Anúncios

Itaquera: o “negócio” estádio é bem ruim, mas poderia ter sido ainda pior

Desde sempre, quando a euforia pela construção da Arena de Itaquera turvava a visão de quem insistia em apoiar as armadilhas propostas no péssimo acordo firmado entre o Corinthians e a Odebrecht, que ficou ainda pior com a assinatura do empréstimo no BNDES, o Blog do Paulinho alertava para a possibilidade de superfaturamento e desvio de dinheiro, comprovados, posteriormente, em investigações da Polícia Federal em sua Operação Lava-Jato.

Hoje o Corinthians tem um estádio belíssimo, mas nenhum planejamento para pagá-lo, quanto mais, sustentá-lo.

Nada do que havia sido anunciado como solução funcionou: naming-rigths, venda de camarotes, etc.

Porém, acreditem, poderia ter sido ainda pior.

Ontem, publicamos vídeo com depoimento de Léo Pinheiro, da OAS, confirmando pagamento de propina de R$ 18 milhões à WTorre, apenas uma de diversas acusações semelhantes que pairam sobre a empresa, também enrolada na “Lava-Jato”.

https://blogdopaulinho.com.br/2017/06/23/em-depoimento-a-sergio-moro-leo-pinheiro-detalha-pagamento-de-r-18-milhoes-em-propina-a-wtorre/

Quando da primeira eleição de Andres Sanches, em 2007, realizada por votação indireta, logo após a queda de Alberto Dualib, um grupo de conselheiros liderados por Edgard Soares, Osmar Stabile e Flavio Adauto, que estava compromissado com a candidatura rival, trocou de lado, 24 horas antes do pleito, condicionando voto à chapa “Renovação e Transparência” em troca de construir e operar o estádio do Corinthians.

Em síntese, a vitória de Andres, em votação apertada, e tudo o que aconteceu posteriormente, desde os desvios de conduta até as eleições subsequentes de seu grupo foram garantidas em ato de traição de pouco mais de uma dezena de conselheiros, liderados pelos citados, que depois foram devidamente descartados pelos vencedores.

O projeto de estádio morreu antes mesmo de iniciado, rejeitado pelo Conselho, parte por conta de influência de Andres Sanches, mas também pelo histórico de seu promotor, Edgard Soares, que, à época, tinha dificuldades de ultrapassar, sem ser achincalhado, a fronteira entre a cidade de Jacareí com São José dos Campos, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.

A construtora, parceira dessa gente, era exatamente a WTorre, com hábitos que não diferem, segundo observado nas investigações da PF, da Odebrecht, assim como muitos dos envolvidos neste negócio assemelham-se aos dirigentes alvinegros delatados por receber vantagens nas obras de Itaquera.

O orçamento levado por Soares ao Conselho, da mesma maneira que ocorreu no caso da Arena, era baixo, com promessas de rendimentos, altíssimas, mas as garantias bem menos confiáveis, entre as quais dinheiro emprestado por banco europeu que, tempos depois, fechou as portas, acusado das mais variadas corrupções (inclusive pagamento de propinas a intermediários).

Sem contar que, após levantado (o estádio), se hoje o clube sofre com a “administração” de Andres Sanches em Itaquera, o que ocorreria com Edgar Soares, ainda mais mal-afamado, mas bem menos relacionado, em situação semelhante ?

Vale lembrar que o site Futebol Interior, investigado por achacar jogadores, dirigentes e até jornalistas, é apontado, notoriamente, como de sua propriedade, ainda que ocultada nos documentos oficiais.

Hoje em dia, aproveitando-se das revelações de corrupção que cercam o estádio de Itaquera, o grupo de Edgard Soares voltou a fomentar, contando com a pouca memória de alguns, ideias que remetem à devolução do estádio ao BNDES (sem explicar, convenientemente, que a dívida ainda assim teria que ser paga), a apresentação de seu projeto anterior como “melhor” e “salvador”, ocultando, porém, o desejo de retomá-lo (em possível acerto com algum candidato), e também os parceiros notoriamente ligados ao crime, levados por ele, anos atrás, para discursar no Conselho Deliberativo do Corinthians.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: