Advertisements

Para pagar favores, Corinthians acerta com dois novos jogadores de Kia Joorabchian e Fernando Garcia

Duílio do Bingo

Em situação complicadíssima no Campeonato Brasileiro, cinco pontos a frente da zona de rebaixamento (se Vasco e Ceará empatarem seus jogos de hoje e amanhã, a conta cai para quatro), o Corinthians segue servindo de entreposto para a facilitação de empresários, amigos do Rei, Andres Sanches, sócio de todos eles.

Ontem, numa tacada só, contratou duas pérolas: o lateral Michel Macedo, com intermediação de Kia Joorbachian, e o atacante Gustavo Mosquito, agenciado por Fernando Garcia.

Trata-se de negócio, com as habituais divisões de comissionamento, para ajuste de contas de aportes financeiros, extra-oficiais, utilizados na amenização dos rombos alvinegros.

Para piorar, os currículos dos atletas não inspiram confiança.

Michel Macedo (28 anos) é ex-jogador do Las Palmas, recém rebaixado à segunda divisão do futebol espanhol.

Foi cooptado pelo BMG – o banco do mensalão, rotineiro emprestador de dinheiro ao Corinthians, parceiro de negócios de Kia Joorabchian, quando esteve, tempos atrás, jogando no Atlético/MG, clube pelo qual pouco entrou em campo.

Soubemos, para jogar no Brasil, Michel, além de salários (não revelados), receberá 1 milhão de Euros (R$ 4,8 milhões) tratados como “luvas”, que, frequentemente, acabam parando nas mãos de terceiros, remunerados na operação.

Em 2008, Michel foi levado do Sub-20 do Flamengo para o pequeno Almeria, da Espanha, local em que, no mês de julho de 2012, foi emprestado ao Atlético/MG, permanecendo por dois anos (até junho de 2014), sem brilho, mas já aproximado do BMG e de seu dirigente, não por acaso ex-presidente do Galo.

Após retornar ao Almeria, Michel jogou por mais dois anos até o final do contrato, quando, em julho de 2016, assinou com o Las Palmas, sendo rebaixado em 2018.

Mosquito é oriundo da base do Coritiba, mas pouco atuou na equipe profissional.

Sua saída do clube, no início do ano, foi atribulada, com dirigentes paranaenses denunciando que o jogador havia recebido proposta do Corinthians, mas que, para assinar com o clube de Parque São Jorge, seria obrigado a acertar-se, antes, com Fernando Garcia.

Duílio do Bingo, diretor de futebol alvinegro, ao apresentar Michel e Mosquito, tratou-os como reforços para 2019.

Levando-se em conta a proximidade do clube com os postulantes à Série B e o aparente nível dos jogadores, um deles, comprovadamente ineficiente, outro, inexperiente, as aquisições parecem fazer mais sentido.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: