Jornalista cobra providências da ACEESP em ataques à imprensa na Arena Palestra

Resultado de imagem para aceesp

O Blog do Paulinho recebeu mensagem de jornalista, que prefere não se identificar, revelando que a ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo) emitiu Nota Oficial contra os ataques sofridos por jornalistas durante a cobertura da finalíssima do Paulistinha, disputada na Arena Palestra.

Porém, no mesmo texto, o profissional cobra que a entidade vá além da manifestação.

Confira abaixo:


Prezado Paulinho,

Mais uma vez a imprensa não teve vida fácil durante a cobertura de Palmeiras x Corinthians. Muitos foram os incidentes no Allianz Parque.

Repórteres do sexo feminino foram xingadas por uma parcela da torcida palmeirense irritada com o desfecho da partida (embora, claro, isso não justifique qualquer tipo de atitude como essa).

Além disso, foram atirados copos, moedas e calçados nos profissionais de imprensa que estavam no gramado.

Colaborou para isso, a atitude dos fiscais da Federação Paulista de Futebol e seguranças do Palmeiras, que não permitiram que o pessoal da imprensa fosse para a lateral do gramado, mesmo após o término da cerimônia de premiação.

Aliás, para essa partida, parece que FPF e Palmeiras só contrataram gente despreparada.

Para completar, uma equipe da Rádio Poliesportiva (web rádio), que estava na tribuna de imprensa, espaço onde os jornalistas trabalham, foi agredida por um torcedor palmeirense (vídeo em anexo), que atirou uma lixeira (repito, uma lixeira) nos integrantes da equipe.

Por sorte, ninguém ficou ferido com gravidade. Ainda bem que não havia nenhum bloco de concreto à disposição daquele torcedor.

A ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo) divulgou no fim da manhã da última segunda uma nota oficial em que ela repudia tudo o que aconteceu (http://www.aceesp.org.br/site/?p=7830).

Diz que acionou o Palmeiras, a Federação Paulista de Futebol e a CBF. Não dá para entender o motivo pelo qual esta última foi acionada, uma vez que a competição era da FPF, mas pelo menos a entidade foi ágil.

Chama a atenção o fato de que a nota foi assinada por Erick Castelheiro (presidente) e Maurício Noriega (vice-presidente). Algo que não é costumeiro em casos desse tipo.

Espera-se que a ACEESP siga informando aos seus associados cada resposta dos contatos feitos tanto com o Palmeiras, como com a Federação Paulista de Futebol.

No começo do ano, a entidade entrou em contato com o Palmeiras para discutir sobre o uso obrigatório dos coletes por parte dos profissionais de imprensa que frequentam a tribuna de imprensa (http://www.aceesp.org.br/site/?p=7651).

A nota foi publicada em 19 de janeiro, mas não houve qualquer atualização desde então.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Jornalista cobra providências da ACEESP em ataques à imprensa na Arena Palestra

  1. Alessandro H.R. disse:

    “Repórteres do sexo feminino foram xingadas por uma parcela da torcida palmeirense irritada com o desfecho da partida”….

    Nâo dá pra entender essa reclamação da ACEESP, primeiro reclamam dos ataques a imprensa pela torcida palmeirense, dando a entender que foi de uma forma geral a todos os repórteres (homens e mulheres) mas após isso só citam as mulheres, afinal quem foi atacado ?

    Tá me parecendo que a ACEESP tá sendo usada por esses grupelhos feminazis de esquerda, pois eu já cansei de ver repórteres homens passarem por isso em estádios de futebol, e ninguém dar bola, no máximo ir lá pedir mais reforço policial

    Todos os repórteres não podem ter seus direitos violados para fazer seu trabalho tranquilamente, esse negócio de ficar separando as pessoas por gêneros, crenças ou raças é coisa de esquerdopata cretino que quer politizar seus ideais usando setores da mídia

    fiquem atentos com isso!

  2. Pingback: ACEESP se posiciona sobre agressões a jornalistas na Arena Palestra | Blog do Paulinho

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.