Advertisements
Anúncios

Caso Pablo escancara pequenez de Flávio Adauto no Corinthians

“Estou muito triste. O que está acontecendo comigo agora pode vir a acontecer com qualquer outro jogador do Corinthians no futuro. E isso é lamentável”

(PABLO, zagueiro heptacampeão brasileiro pelo Corinthians)


O zagueiro Pablo e o Corinthians não chegaram a acordo de renovação de contrato, portanto o atleta está, desde já, livre para assinar com outra equipe em 2018.

É assim que funciona o futebol profissional.

Passionais, parte menos inteligente dos torcedores do clube, fomentadas por pessoas contratadas para promover o caos, invadiram redes sociais para detonar o jogador.

Acovardados, dirigentes alvinegros, com a conivência de Flávio Adauto, decidiram impedir que o jogador dispute, hoje, a partida festiva contra o Atlético/MG, ocasião em que todos os heptacampeões brasileiros receberão homenagens e levantarão o troféu do campeonato.

Pablo foi absolutamente decisivo para a conquista.

Vale lembrar que o contrato do zagueiro termina apenas no dia 31 de dezembro, ou seja, mais um mês, período em que receberá salários, dinheiro que sairá dos cofres do clube e não do bolso de Flávio Adauto, um dos que proibiram o atleta de jogar pelo Timão até o final do ano.

O Corinthians, enorme a ponto de vencer campeonatos mesmo em períodos em que é saqueado por bandidos, não merece a pequenez de cartolas capazes de injustiçar um profissional, em prejuízo do clube, para não desagradar odiadores de internet.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: