Advertisements
Anúncios

WhatsApp expulsa supostos facilitadores de “Caixa 2” ligada a Bolsonaro

Ontem, a FOLHA publicou matéria acusando a campanha de Jair Bolsonaro de beneficiar-se de um esquema de “Caixa 2”, operado por empresários simpáticos à sua candidatura.

Em resumo: dinheiro ilegal (não revelado ao TSE) estaria bancando operadores de “fake-news”, que, através do whatsapp, atingem milhões de eleitores.

O PT denunciou Bolsonaro e seus supostos financiadores, horas depois, por crimes eleitorais.

Hoje, procedimento do Facebook, dono do WhatsApp, evidencia que os fatos elencados pela FOLHA, de fato, aconteceram.

Empresas citadas como facilitadoras da corrupção, além do filho do candidato, Flavio Bolsonaro, tivera suas contas banidas do aplicativo.

É pouco provável que o WathsApp tenha tomado esta atitude, que pode gerar ação civil se mal explicada, sem que possa comprovar infrações ao seu regulamento (entre as quais fraudes em envio de mensagens).

Os expulsos, até o momento, além de Flávio Bolsonaro, que, comprovando a fama de limítrofe, não só produziu prova contra si, como a divulgou em mídias sociais., são: Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market.

O leitor, inteligente, saberá ligar os pontos para chegar à evidente conclusão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: