Advertisements
Anúncios

Nomeado por Rosenberg, novo diretor de finanças do Corinthians é ligado à Odebrecht

Matias Ávila, diretor de finanças do Corinthians

Por indicação do “primeiro ministro” Luis Paulo Rosenberg, que é, quem, de fato, ditará as ordens no departamento, o Corinthians indicou para a diretoria de finanças o corretor de seguros Matias Antonio Romano de Ávila, que não tem experiência alguma com contabilidade.

O site do clube anunciou o novo dirigente como ex-vice presidente da seguradora Sul-América.

Matias, porém, desligou-se da empresa em março deste ano, alegando, em evento da instituição, que havia sido submetido a uma cirurgia do coração, o que lhe fez repensar sua vida e tomar algumas decisões, como desacelerar o ritmo de trabalho.

Deve ter melhorado de saúde nos últimos quatro meses.

Na Sul-América, Matias Ávila (nome pelo qual é conhecido no mercado), era vice presidente comercial, e, segundo ata de reunião da seguradora, datada de abril de 2017, tinha como função a “contratação e supervisão de representantes de seguros (corretores) e pelo serviço por eles prestados)

Porém, em desconformidade com a circular SUSEP nº 127, que, em seu Capítulo VI, Seção II (dos impedimentos), no art. 23, diz: “É vedado ao corretor de seguros e ao preposto: manter relação de emprego, direção ou representação com sociedade seguradora, resseguradora, de capitalização ou entidade de previdência privada aberta, Matias, novo dirigente de finanças do Corinthians, é proprietário oculto da “Aio Corretora de Seguros e Beneficios Ltda – ME”, inscrita na Junta Comercial em nome de seu filho Luciano Giovanelli Romano De Avila, ex-funcionário da Odebrecht.

A empresa, coincidentemente, foi criada dois meses após Matias Ávila ter sido empossado na vice-presidência comercial da Sul-América, no final de 2015.

Ligação com a Odebrecht

Luciano de Ávila

Luciano Giovanelli Romano De Avila, ou apenas “Luciano Ávila”, filho e sócio do novo vice de finanças do Corinthians, trabalhou na Odebrecht entre agosto de 2008 até setembro de 2015.

Ocupou os cargos de engenheiro e também “Diretor de riscos e seguros” conforme revela se LINKEDIN (rede social profissional):

Durante este período, Luciano e Matias (novo dirigente alvinegro), pela empresa OCS Odebrecht Administração e Corretora de Seguros (a corretora da construtora do estádio do Corinthians) fecharam, no dia 03/10/2011, o milionário contrato de seguro da Arena Itaquera.

Quem bateu o martelo pelo clube foi Luis Paulo Rosenberg.

É relevante o comissionamento de um negócio deste porte no ramo de seguros.

A amizade de pai e filho com Rosenberg permaneceu à ponto de ambos terem sido chamados para jogar, no dia 01 de maio de 2014, partida entre funcionários da Odebrecht – antes da inauguração extra-oficial com o jogo entre Corinthians e veteranos do clube, e da oficial, contra o Figueirense.

Na ocasião, Luciano, rebento do novo diretor alvinegro, assinalou o primeiro gol do estádio, com direito a matéria da SPORTV, evidentemente fomentada por Rosenberg:

http://sportv.globo.com/site/programas/sportv-news/noticia/2014/05/autor-do-primeiro-gol-da-arena-corinthians-dedica-feito-ao-filho.html

Outra iniciativa interessante de Matias Ávila foi a fundação, em 2005, da Nossa Liga de Basquetebol, ao lado do ex-jogador Oscar Schimidt, retumbante fracasso, que, sem conseguir interesse da imprensa e dos patrocinadores, fechou as portas três anos depois, dizem, com extensa lista de credores.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: