Corinthians: qual deles teria menos vergonha ?

Andres Sanches e Paulo Garcia (Kalunga) na residência de Antonio Rachid

Andres Sanches e Paulo Garcia (Kalunga) na residência de Antonio Rachid

Andres Sanches falava mal de Paulo Garcia, que retrucava na mesma moeda, com ambos declarando-se opositores um do outro no Corinthians.

Era, tudo indica, jogo de cena.

Garcia financiou a campanha de Sanches à deputado federal e a de André Negão, para vereador, gastando valor próximo a R$ 1 milhão.

Rachid, que é funcionário da Kalunga, de Paulo Garcia, tratava Sanches como bandido (com reciproca idêntica), e a atual gestão, de Roberto Andrade, como incompetente.

Às vésperas do Natal, recebeu em Andres em sua residência (foto) e agora faz parte da gestão de Andrade.

As dúvidas que correm à boca pequena no Parque São Jorge:

  • quem deles falava a verdade quando tratavam-se como ladrões ?
  • Quem teria menos vergonha ?
  • Por que os dirigentes do Corinthians, ligados ao Movimento “Fora Dualib”, permanecem no cargo após tratarem Rachid como ladrão e ver Andres Sanches, que diziam “diferente”, dividir a mesa pré-natalina com o atual assessor de Roberto Andrade ?
  • Estaria o Dr. Sergio Alvarenga, lider do grupo “Corinthianos Obsessivos”, defensor supremo de Sanches e atacador implacável de Rachid, constrangido ?
Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.