São Paulo massacra o Corinthians no Morumbi

spfc-morumbi

O São Paulo, absolutamente limitado tecnicamente, jogou como se disputasse uma final de campeonato contra um ridículo Corinthians, que caiu de quatro (a zero) no estádio do Morumbi.

A soberba de Cássio e a pouca inteligência de Fagner fizeram a diferença.

De cara, o lateral alvinegro, sempre imprudente, entrou de lado em Kelvin, num lance discutível de penalidade.

Cueva humilhou Cassio na cobrança e de cavadinha abriu o marcador.

O restante do primeiro tempo foi horroroso.

A toada da mediocridade seguia na segunda etapa, interrompida, vez por outra, por imbecis da torcida “organizada” que prejudicavam o São Paulo com seus sinalizadores,  até que Neres, aos 15 minutos, na saída de Cassio, ampliou.

O Corinthians, que tem dirigentes desesperados com a “Operação Lava-Jato” e uma Arena superfaturada caindo aos pedaços, entrou em parafuso.

Não tardou para o São Paulo ampliar o vexame alvinegro com Chaves, aos 22 minutos.

O que era futebol ruim transformou-se num baile Tricolor.

Mas cabia mais.

E coube: porém somente aos 45 minutos, em contragolpe finalizado por Luiz Araújo.

Está espantado o fantasma do rebaixamento no Morumbi, enquanto no Parque São Jorge, a crise do Corinthians, que tem um diretor de futebol aliado do “171 do Vale do Paraíba”, será ampliada, com resultados imprevisíveis, dentro e fora de campo, nos próximos dias.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.