Anúncios

A receita para destruir um país

temer olimpíadas

Da FOLHA

Por VLADIMIR SAFLATE

Há três formas de destruir um país. As duas primeiras são por meio da guerra e de catástrofes naturais. A terceira, a mais segura e certa de todas, é entregando seu país para economistas liberais amigos de operadores do sistema financeiro.

Em todos os países onde eles aplicaram suas receitas de “austeridade”, a recompensa foi a pobreza, a desigualdade e a precarização.

Alguns países, como a Letônia, vendido por alguns como modelo de recuperação bem-sucedida, viu sua população diminuir em quase 10% em cinco anos, algo que apenas as guerras são capazes de fazer.

Ou seja, o preço para essa peculiar noção de sucesso foi expulsar quase 10% da população para refazer suas vidas em outros países.

No Brasil, não faltou economista a eleger, meses atrás, o Espírito Santo como um modelo de ajuste econômico e responsabilidade fiscal. O mesmo Espírito Santo que tem números piores do que média nacional (retração de 13,8% até o terceiro trimestre de 2016) e que há algumas semanas simplesmente entrou em colapso, virando uma zona de anomia em meio à greve de policiais. Não poderia ser diferente.

No mundo desses senhores não existe gente, não se levam em conta reações populares a medidas econômicas, muito menos experiências de sofrimento social e revoltas políticas contra processos de pauperização vendidos como “remédios amargos, porém necessários”.

Outros tantos desses economistas encheram as páginas de jornais e tempo de televisão para levar a sociedade brasileira a acreditar que, conduzindo Michel Miguel à Presidência, a “confiança” dos mercados daria o ar de sua graça e, com ela, viria a estabilidade.

Bem, nos últimos dias, o Banco Mundial divulgou uma análise segundo a qual espera que, até o final do ano, 3,6 milhões de pessoas voltem à pobreza no Brasil. Para ser mais claro, 3,6 milhões de pessoas verão seus rendimentos caírem para menos de R$ 140 por mês.

Isso em um cenário no qual o Brasil tem a maior taxa de capacidade ociosa da indústria dos últimos 70 anos, já que não há mais compradores para seus produtos.

Se somarmos a isso a reforma da Previdência, a limitação de investimentos estatais para guardar dinheiro a fim de pagar os mais de R$ 400 bilhões em serviços da dívida pública, a proposta de terceirização irrestrita e o colapso do sistema brasileiro de serviços públicos teremos um cenário simples: o Brasil foi destruído pelas políticas implementadas desde a guinada neoliberal do governo Dilma. O próximo passo será a imigração em massa dos que puderem, normalmente os mais bem formados.

É claro que haverá aqueles que dirão que isso é “herança maldita” de políticas econômicas esquerdistas. Mas chamar governos que nunca foram capazes de propor a taxação progressiva de rendas e riquezas, a transferência paulatina da detenção dos meios de produção para as mãos dos trabalhadores e a limitação dos ganhos do sistema financeiro de esquerdista é algo da ordem do simples jogo de palavras.

Enquanto isso, uma parcela da população aplaude tudo, já que acredita ficar imune à degradação econômica nacional.

Essa mesma parcela julga-se hoje detentora de alguma forma de superioridade moral que faria calar os descontentes com este governo.

No entanto, que as coisas sejam ditas de forma clara: eles nunca estiveram nem estão, de fato, preocupados com julgamentos morais.

Os mesmos que gritam contra corruptos do antigo governo sempre votaram e continuaram votando em políticos notoriamente corruptos, continuaram calados diante de casos gritantes de corrupção neste governo, como ficaram calados quando, nesta semana, o STF publicou uma decisão inacreditável e criminosa para permitir o gato Angorá, vulgo Moreira Franco, com suas citações na Lava Jato, ocupar um ministério.

Nada estranho, já que o problema deles nunca foi a corrupção, e sim a luta contra políticos com os quais eles não se identificam. O discurso contra a corrupção era apenas uma grande farsa, senão produziria ações simétricas contra toda classe política brasileira.

Julgamentos morais não aceitam usos estratégicos. Quem usa moral de forma estratégica é um “moralista da imoralidade”. Na verdade, essas pessoas são atualmente cúmplices de um governo cuja única preocupação é se blindar e escapar da cadeia. Até porque, Michel Miguel e os seus não governam, eles têm coisas mais urgentes para fazer.

Enquanto tentam salvar a própria pele, terceirizaram o Brasil para gestores da catástrofe.

Anúncios

8 Respostas to “A receita para destruir um país”

  1. Luiz Carlos Luchetta Says:

    Meus Deus.
    Waldimir Lenin logo cedo.
    Destruíram o país em apenas 13 anos, essa equipe econômica tem alguns meses e a economia começou o longo processo de recuperação.
    Dá um tempo, Paulinho. Tá querendo perder leitor.

  2. silvio macedo (@sbrazzjr) Says:

    Blablabla … Muita crítica e zero de sugestão. Aliás , como em qualquer discurso esquerdista , cujo apoio vem sempre dos fracassados na vida.

  3. Sócrates de Oliveira Says:

    ora… mas se foi justamente para isso que armaram todo aquele circo do impíxmem, sob os aplausos da coxinhada massa de manobra!!!?!!!!

  4. Douglas (@douglaspsousa) Says:

    No Brasil existe muita IGNORÂNCIA econômica, gente que pensa que o Estado precisa ser provedor de tudo que levou a pior crise brasileira. As regras da CLT precisam ser modificadas urgentemente, o judiciário precisa ser produtivo, o Estado diminuir, o país ser aberto, saber que o de graça não existe e jornalista estudar do que ser ideólogo.

  5. Paulo Moraes Moraes Says:

    É lamentável Paulinho. Esta cantoria será exatamente o canto dos petistas nas próximas eleições jogando toda culpa desta desgraça que virou este país no atual governo, esquecendo-se de toda corrupção e incompetência que dominaram este país nos últimos 13 anos. Ninguém é fã do atual governo mas era o remédio amargo que tínhamos de tomar porque este país estava a caminho do colapso total e nada garante que nos livramos dele. Estamos respirando por aparelho e se agitar muito vamos nos afogar na m.

  6. Fernando Antonio Gomes Says:

    Falha de São Paulo? Vladimir Saflate? Ainda há quem lhes dê atenção? Não se destroi o que já foi destruído. Depois de 13 anos de destruição e roubalheira, se tivessem um mínimo de moral e hombridade se calariam. Não se vergam às evidências. São muito sujos.

  7. Alessandro H.R. Says:

    essa esquerda brasileira é muito covarde e canalha !! rsrs..

    fizeram o estrago nesses 13 anos junto com o PMDB, e agora quer tirar o corpinho de fora jogando a culpa de 13 anos de safadezas, latrocínio, mentiras, e burrada atrás da outra apenas no Temer (ele tem parte de culpa) e seu governo atual, pq ainda não engoliram o impeachment kkkkkk… como são canalhas !!

    Sabe qual é a “solução” da esquerda “revolucionária e progressista” brasileira para resolver os problemas do país agora q são oposição ?

    é fazer arruaça nas ruas do Brasil atrapalhando a vida de milhões de trabalhadores brasileiros, incentivar os sindicatos a fazer greves, boicotar e sabotar as assembleias legislativas para dificultar novas leis para “tentar” melhorar o país, depredar o patrimônio público, e fazer oq sabem de melhor, mentir !

    Quando estavam no governo deram migalhas aos pobres e saíram dizendo q tiraram da miséria, mas encheram os bolsos deles e do restante dos magnatas milionários com o nosso dinheiro, e depois quando acontecia algo errado, era fácil, era só dizer na frente das câmeras de TV que a culpa era da elite branca na qual eles faziam parte mas fingiam q não era com eles rsrs… cambada de ordinários !!

    Destruíram com a economia do país e agora fazem cara de paisagem. Vão usar o impeachment a favor deles fazendo a velha tática esquerdista, o “vitimismo” já q agora não estão mais no governo, qualquer coisa q der errado para “tentar” consertar a economia do país a partir de agora, irão usar isso a seu favor dizendo “não falei que isso iria dar errado quem mandou ser a favor do impeachment, cadê os coxinhas batendo panela agora?”

    Muito cuidado com essa gentinha, eles são mestres em sabotar países, vão usar essas pessoas mais desinformadas contando suas mentiras, marcar protestos, com um único objetivo, voltar ao poder para novamente colocar seu plano de cubanização no Brasil.

    Muito cuidado, não deixem ser usados por eles, isso serve para os pouquíssimos jornalistas brasileiros q não fazem parte da patota.

  8. Alan Cézar (@EUABSOLUTIS) Says:

    Coitadinhos, como são vítimas do mundo esta esquerdinha, como é doloroso para eles terem sido DESCOBERTOS, que dó destas vítimas do mundo, coitadinhos.

    Os caras afundam o país – desde 2008, quando para manter governança, começaram a endividar o país, “puxar” recursos de estatais, como Eletrobras, Petrobras (nada relacionado ao Petrolão, mas ao não reinvestimento na empresa, retendo recursos para bancar bandalheiras), entre outras – em 13 anos, gastando sem ter, deixaram para a Dilma uma bucha enorme e quem deixou, saiu como “erói” na cabecinha dos que tem visão ,micro e não conseguem sequer ver o macro do estrago.

    Eles ELEGERAM o Temer, “sentou” no colo do PMDB sabendo direitinho onde estavam “sentando”, assim como fizeram com as alianças com o PP. fizeram as alianças, querendo participar do que estes fizessem, mas estas vítimas(?) não notam isso? Só rindo, com dó mas, só rindo

    Agora querem culpar o Temer ELEITO POR QUEM ELEGEU A DILMA, pela situação atual da economia, do desemprego, da volta da fome? Não me façam rir!!!

    Parecem Salmões de Cativeiro, que só chega no peso ideal para o abate quando é bem CONDUZIDO, pelos diversos tanques de engorda!!!

    O Temer foi ELEITO, POR QUEM ELEGEU A DILMA, qualquer conversinha contrária sobre isso é de quem não sabe votar, pois a foto do Temer lá estava quando eles apertaram o verde, ou seja, querem mudar o foco da m… total que fizeram.

    Eles não conseguem, por serem portadores de “In-In” (Infantilidade incrustada), aceitar a realidade dos fatos.

    A única realidade que enxergam é a que MILHÕES enxergamos, que são os muitos imundos que lá estão nos governando, mas a diferença é que, TAMBÉM enxergamos os muitos imundos que estavam por lá desde 2003.

    Coitadinhos como sofrem estes ELEITORES DO TEMER, como sofrem.

    Não tem desculpa, votaram nele CONSCIENTEMENTE!!!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: