituição que, por sinal, eleito, prometeu defender. Insiste no voluntarismo de recorrer diretamente ao que entende como “o povo”, desqualificando instituições. Seu achado da vez consiste em submeter a si e ao seu ministro da Justiça ao julgamento das multidões nos estádios de futebol – como se ali estivesse toda a sociedade.

O tempo dos césares passou. De lá para cá, a humanidade viveu avanços: aperfeiçoou o convívio do poder com os cidadãos, estabeleceu regras e métodos por meio da “democracia representativa”, estabilizou relações. É isso que traz segurança, investimento, bem-estar. Fora disso, não há democracia; apenas a deturpação de seu conceito e o aprofundamento da crise.

Carlos Melo: Cientista Político e Professor do INSPER – Publicado no Estadão do dia 06/07/2019

——————————————————————-

Finalizando

“Sou o amanhecer do mundo e a última estrela que cai na noite. Assim como tomei a forma de Caius Calígula eu posso tomar a forma de qualquer um. Sou todos os homens e não sou nenhum. Portanto, sou um deus”

Criador: Calígula

———————————————————————

Chega de caras Rompantes, Corruptos e Corruptores

Se liga São Paulo

Acorda Brasil

SP- 08/07/2019

Confira abaixo o programa “COLUNA DO FIORI”, desta semana, que foi ao ar em nosso canal do YouTube.

Nele, o ex-árbitro comenta assuntos, por vezes, distintos do que são colocados nesta versão escrita:

*A coluna é também publicada na pagina http://esporteformigoni.blogspot.com

*Não serão liberados comentários na Coluna do Fiori devido a ataques gratuitos e pessoais de gente que se sente incomodada com as verdades colocadas pelo colunista, e sequer possuem coragem de se identificar, embora saibamos bem a quais grupos representam.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: