Anúncios

Sergio Moro e o blogueiro intimidado

A condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, determinada pelo Juiz Sergio Moro, a pretexto de retirar-lhe, sob intimidação, as fontes de suas matérias que adiantavam procedimentos da Polícia Federal, é violência inadmissível num Estado de Direito.

Mas não parou por ai.

Moro ordenou, ainda, “a apreensão de quaisquer documentos, mídias, HDs, laptops, pen drives, arquivos eletrônicos de qualquer espécie, arquivos eletrônicos pertencentes aos sistemas e endereços eletrônicos utilizados pelos investigados [sic], agendas manuscritas ou eletrônicas, aparelhos celulares, bem como outras provas encontradas  relacionadas aos crimes de violação de sigilo funcional e obstrução à investigação policial”.

Diz o inciso XIV do artigo 5º, da Constituição do Brasil:

“é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”.

Em recente decisão do STF, o decano Celso de Mello, no âmbito da ADPF 130, esclareceu (em seu voto):

“(sigilo de fonte) prerrogativa constitucional qualificada como garantia institucional da própria liberdade de expressão”

“garantia que se destina a viabilizar, em favor da coletividade, a ampla pesquisa de fatos ou eventos cuja revelação impõe-se como consequência ditada por razões de estrito interesse público”.

Na internet as reações foram as mais variadas possíveis: defensores de Moro aplaudiam a decisão “contra o blogueiro petista”, enquanto os do jornalista diziam ser vítimas de perseguição da “oposição”.

O assunto, em verdade, é bem menos raso do que se imagina e pode gerar consequências preocupantes para o trabalho do jornalismo, que precisa reagir à flagrante irregularidade.

É fato que Sergio Moro realiza relevante (e elogiável) trabalho na “Operação Lava-Jato”, que não lhe dá, porém, o direito de agir como justiceiro, muito menos mandar prender sem fundametação justificável, seja para agradar a Polícia Federal ou até mesmo, diante de fatos pretéritos (o blogueiro é seu crítico), questões pessoais.

Ao agir desta maneira, o juíz atenta contra princípios básicos da democracia, exatamente o pilar que sustenta sua atuação contra os bandidos que assaltaram o pais nos últimos anos.

Por fim, o Blog do Paulinho concorda que o material jornalístico de Eduardo Guimarães destoa de quase todos os nossos pensamentos (deste blog) e parece, de fato, assessoria de imprensa do PT (em tempo: assessores formam-se em curso de jornalismo), porém, ainda assim o blogueiro tem garantido, por lei, o direito de fazê-lo, restando aos descontentes não acessá-lo ou interpelá-lo nas esferas cíveis, nunca, em hipótese alguma, tentar intimidá-lo com pressões que remetem a tempos sombrios dos mais lamentáveis regimes de exceção.

Anúncios

23 Respostas to “Sergio Moro e o blogueiro intimidado”

  1. tabaroa99 Says:

    Excelente posicionamento Paulinho! Em tempos de polarização, muitos teriam no mínimo de calado. É como ensino para as minhas filhas, o certo é certo é o errado é errado, independente quem o faça, pode ser o papai, a mamãe ou as irmãs, se não fizer o que é correto, tem que arcar com as consequências. As coisas do nosso país precisam para de serem conduzidas por ego ou por raiva, da maneira que as coisas estão, os fins justificam os meios, o que é sempre perigoso.

  2. luizdireg Says:

    Discordo de vc, Paulito.
    O cara não é jornalista. Ele é um político que escreve num blog sobre política, defendendo a facção criminosa PT e os membros dessa organização criminosa.
    Ter um blog não o faz jornalista. Isso é fato!
    O inciso XIV do artigo 5º, da CF do Brasil, permite o resguardo da fonte no EXERCÍCIO PROFISSIONAL, o que não é verdadeiro no caso desse blogueiro criminoso.
    Se vc ler o comunicado da Justiça Federal no Paraná, saberá que não se trata de censura mas sim, de obstrução de justiça. e eu acho que vc sabe o que é isso.
    As baboseiras que esse blogueiro petista escreve não importa. É mais das mesmas matérias que existem por aí, como as que outros pseudojornalistas petistas escrevem, como por exemplo Paulo Henrique amorin, Luis Nassif, Mônica Bérgamo, Renato Rovai, leonardo attuch, Jânio de Freitas, Juca Kfouri e os sites Brasil 247, OCafeinho, DCM, Forumbrasil.
    O problema, e ISSO SERVE PRA VC e outros blogueiros, é divulgar, ANTECIPADAMENTE, uma operação policial. Seja ela qual for. É obvio a matéria vira “furo” se divulgada durante ou depois, mas NUNCA ANTES.
    Uma operação é planejada por meses, a fim de prender um criminoso. Um policial corrupto vende essa informação para um militante político, seja ele um blogueiro ou não, e esse blogueiro avisa o criminoso para que este destrua provas que o incrimineme obstrua a justiça. Isso é jornalismo para vc??

  3. luizdireg Says:

    COMUNICADO DA JUSTIÇA FEDERAL DO PARANÁ

    A assessoria de imprensa da Justiça Federal no Paraná esclarece em relação à investigação sobre o vazamento da condução coercitiva de Lula pelo blogueiro petista Eduardo Guimarães.

    “Trata-se de investigação de quebra de sigilo de investigação criminal no âmbito da Operação Lavajato, ocorrida antes mesmo das buscas e apreensões. Apura-se a conduta de agente público e das pessoas que supostamente teriam divulgado informações sigilosas que podem ter colocado investigações em risco.

    O Sr. Carlos Eduardo Cairo Guimarães é um dos investigados. Não foi ele preso, mas conduzido coercitivamente para prestar declarações e já foi liberado. Pelas informações disponíveis, o blog da cidadania é veículo de propaganda política, ilustrado pela informação em destaque ali constante de que o titular seria candidato a vereador pelo PCdoB para a cidade de São Paulo.
    Juntos aos cadastros disponíveis, como junto ao TSE, o próprio investigado autoqualifica-se como comerciante e não como jornalista.

    Assim, as diligências foram autorizadas com base em requerimento da autoridade policial e do MPF de que Carlos Eduardo Cairo Guimarães não é jornalista, independentemente da questão do diploma, e que seu blog destina-se apenas a permitir o exercício de sua própria liberdade de expressão e a veicular propaganda político partidária. Não é necessário diploma para ser jornalista, mas também não é suficiente ter um blog para sê-lo. A proteção constitucional ao sigilo de fonte protege apenas quem exerce a profissão de jornalista, com ou sem diploma.

    Segue a investigação em sigilo por ora, a fim de melhor elucidar os fatos.”

  4. luizdireg Says:

    É MENTIRA FALAR QUE A POLÍCIA INTERROGOU O BLOGUEIRO PETISTA POR QUE QUERIAM DESCOBRIR SUA FONTE, POIS O MPF JÁ HAVIA IDENTIFICADO O CAGUETA.

    A batida policial na casa do blogueiro teve outro propósito: demonstrar que, antes de publicar o vazamento em seu site, ele ALERTOU ANTES os investigados (leia-se Lula) sobre os alvos da PF, a fim de que eles pudessem destruir provas.

    E também:

    “Dentre os motivos das providências, estão provas de que o blogueiro petista criminoso e bandido, informou diretamente aos investigados a existência de medidas judiciais SOB SIGILO e pendentes de cumprimento, ANTES mesmo da publicação das informações no blog”.

    Paulito, vc considera isso jornalismo??

  5. Luiz Carlos Luchetta Says:

    O cara foi levado porque avisou o chefe da quadrilha. Isso chama-se de obstrução da justiça. E “jornalista” não tem salvo conduto para cometer crimes.

  6. luizdireg Says:

    Diz o inciso XIV do artigo 5º, da Constituição do Brasil:

    “é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional”.

    Desenhando: A proteção constitucional ao sigilo de fonte protege apenas quem EXERCE a profissão de jornalista, com ou sem diploma.

    Portanto, o blogueiro militante petista, não é jornalista, ele não pratica a função jornalística de informar. Ele se passa como “comerciante” talvez para justificar o dinheiro que recebe da facção criminosa PT para fazer propaganda política da facção petista e dele próprio, pois pretende ser candidato a vereador em SP pelo PC do b a ser mais um a se esconder sob o foro privilegiado.

  7. Guilherme Vieira (@G__Vieira) Says:

    Paulinho, você sempre muito inteligente nas suas colocações, contudo, nesta ouso discordar. Blogueiro é jornalista? Até onde vai a liberdade de imprensa quando um blogueiro usa, cotidianamente, termos que nos fazem concluir que o juiz citado corre risco de morte e de término da sua carreira? Ademais, se a informação da condução do ex-presidente foi passada a uma pessoa normal (e não jornalista) estamos diante de vazamento de informação sigilosa, e não de conteúdo jornalístico que a fonte deve ser preservada.

  8. Marcos Emiliano Rezende Says:

    Paulinho dessa vez você “VIAJOU NA MAIONESE” !!!!!!

  9. marcospaulo2015 Says:

    Paulo, penso que seria melhor vc começar a desenhar suas opiniões. Pelo visto, interpretação de texto não é o forte de algumas pessoas.

  10. José Oliveira Says:

    Quem garante que esse “blogueiro” não recebe ou paga propina para ter informações de cocheiras de um processo que apura justamente a corrupção.

    Não é uma questão de fonte, é uma quebra de sigilo, logo ilegal. PAU NELE MORO!

  11. Marco Quintanilha Says:

    O blogueiro petista Eduardo Guimarães foi informado de que a Lava Jato preparava uma operação contra Lula.

    Imediatamente, ele avisou o assessor de imprensa do Instituto Lula, José Crispiniano, pedindo-lhe para repassar a informação ao próprio Lula.

    O vazamento só foi publicado em seu blog bem mais tarde.

    Enquanto isso, os investigados ganharam tempo para destruir eventuais provas comprometedoras.

    O que falta para mandar prender toda essa gente?

    Fonte: O Antagonista

  12. Fernando Antonio Gomes Says:

    Se todos abrirem um blog, ninguém mais poderá ser preso ou arguído? Está sacramentada a impunidade = A maioria tem blog, e quem não tem, terá.

  13. Paulo Alves Says:

    Parabéns, Sérgio Moro.

  14. Luiz Carlos Luchetta Says:

    Mortadela usando o recurso ‘ad hominem’. Qual é a novidade?

  15. MARCIO WILK (@MARCIOWILK1) Says:

    Pois é, Paulinho, um golpe de Estado nunca vem sozinho, óbvio que até agora não precisaram calar a imprensa vendida, mas num futuro breve, todos vocês levarão um “cala boca”, e mais, Temer cai e o congresso elegerá Gilmar Mendes para Presidente, sob as bencãos dos coxinhas alienados, muito férteis por aqui.

  16. robervalsky Says:

    Se a informação for de interesse público é não for uma mentira, enganosa ou algo que denigre alguém ou documentos sigilosos protegidos por lei, qualquer pessoa tem direito de publicar.

  17. Alessandro H.R. Says:

    obstrução da justiça é crime Paulinho está na constituição federal, o blogueiro independente da ideologia ou partido se aproveitou dessa bobagem q é repetida centenas de vezes pela mídia q fonte jornalística deve ser protegida por lei. Ele usou isso a favor para avisar o Lula, portanto cometeu um crime.

    infelizmente vc só está sendo CORPORATIVISTA como a maioria dos seus colegas jornalistas.

  18. TentoSerHumilde (@sbrazzjr) Says:

    Se fosse eu o elaborador das leis deste país obrigaria e prender , no mínimo , 50 jornalistas por semana .
    Seriam os únicos condenamentos com possibilidades de penas perpétuas.

  19. Renato (@galenoeu) Says:

    Obstruir a justiça não é liberdade de imprensa

    Quando saíram as primeiras notícias sobre a condução coercitiva do blogueiro petista Eduardo Guimarães, houve certa ponderação por aqui: qual o motivo da prisão? O consórcio golpista Folha/UOL e outros subalternos do plano criminoso de poder alardearam que o motivo era o vazamento dos alvos da Operação Aletheia. A esgotosfera de esquerda chegou a falar em sequestro. Até alguns jornalistas de renome compraram a farsa. Mais uma vez, o que houve foi a costumeira falta de honestidade.

    Eduardo Guimarães não foi levado para depor por ter revelado os alvos da operação da PF no Blog da Cidadania, mas sim pelo fato de que ele havia avisado o assessor de Lula José Crispiniano antes mesmo de publicar em sua página. Isso é crime.

    É óbvio, qualquer blogueiro ou jornalista teme ser preso pelas opiniões e notícias que publica. Mas há uma distância muito grande entre a liberdade de expressão e de imprensa e a prática criminosa. Os jornalistas que publicam detalhes de delações ou qualquer outro tipo de informação vazada estão apenas relatando ao público informações obtidas nos bastidores. Nestes casos, que se investigue os bastidores. No caso de um cidadão que avisa um criminoso sobre uma ação da polícia, o que existe é uma conspiração para inviabilizar o trabalho da Justiça.

    Aos que se precipitaram em atacar a Operação Lava Jato pela condução coercitiva do blogueiro, a decepção veio pela manhã: Eduardo Guimarães contou tudo. Destaque para a covardia: enquanto “companheiros” como José Dirceu e João Vaccari aguentam duras penas em nome do plano criminoso de poder, o blogueiro frouxo que alegou ter sido “sequestrado” não aguentou cinco minutos e já arregou para Moro. Os anos de verbas gordas da Secretaria de Comunicação deixaram os blogueiros petistas muito molengas. Não aguentam nem dez minutos de interrogatório e cantam. Se eu pudesse apostar, diria que Eduardo deve ser fritado nos bastidores da mafia.

    No dia de ontem, houve uma reedição tosca daqueles episódios encenados pela extrema-esquerda no dia da queda de Dilma Rousseff. Querem simular que o Brasil vive em estado de exceção após um golpe. É mentira, o que se passa é que o petismo não conseguiu neutralizar todas as instituições com sua moral de prostíbulo. O que está em curso no Brasil é uma retomada da democracia e da justiça, o que contraria os interesses do PT e de seus lacaios.

  20. tavares41 Says:

    Na verdade a LIBERDADE DE IMPRENSA ACIMA DE TUDO!!!!!!!!!

  21. Fernando Antonio Gomes Says:

    Liberdade de imprensa, sim. Obstrução à justiça e proteção a criminosos, jamais.

  22. Nelson Coutinho Says:

    Tantos bobos contentes com que o golpe trouxe e ainda querem mais.

  23. Nelson Coutinho Says:

    E tem mais .Como pode um juiz vazador querer investigar vazamento.Melhor chamar um encanador.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: