Presidente do Corinthians está internado por complicações cardíacas decorrentes de stress

roberto andrade

O presidente do Corinthians, Roberto “da Nova” Andrade, está internado, desde ontem, numa clínica ligada ao hospital Albert Einstein, com quadro de “angina”, ou seja, dores no peito provenientes de instabilidades cardíacas, fruto do stress vivido pelo mandatário alvinegro nos últimos dias.

Fonte ligada ao hospital diz que Roberto será transferido, ainda hoje, para a sede do Einstein, no Morumbi, onde deverá permanecer por alguns dias, até que novos exames sejam realizados, inclusive para definição da necessidade ou não de utilização de “stent”.

Desde já a recomendação médica é para que o presidente alvinegro diminua o ritmo de trabalho.

Algo que não será nada fácil diante dos problemas que estão por vir, entre os quais a dura batalha para se livrar do processo de impeachment, instaurado durante a semana.

Familiares de Roberto, segundo fonte, tentarão fazê-lo avaliar uma possível renúncia ao cargo, temerosos que estão pelo estado de saúde do dirigente, e, principalmente, pelos cuidados necessários, daqui por diante, para a pronta recuperação.

Angina

O termo angina caracteriza “dor” e seu uso mais rotineiro na prática médica diz respeito a dor ou desconforto torácico.

Alguns pacientes sentem a angina (dor no peito) sempre que o coração trabalha mais forte (atividades físicas, emoção, baixas temperaturas), de forma que, com o tempo e a frequência do evento, ela passa a ser até previsível. Tem durabilidade curta, de até 10 minutos e melhora espontaneamente quando o fator desencadeador é cessado. Este tipo de dor torácica é denominada como angina estável ela e aumenta a probabilidade de um ataque cardíaco no futuro.

Em outros casos, quando a dor iniciou com atividade física de menor intensidade do que antes (até mesmo em repouso), tem duração mais longa de cerca de 20 minutos e não tem melhora com o afastamento do fator causal e mesmo com uso de algumas medicações, denominamos de angina instável.

O coração é um órgão muscular e todo músculo quando submetido a condição de isquemia, ou seja insuficiente oferta de oxigênio e nutrientes, tem uma resposta local e sistêmica sendo que a dor é um aviso ao paciente de que algo não vai bem pois não há naquele momento um equilíbrio entre a oferta e a demanda de oxigênio. Quando essa oferta é cessada de forma súbita ou prolongada pode ocorrer o infarto agudo do miocárdio.

Stent

Um stent é tubo minúsculo, expansível e em forma de malha, feito de um metal como o aço inoxidável ou uma liga de cobalto. Os stents são usados para devolver um ritmo próximo ao normal ao fluxo sanguíneo da artéria coronariana.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.