Após quatro anos, Corinthians não conseguiu reduzir a dívida do estádio de Itaquera

Revelada em Sentença da Justiça Federal, a dívida do Corinthians com a Caixa, por conta de repasse de empréstimo do BNDES, é de R$ 470 milhões.

Golpe de Estádio: ação revela desastrosa engenharia financeira do estádio de Itaquera

Documentos enviados à CVM pelo Arena Fundo -FII, administrado pela BRL Trust, gestores do estádio de Itaquera revelam que o clube deve:

  • R$ 50,9 milhões ao Fundo;
  • R$ 332,9 milhões à Odebrecht

Calote do Corinthians ao Arena Fundo permanece em R$ 50,9 milhões

Somados, os valores totalizam-se em R$ 853,8 milhões (sem a incidência juros).

Não fosse a comercialização recente de CIDs fornecidos pela Prefeitura (R$ 100,6 milhões dos R$ 420 milhões recebidos) e a pendência seria de R$ 954,4 milhões.

Restam apenas R$ 319,3 milhões dos R$ 420 milhões de CIDs cedidos ao Corinthians pela Prefeitura de São Paulo

Passaram-se quatro anos desde a inauguração do estádio de Itaquera, responsável por toda essa engenharia financeira, com arrecadações recordes (R$ 3 milhões, em média), em tese, utilizadas na integralidade para abater a dívida da Arena, e, pelo que se observa, pouca coisa mudou.

O valor, à vista, que resta a ser quitado é quase idêntico ao contratado (se contar os juros).

A dúvida: o acordo é ruim a ponto do Corinthians pagar faturas quase inviabilizadoras de sua própria gestão e o resultado final não sofrer alteração, pagando, ao que parece, apenas a conta dos juros ou o dinheiro dispensado, até o momento, não está sendo, efetivamente, utilizado para o fim proposto ?

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.