Advertisements
Anúncios

Adriano, os “amigos” e os vícios

(trecho da coluna de TOSTÃO, na FOLHA)

Outro centroavante que brilhou por pouco tempo foi Adriano.

Se ele tivesse sido ajudado pelos “amigos” e tratado seus problemas psicológicos e vícios com regularidade, continuidade, por médicos e psicólogos, em vez de tantos tapinhas nas costas, bajulações e badalações, ele teria chance de ter jogado as Copas de 2010 e de 2014 e até estar ainda em forma.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: