Advertisements

Corinthians reduz dívida com a Odebrecht, mas amplia calote no Arena Fundo

Informe mensal protocolado pela BRL TRUST na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), detalhando movimentação do “Arena Fundo”, gestor financeiro do estádio de Itaquera, indica redução da dívida do Corinthians com a Odebrecht, de R$ 293,4 milhões para R$ 290,1 milhões.

A diferença foi de R$ 3,3 milhões.

Porém, apesar do Fundo estar pagando a construtora, o Timão deixou de honrar R$ 28,7 milhões em repasse dos valores de ingressos (conforme previsão contratual), o que, evidentemente, implicará em juros de mercado sobre o empréstimo.

Ou seja, o clube, novamente, estaria embolsando, indevidamente, recursos do estádio que deveriam ser utilizados para amortizar a pendência com a construtora.

Vale lembrar que a dívida com a Odebrecht é apenas parte do que precisa ser honrado no negócio do estádio de Itaquera, restando ainda as pendências com a CAIXA , empréstimos “pontes”, debentures e a explicação para o incerto destino dois mais de R$ 200 milhões de CIDS negociados, mas não devidamente contabilizados.

Confira, no link abaixo, a íntegra do Informe Mensal do Arena Fundo, protocolado em 14 de janeiro de 2019, na CVM, referentes às contas de dezembro de 2018:

Informe Mensal Arena Fundo – janeiro 2019

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: